Bolsa Família volta a ter fila; são quase 500 mil famílias à espera doabvantagem

Por: SentiLecto

E SÃO PAULO — No primeiro ano de governo Jair Bolsonaro , o Bolsa Família voltou a exibi fila de espera. Faz 2 anos, após ficar o programa concluiu o ano com 494.229 famílias aguardando para receber a vantagem. Quando mais de 1,2 milhão de famílias estavam nessa situação, a espera é a maior desde 2015. Obtiveram-se os dados por meio da Lei de Acesso em a Informação.O ressurgimento da fila acontece em um momento crítico na guerrazinha à pobreza. Faz 2 anos, o número de miseráveis bateu recorde, em 2018. Saiba mais sobre as razões para a espera, as justificações do governo e a vida de quem não conseguir a ajudinha na reportagem exclusiva do GLOBO. Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra

A publicação ocorre dias depois de o governo formalizar a inclusão da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência no mesmo programa. Se deu a autorização em a mesma semana, para que 19 funcionários sejam cedidos a o Instituto Nacional do Seguro Social. Outros 30 servidores da autarquia serão transferidos para o Ministério da Economia.O governo federal formalizou nesta quinta-feira , a inclusão do Serviço Federal de Processamento de Dados no Programa Nacional de Desestatização . O presidente Jair Bolsonaro — — assinou O Decreto 10.206 que trata de o tema e publicado em o Diário Oficial da União. A companhia é culpado pela prestação de serviços em tecnologia da informação para setores estratégicos da gestão pública.— O presidente Jair Bolsonaro alegou que o decreto que vai permitir a contratação de sete mil militares para atuar em postos de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social passa por ajustes junto ao Tribunal de Contas da União e deve ser publicado até sexta-feira . Bolsonaro adicionou que a publicação pode acontecer ainda nesta quinta-feira , com a sua assinatura, ou na sexta-feira, com a assinatura do vice-presidente, Hamilton Mourão, que vai assumir a Presidência com a viagem de Bolsonaro à Índia. — Faz 1 dia, eu já assinei o decreto, mas mandei não publicar. Está faltando um pequeno ajuste, junto com o TCU. Se o TCU der um sinal verde , publica com a minha assinatura. Caso oposto, publica amanhã com a assinatura do Mourão — alegou Bolsonaro, ao deixar o Palácio da Alvorada. A fila por novas vantagens, cerne da crise em curso no INSS, chega a quase dois milhões de pedidos. Faz 13 dias, o anúncio de a contratação de os militares foi feito em o último, mas os ministérios envolvidos ainda não conseguiram tirar a promessa do papel. Para que militares possam atuar em agências do INSS, são necessários pelo menos dois atos administrativos. Um deles é um decreto de Bolsonaro regulamentando um artigo da lei de reorganização da carreira militar que permitiu a atuação de inativos em órgãos públicos na área civil, com o pagamento de complementar de 30% da remuneração paga na reserva. O decreto, assim, seria mais genérico. Sua elaboração é capitaneada pelo Ministério da Defesa. A atuação específica nas agências do INSS vai depender de uma portaria interministerial, a ser elaborada após a definição do conteúdo do decreto. Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra A partir de fevereiro, os microempreendedores individuais oficializados vão pagar R$ 52,25 por mês de contribuição previdenciária. O valor corresponde a 5% sobre o novo salário mínimo de R$ 1.045, anunciado pelo governo no último dia 14. Atualmente, o país tem mais de 9 milhões de inscritos no MEI.

Na sexta-feira 17 de janeiro Estímulos ao pagamento de dívidas, como mutirões de renegociação, juros menores e liberação de recursos do FGTS, pareciam surtir pouco conseqüência. Faz 1 mês, o percentual de famílias endividadas alcançou nível recorde, segundo levantamento de a Confederação Nacional do Comércio.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bolsa Família volta a ter fila; são quase 500 mil famílias à espera doabvantagem
>>>>>Decreto inclui o Serpro oficialmente no programa de privatizações do governo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Decreto para contratar militares para INSS terá ‘pequeno ajuste’ para ter aval do TCU, diz Bolsonaro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>MEI 2020: contribuição ao INSS será de R$ 52,25 a partir de fevereiro – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jair Bolsonaro 0 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: O presidente Jair_Bolsonaro): 2, O presidente Jair_Bolsonaro: 1, o presidente Jair_Bolsonaro: 1, Bolsonaro: 2, governo Jair_Bolsonaro: 1
2 eu 0 15 NONE 5 (tacit) eu: 4, Eu: 1
3 decreto 0 0 NONE 4 o decreto: 3, O decreto assim: 1
4 atuação 70 0 NONE 2 a atuação: 1, A atuação específica: 1
5 Decreto 0 0 ORGANIZATION 2 O Decreto 10.206: 2
6 Hamilton Mourão 0 0 PERSON 2 Hamilton_Mourão: 2
7 TCU 0 0 ORGANIZATION 2 o TCU: 2
8 assinatura 0 0 NONE 2 sua assinatura: 1, minha assinatura: 1
9 denúncias informações vídeos e imagens 0 0 NONE 2 denúncias informações vídeos e imagens: 2
10 espera 0 0 NONE 2 A espera: 1, a espera: 1