Dólar flerta com R$4 e ameaça quebrar norma técnica em busca de novas máximas

Por: SentiLecto

– O dólar fechou colado no platô psicológico de 4 reais nesta quarta-feira, no maior nível em sete meses e meio, atingido por clima de incerteza no campo político doméstico e debates sobre corte de juros, além de um pano de fundo no exterior ainda perplexo. De acordo com análise técnica, um encerramento acima de 4 reais poderia acionar ordens automáticas de compras da moeda , num movimento que daria ainda mais alento ao dólar e poderia deixar os 4 reais mais como piso do que como telhado. Um analista técnico de uma corretora de São Paulo que pediu para não ser identificado. declarou: “O real está se assentando num platô lembre de anos, no meio de uma maciça formação técnica”. Em um gráfico de longo prazo, só os níveis atuais de o dólar são comparados a os vistos entre o fim de 2015 e começo de 2016 e 2002. A máxima histórica do dólar para um encerramento é de 4,1957 reais, batida em 13 de setembro de 2018. Faz 4 meses, desde então, a moeda entrou em rota de baixa, até uma mínima de 3,6588 reais de este ano. A Real Vision Research em observação a clientes declara: “Fechando acima de 4 reais, o dólar finalmente quebra a tendência de baixa começada em setembro de 2018″. O dólar à vista subiu 0,51% nesta quarta-feira, a 3,9962 reais na venda. É o maior platô para um fechamento desde 1º de outubro de 2018 . Na máxima durante o pregão, a moeda foi a 4,0225 reais, com ganho de 1,17%. Na B3, o dólar futuro tinha valorização de 0,62%. O real teve a pior performance numa lista de 33 pares do dólar nesta sessão, o que reforça a percepção de que fatores domésticos pesaram mais. O mercado segue aborrecido com a aparente falta de articulação do governo, o que pode ameaçar os esforços pela aprovação da reforma da Previdência no Congresso, com o governo ainda sem base consolidada. Segundo analistas, o real está imerso numa condição técnica negativa que só pode ser quebrada com ingressos de recursos, que dificilmente aconteceriam sem a aprovação da reforma. Adiciona-se a isso o menor diferencial de juros em defesa do Brasil. A quarta-feira foi mais um dia de especulações sobre necessidade de cortes da taxa básica de juros, a Selic, à medida que a economia fraqueja.

– Após altas recentes, o dólar teve leve queda nesta terça-feira, com a moeda de Brasil se beneficiando do ambiente externo mais amigável a ativos de risco, mas ainda cuidadoso com a situação comercial entre EUA e China. O dólar à vista teve variação negativa de 0,09%, para 3,9758 reais na venda. O dólar futuro recuava 0,70%. A divisa norte-americana oscilou no interbancário entre alta de 0,42% e queda de 0,33% . Na véspera, o dólar havia fechado em alta de 0,88%, a 3,9792 reais, máxima em cerca de três semanas. O real operou em sintonia com o sentimento por ativos de risco no exterior, que permitiu ganhos de outras moedas de emergentes, como rublo de Rusia, rand sul-africano, lira turca e peso colombiano. Donald Trump diminuir a gravidade do combate comercial com a China, classificando-a como uma pequena fricção. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Ainda que as negociações comerciais não entraram em colapso, trump declarou. O noticiário local sobre a reforma da Previdência não trouxe grandes novidades. Paulo Guedes voltou a exortar o Congresso a aprovar a proposta que muda as normas das aposentadorias. Paulo Guedes é o ministro da Economia. Guedes declarou que o governo já trabalha com crescimento menor para a economia neste ano, de 1,5%. A fraqueza da atividade tem alimentado especulações de que o Banco Central possa voltar a diminuir a Selic, movimento que comprimiria mais os regressos oferecidos pelo país a investidores estrangeiros –o que desestimula ingresso de dólares. Analistas consultados pelo BofA pioraram o cenário para a moeda de Brasil, passando a ver dólar mais alto. Nove por cento dos entrevistados em sondagem projetam dólar acima de 4 reais no fim do ano, contra 3% um mês atrás. A maioria dos entrevistados vê o dólar entre 3,81 e 4 reais. No mês passado, o maior percentual entre os participantes entrevia o câmbio entre 3,60 e 3,80 reais no final de 2019. Na véspera, o Morgan Stanley aumentou a projeção do dólar para os próximos trimestres, calculando taxa de 4,10 reais ao fim de junho, calculando mais ruídos da agenda de reformas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dólar flerta com R$4 e ameaça quebrar norma técnica em busca de novas máximas
>>>>>Com exterior ameno, dólar tem leve baixa ante real, mas segue perto de R$4 – May 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Dólar tem leve queda na sessão, mas engata 5ª semana consecutiva de alta ante real – May 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar fecha em alta com aumento de incerteza tarifária entre EUA e China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índice recua na abertura com exterior negativo – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Mercado monitora Previdência e exterior e leva dólar a maior queda desde 1º de abril – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Dólar toca R$4, mas desacelera por realização de lucros e Previdência – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Modelo atual de Previdência está condenado à falência, diz Guedes – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Previdência: relator quer encerrar debates na Comissão Especial até 29 de maio – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Redes sociais viram palanque de críticas e apoio à reforma da Previdência – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Wall St cai com cautela de investidor sobre comércio – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ações fecham em queda com investidor reagindo a ameaça tarifária de Trump contra China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa recua com reviravolta em negociações EUA-China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump anuncia aumento de tarifa dos EUA sobre produtos da China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Em reviravolta, Trump anuncia aumento de tarifas dos EUA sobre produtos chineses – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St fecha em queda com aumento de tensões comerciais – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St fecha em queda com ameaças de Trump contra China, mas fica longe de mínimas – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Nasdaq bate recorde com dados de emprego respaldando otimismo com economia – May 03, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Morgan Stanley aumenta estimativas para dólar ante real, cita incerteza com Previdência – May 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Dólar fecha na máxima em quase 3 semanas ante real com exterior; supera R$4 no pico – May 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar tem maior queda em mais de 1 mês ante real com articulação por Previdência e exterior – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 dólar 0 110 NONE 12 O dólar futuro: 1, O dólar: 3, o dólar: 6, o dólar futuro: 1, dólar: 1
2 eu 80 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
3 reais 400 0 NONE 5 os 4 reais: 1, 3,9758 reais: 1, 3,9962 reais: 1, 3,80 reais: 1, 4 reais: 1
4 moeda 80 0 NONE 4 a moeda: 2, a moeda brasileira: 2
5 movimento 0 0 NONE 4 um movimento: 2, movimento: 2
6 real 240 160 NONE 3 o real: 1, O real: 2
7 especulações 0 120 NONE 3 especulações: 3
8 4 240 0 NONE 3 4 reais: 3
9 encerramento 0 0 NONE 3 um encerramento: 1, um fechamento: 2
10 esta 0 0 NONE 3 esta: 3