Ação do Ministério Público coloca incertezas sobre o 13º salário de 2017

Por: SentiLecto

Os servidores do Estado podem, nos próximos dias, receber más notícias em relação ao pagamento do 13º salário de 2017. Isso porque o Ministério Público do Rio ajuizou ação civil pública Acontra o Estado do Rio de Janeiro por ilegalidades decorrentes da securitização dos royalties de petróleo, o que pode atrasar a operação feita pelo governo do Rio, que possibilitou o Estado captar US$ 600 milhões, o equivalente a R$ 2 bilhões.

A excursão passou por cidades como Londres, Nova York, Boston, Wasghinton, São Francisco e Los Angeles. Nos vocábulos de quem está envolvido com a venda, a viagem é certeza de que o Estado está próximo de receber a antecipação.Com o atraso no pagamento do abono, fontes ligadas ao governo defendem que o pagamento seja feita da maneira corrigida, com juros e correção monetária, como maneira de compensação pelo atraso. Contudo, declaram interlocutores, a atual situação financeira do estado impediria correção no pagamento da vantagem. Entre os servidores que não receberam, a sensação é de descaso: — Padecemo com atrasos no pagamento por muito tempo, e agora, não conseguimos receber o que é de direito. O governo teria que ter consideração por quem trabalha de verdade para conservar a máquina pública — declarou um servidor que prefere não se identificar.

Na terça-feira 20 de março desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira, alguns servidores do Estado haviam recebido um comunicado semelhante ao que era feito pelo canal “Servidor Primeiro”, que estava vinculado ao governo do Rio. No informe, havia sido anunciado o pagamento do que restava do 13º salário de 2017. O governo já se havia demonstrado ao declarar que o anúncio era falso e que a informação não procedia. Os cadastrados no canal “Servidor Primeiro” receberiam, ainda nesta terça-feira, um comunicado explicando o acontecido.

Caso a Justiça aceite o pedido do Ministério Público, conforme uma fonte da Coluna ligada ao governo um combate judicial pode atrasar em vários meses o pagamento e, em caso extremo, até impedir que o Estado faça a operação. À Coluna, o governador Luiz Fernando Pezão declarou que a operação foi um êxito e que a Procuradoria-Geral do Estado “está em cima”.

Ministério Público deseja impedir Estado de fazer operações

O Grupo de Atuação Especializada governou os inquéritos em o Combate em a Sonegação Fiscal e a os Ilícitos contra a Ordem Financeira , Tributária e Orçamentária.Para evitar novas perdas, MP solicita, como tutela de urgência, que o Estado se abstenha de realizar nova operação. Para que se possa dar permanência a essa espécie de operação, o MP pede que exibam-se dados orçamentários, com a caracterização de os preços efetivos de as operações, o rol de todos os investidores e beneficiários de as operações já feitas.

Caso não exista nenhum impedimento, segundo uma fonte ligada ao Palácio Guanabara o dinheiro deve ser creditado na conta do governo no próximo dia 23, o que possibilitaria os depósitos já na próxima semana. Faz 1 ano, somente a operação vai ser capaz $ 1,1 bilhão sobre o 13º de 2017. Mais de 167 mil servidores estaduais aguardam o pagamento. Faz 1 ano, recordando que, os ativos de a Educação e os integrantes de a PGE receberam o 13º. Faz 3 meses, que recebiam até R 3.458 tiveram seus proventos pagos, em janeiro todos os funcionários.

Por outro lado, ainda de acordo com Pezão, para que os depósitos sejam feitos, falta somente ‘vencer a burocracia dos contratos’. Perguntado sobre quando a folha vai ser efetivamente rodada, o governdor infomrou que não pode cravar uma data ‘porque a burocracia é bastante grande.A ação foi ajuizada na última sexta-feira, mesmo dia em que o governo estadual fechou emissão de títulos no exterior de US$ 600 milhões, tendo os royalties futuros como garantia. De acordo com Christino Áureo, que acabou de deixar a posição de secretário da Casa Civil e de Desenvolvimento Econômico do Rio, os recursos serão utilizados no Rioprevidência.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ação do Ministério Público coloca incertezas sobre o 13º salário de 2017
>>>>>Governo do Estado deve quitar 13º salário de 2017 ainda este mês – April 13, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Governo do Estado garante dinheiro que quitará o 13º salário de 2017 dos servidores – April 13, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Procuradoria entra na Justiça para barrar operações com receita de royalties – April 16, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 34 0 NONE 10 (tacit) eu: 10
2 o Estado 40 0 PLACE 5 o Estado: 4, Estado: 1
3 governo 0 0 NONE 5 o governo: 2, o governo estadual: 1, O governo: 2
4 pagamento 0 0 NONE 5 o pagamento: 5
5 operação 60 0 NONE 3 a operação: 2, a operação feita: 1
6 Primeiro 0 0 PERSON 3 Servidor_Primeiro: 3
7 r 0 0 NONE 3 R: 3
8 nós 0 115 NONE 2 (tacit) nós: 2
9 atraso 0 80 NONE 2 o atraso: 2
10 correção 80 0 NONE 2 correção: 1, correção monetária: 1