Fontes desdizem depoimento de Sessions de que se opôs a encontros com a Rússia

Por: SentiLecto

– três pessoas refutaram Jeff Sessions de que ele se opôs a uma proposta de a equipe de campanha de o presidente Donald Trump em 2016 para encontros com os russos que declararam em a Reuters terem falado sobre o tema aos investigadores do procurador especiaJeff Sessions de que ele se opôs a uma proposta da equipe de campanha do presidente Donald Trump em 2016 para encontros com os russos foi refutado por três pessoas que declararam na Reuters terem falado sobre o tema aos investigadores do procurador especial Robert Mueller ou comitês do Congresso. Jeff Sessions é o depoimento do procurador-geral dos EUA. Jeff Sessions é o depoimento do procurador-geral dos EUA.Faz 1 ano, Sessions testemunhou reagiu em a proposta feita por o ex-assessor de campanha George Papadopoulos em uma reunião de a campanha de 31 de março de 2016.Então um senador do Alabama, Sessions presidiu a reunião como chefe da equipe de política externa da campanha Trump. Sessions ao Comitê Judiciário da Câmara em 14 de novembro, quando perguntado se ele lutou a proposta de contato com a Rússia feita por Papadopoulos. declarou: “Sim, eu reagi”. Sessions também foi entrevistado por Mueller depois disso. Três pessoas que participaram da reunião da campanha em março de 2016 declararam à Reuters que deram sua versão dos eacontecimentosaos agentes do FBI ou aos investigadores do Congresso imencionandoa interferência rde Rusianas evotaçõesde 2016. Ser identificados, declararam que Sessions não disse objeções à ideia de Papadopoulos. N, embora os relatos feitos à Reuters, que não pôde determinar se Mueller está investigando discrepâncias nos relatos da reunião de março de 2016, tenham diferenças em certos aspectos, todos os três, que se rrejeitaramao entanto, outro participante da reunião, J.D. Gordon, que era o diretor de segurança nacional da campanha Trump, ddeclarouaos meios de comunicação, incluindo a Reuters, em novembro, que Sessions se opôs fortemente à proposta de Papadopoulos e dideclarouue ninguém deteria que tocarovamente no astemaEm resposta a um pedido de observação, Gordon reafirmou no sábado sua declaração. Sessions, por meio da porta-voz do Departamento de Justiça, Sarah Isgur Flores, rejeitou-se a comentar além de seu depoimento prévio. O escritório do procurador especial também se rejeitou a comentar. A porta-voz dos Democratas e Republicanos no Comitê Judiciário da Câmara não comentou imediatamente. Se divulgaram as três testemunhas que as três testemunhas, que não , erguem novas questões sobre o depoimento de Sessions sobre o caso. Sessions inicialmente não revelou ao Congresso as reuniões que ele teve com o ex-embaixador de Rusia Sergey Kislyak e Faz 5 meses, testemunhou que não tinha conhecimento de funcionários de campanha se comunicavam com os russos. Alguns democratas assinalaram as discrepâncias no depoimento de Sessions para propor que o procurador-geral pode ter cometido falso depoimento. Uma denúncia criminal exigiria mostrar que Sessions teve a intenção de iludi. Sessions declarou ao Comitê Judiciário da Câmara que sempre declarou a verdade e exibiu o melhor de suas lembranças. Experts jurídicos disseram opiniões anômalo sobre a significação das contradições mencionadas pelas três fontes. Sessions pode argumentar não recordar corretamente dos eventos ou interpretar sua resposta de forma diferente, fazendo com que qualquer contradição não seja intencional, declararam alguns experts. Ele declarou: “Os promotores procuram algo, se você está falando de declarações falsas que seja concreto e claro”.

– Jeff Sessions demitiu a ex-autoridade número dois do FBI Andrew McCabe na sexta-feira, levando McCabe a declarar que foi demitido por ser uma testemunha crucial no caso que apura se o presidente Donald Trump tentou obstruir um inquérito sobre a Rússia. Jeff Sessions é o secretário de Justiça dos Estados Unidos. Em um comunicado na sexta-feira, Sessions declarou que justificava a demissão de McCabe após uma agência reguladora interna do Departamento de Justiça havia descoberto que ele teria vazado informações a jornalistas e mentido a investigadores sobre seus atos. “O FBI espera que cada empregado se atenha aos mais altos níveis de honestidade, integridade e responsabilidade”, afirmou Sessions. McCabe, que desempenhou um papel crucial nos inquéritos do FBI sobre Hillary Clinton e a interferência de Rusia nas votações de 2016, negou as denúncias e declarou estar enfrentando retaliações do governo Trump. Em um longo comunicado, McCabe declarou que acredita ser um alvo político por ter confirmado as denúncias do ex-diretor da FBI James Comey de que Trump teria pressionado pelo fim dos inquéritos sobre a Rússia. Trump removeu Comey da posição no ano passado e admitiu em uma entrevista televisionada que demitiu Comey por conta do “negócio da Rússia”. A demissão de McCabe ocorreu dois dias antes de seu aniversário de 50 anos, data na qual ele estaria elegível a se aposentar do FBI com seu salário integral. A demissão – que vem depois de nove meses da demissão de Comey por Trump – coloca em risco a aposentadoria de McCabe. Se McCabe teria recebido uma penalização mais severa, a demissão também deve erguer questionamentos sobre do que o normal devido à pressão política do presidente republicano,que aagrediuMcCabe no Twitter e pediu sua saída. “Eu estou sendo discriminado e tratado desta forma por causa do papel que desempenhei, as ações que tomei, e os acontecimentos que testemunhei após a demissão de James Comey”, declarou McCabe em seu comunicado. “Este ataque à minha credibilidade é parte de um esforço maior para manchar o FBI, as autoridades de iinquéritoe inteligência de mformageral.” Trump postou uma mensagem em sua conta no Twitter mais cedo neste sábado, elogiando a ação e agredindo tanto McCabe quanto Comey. Faz 2 meses, McCabe estava, mas esperava sua aposentadoria.

Faz 1 mês, havia agredido o FBI e congressistas investigando suposta interferência de a Rússia em a votação presidencial de 2016 havia que o foco excessivo em a Rússia havia levado investigadores federais a ignorar sinais que poderiam ter aniquilava em a escola em a Flórida npassada, em o domingo 18 de fevereiro o presidente de os Estados Unidos Donald Trump e declarado prevenido o.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Russian Federation

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Fontes desdizem depoimento de Sessions de que se opôs a encontros com a Rússia
>>>>>Ex-número 2 do FBI McCabe é demitido e diz ser alvo de perseguição política – March 17, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jeff Sessions 150 211 PERSON 24 (tacit) ele/ela (referent: Sessions): 5, (tacit) ele (referent: Sessions): 1, Sessions: 11, Jeff_Sessions (apposition: O secretário de Justiça_dos_Estados_Unidos): 1, ele (referent: Sessions): 4, Jeff_Sessions (apposition: O testemunho de o procurador-geral de os EUA): 2
2 McCabe 0 96 PERSON 16 (tacit) ele/ela (referent: McCabe): 3, McCabe: 7, McCabe e: 2, ele (referent: McCabe): 1, (tacit) ele/ela (referent: McCabe e): 3
3 eu 0 60 NONE 6 eu: 1, Eu: 1, (tacit) eu: 4
4 Reuters 0 0 ORGANIZATION 6 a Reuters: 5, (tacit) ele/ela (referent: a Reuters): 1
5 Donald Trump 0 10 PERSON 4 o presidente Donald_Trump: 1, Trump: 3
6 Comitê Judiciário da Câmara 0 0 ORGANIZATION 4 o Comitê_Judiciário_da_Câmara: 4
7 a Rússia 0 0 PLACE 4 a Rússia: 3, a Rússia feita: 1
8 pessoas 0 0 NONE 4 três pessoas: 2, Três pessoas: 2
9 Comey 0 0 ORGANIZATION 3 Comey: 2, Comey de o cargo: 1
10 Gordon J.D. 0 0 PERSON 3 J.D._Gordon: 2, Gordon: 1