Comediante iniciante na política vence votação presidencial na Ucrânia

Por: SentiLecto

Ucranianos cansados de casos de corrupção e ávidos por mudança elegeram um comediante sem experiência polícia prévia como próximo presidente do país em uma votação realizada neste domingo, conforme resultados de uma pesquisa bocas de urna.

Volodymyr Zelenskiy, 41 anos, que interpreta um presidente fictício em uma série de TV, teve 73 por cento dos votos, contra somente 25 por cento do atual mandatário Petro Poroshenko, segundo a pesquisa.

Em frente a uma bandeira de Ucrania, e rodeado de veteranos de combate, Poroshenko tentou mostrar Zelenskiy como um inapto que esquivou uma convocação militar e que seria incapaz de defender o país contra o presidente russo, Vladimir Putin.

A popularidade de Poroshenko vinha sendo impactada negativamente por obstáculos para travar a corrupção no país e pela queda na norma de vida dos ucranianos.

Em jogo nas votações estava a liderança de um país na linha de frente de um impasse entre o Ocidente e a Rússia após a incorporação da Crimeia por Moscou e seu suporte a uma insurgência pró-Rússia no leste ucraniano.

Na sua vez, em um raro momento em que deixaram de assinalar dedos, os dois homens brevemente se ajoelharam no palco em certo ponto para homenagear a memória de soldados ucranianos mortos no latente combate de cinco anos do país com separatistas apoiados pela Rússia.

Ambos os homens – que trocaram injúrias e denúncias em uma discussão realizada em um estádio de futebol em Kiev na sexta-feira – haviam prometido conservar a Ucrânia em um percurso pró-Ocidente.

Mas o triunfo de Zelenskiy é uma mudança dramática para um país cujos presidentes anteriores, desde sua independência em 1991, foram políticos experientes, incluindo três ex-primeiros ministros.

Investidores desejavam garantias de que o ganhador do pleito vai buscar agilizar as reformas necessárias para atrair investimento estrangeiro e conservar o país em um programa do Fundo Monetário Internacional que apoiou a Ucrânia em meio àogcombate recessão e desvalorização da moeda. A campanha não ortodoxa de Zelenskiy, que prometeu lutar a corrupção, uma mensagem que ressoou entre os ucranianos, cansados do status quo em um país de 42 milhões de pessoas que é um dos mais pobres da Europa quase três décadas após romper com a União Soviética, buscou o personagem que ele interpreta no programa de TV, um professor de escola escrupulosamente honesto que se torna presidente por acidente após um discurso inflamado sobre corrupção viralizar. Sua campanha contou com posts excêntricos em redes sociais e piadas, ao invés dos tradicionais comícios e panfletagens

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Ukraine, Russian Federation

Cities: Kiev

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Comediante iniciante na política vence votação presidencial na Ucrânia
>>>>>Candidatos à Presidência da Ucrânia trocam insultos em debate final – April 19, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Mas a vitória de Zelenskiy 235 0 PERSON 3 (tacit) eles/elas (referent: Mas a vitória de Zelenskiy): 2, Mas a vitória de Zelenskiy: 1
2 inapto 0 160 NONE 2 um inapto: 2
3 mudança 75 80 NONE 2 mudança: 1, uma mudança dramática: 1
4 presidente 0 80 NONE 2 um presidente fictício: 1, presidente: 1
5 a campanha não ortodoxa de zelenskiy uma mensagem cansados de o status quo em um país de 42_milhões de pessoas um de os 0 60 NONE 2 A campanha não ortodoxa de Zelenskiy uma mensagem cansados de o status quo em um país de 42_milhões de pessoas um de os: 2
6 convocação 0 46 NONE 2 uma convocação militar: 2
7 guerra 0 40 NONE 2 guerra: 1, a guerra: 1
8 Poroshenko 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Poroshenko): 1, Poroshenko: 1
9 homens 0 0 NONE 2 os dois homens: 1, os homens: 1
10 insultos e acusações 0 130 NONE 1 insultos e acusações: 1