e a preponderância de Ronaldo