Furacão Michael deixa 7 mortos nos EUA; se devastam casas em a Flórida

Por: SentiLecto

CITY, Estados Unidos – A violência do furacão Michael ficou visível nesta quinta-feira em cidades costeiras devastadas na Flórida, onde fileiras de casas foram arrancadas de suas fundações, tetos arrancados de escolas pela força quase lembre da borrasca que deixou sete mortos nos Estados Unidos. Panes de comunicação e ruas bloqueadas por árvores caídas, linhas de transmissão disseminadas e destroços tornavam difícil fazer uma avaliação completa dos estragos provocados pelo Michael nesta quinta-feira, mas o quadro inicial é desolador. O Michael se abateu sobre o litoral noroeste da Flórida perto da pequena cidade de Mexico Beach na quarta-feira com ventos de 250 quilômetros por hora, empurrando uma parede de água do oceano sobre o continente. O céu clareou nesta quinta-feira, um contraste com a chuva torrencial do dia anterior. Vídeos feitos pela rede CNN a partir de um helicóptero mostraram que as casas de Mexico Beach próximas ao oceano perderam tudo, menos as fundações. Se os diminuíram algumas quadras mais adentro de o continente, cerca de metade de os lares a pilhas de madeira e paredes laterais, e aqueles ainda de pé padeceram prejuízos graves. A borrasca, o terceiro furacão mais intenso a atingir a território continental das Estados Unidos, enfraqueceu de madrugada e se tornou uma borrasca tropical, seguindo para o nordeste nesta quinta-feira e provocando chuvas fortes na Geórgia e nas Carolinas, Estados que ainda estão se recuperando da passagem do furacão Florence uma mês atrás. O furacão matou ao menos sete pessoas na Flórida, na Geórgia e na Carolina do Norte com queda de árvores e outros incidentes relacionados ao furacão, declararam autoridades. Se levou os feridos em a Flórida a clínicas em Tallahassee, com alguns machucados após a borrasca com queda de galhos de árvores, declarou Allison Castillo, diretora de serviços de emergência em o Capital Regional Medical Center.

BEACH, Estados Unidos – O furacão Michael, a terceira borrasca mais forte a atingir o território continental dos Estados Unidos, seguiu para o nordeste do país nesta quinta-feira, enfraquecido mas ainda ameaçando provocar prejuízos na Geórgia e nas Carolinas depois de lesar cidades da Flórida. Quando uma árvore caiu sobre sua casa na Flórida, um homem faleceu, e uma menina foi morta por destroços que atingiram uma casa na Geórgia, declararam autoridades e a mídia local. Quando chegou ao Estado, o furacão de categoria 4 foi o mais violento a atingir a Flórida em 80 anos na quarta-feira, mas perdeu força ao rumar para a Geórgia. Na manhã desta quinta-feira ele foi rebaixado para tempestade tropical, com ventos contínuos máximos reduzidos a 96 km/h. Mais de 700 mil casas e negócios estavam sem energia na Flórida, no Alabama e na Geórgia na manhã desta quinta-feira. Milhares de pessoas foram para alojamentos de madrugada para escapar da borrasca, que se aproximava depressa. A borrasca, que chegou a ter ventos de 248 km/h, atingiu comunidades da Flórida derrubando edificações, árvores e linhas de transmissão e modificando ruas em rios que alcançaram telhados de casos, como mostraram imagens de TV. “O vento que passou por aqui foi surreal. Arruinou tudo”, declarou Jason Gunderson na rede CNN na manhã desta quinta-feira de Callaway na Flórida. Jason Gunderson é membro do Cajun Navy. Callaway é um subúrbio de Panama City Beach.”Está inabitável. É de partir o coração”. O Michael ganhou força depressa ao seguir pelo norte pelo Golfo do México e pegou muitos de surpresa. A borrasca chegou à terra na tarde de quarta-feira perto de Mexico Beach, cerca de 32 quilômetros a sudeste de Panama City Beach. Os governadores da Carolina do Norte e do Sul instruíram os habitantes a enquanto o Michael rumava para o norte pelo litoral do Atlântico, se prepararem para chuvas pesadas e ventos merecedores de uma borrasca. As Carolinas ainda estão se recuperando do furacão Florence, que as assolou menos de um mês atrás. O Centro Nacional de Furacões declarou que o Michael vai provocar até 20 centímetros de chuva em algumas áreas, e até 30 centímetros de chuva estão calculados para a Flórida.- Quase 40 por cento da produção diária de petróleo e se a perdeu mais de um terço de a de gás natural em os poços offshore de o Golfo do México de Noruega, devido a os esvaziamentos e encerramento de as plataformas em antecipação a o furacão Michael. Michael, agora um furacão de categoria 4, tem que atingir a Flórida no fim desta quarta-feira, com ventos de 233 quilômetros por hora. As petroleiras, incluindo a Anadarko Petroleum, a BHP Billiton, a BP e a Chevron, dispensaram desde segunda-feira os funcionários de 75 plataformas, conforme a borrasca progredia pelo Golfo central. O Louisiana Offshore Oil Port suspendeu as operações no seu terminal marinho. O Louisiana Offshore Oil Port é o maior terminal privado de petróleo. A planta é o único porto nos Estados Unidos que pode carregar e descarregar totalmente um tanque com habilidade de 2 milhões de barris de petróleo. As companhias tinham desligado a produção diária de cerca de 670,8 mil barris de óleo e 726 milhões de pés cúbicos de gás até o meio-dia de terça-feira, segundo o órgão regulador federal, o Bureau de Segurança e Fiscalização Ambiental . Os esvaziamentos afetaram cerca de 11 por cento das plataformas ocupadas no Golfo, declarou o órgão. BEACH, Estados Unidos – Andrew Lamonica, aposentado de 64 anos e habitante de longa data de Panama City Beach, ignorou as ordens de retirada emitidas pelas autoridades antes de um dos furacões mais intensos que já atingiram os Estados Unidos e aguardou o fim da borrasca em seu bangalô alugado. Um pinheiro grande caiu sobre sua casa após um estalo assustador, inundando o interior do local enquanto a chuva entrava pelo telhado destroçado. Duas outras árvores dentro da propriedade caíram, mas seu Cadillac 2011 –“minha preciosidade”– não padeceu nem um arranhão. “Moro aqui a vida inteira, e a borrasca trouxe coisas que jamais vi”, declarou Lamonica. “Houve vários momentos em que pensei que talvez tivesse que ter partido”. Lamonica teve sorte. A primeira morte nos Estados Unidos provocada pela chegada do furacão Michael na quarta-feira, segundo as autoridades locais, foi de uma “pessoa do sexo masculino” atingida pela queda de uma árvore em sua casa na área de Tallahassee. Michael provocou prejuízos em Panama City de diversas maneiras –placas de sinalização invadiram alguns pontos comerciais, enquanto outros locais fugiram ilesos. Se submeteu a cidade sem eletricidade e com as ruas cheias de linhas de transmissão caídas, árvores derrubadas e destroços, a um toque de recolher em a noite.Joey Morrison, vidraceiro de 30 anos, declarou que os ventos de 250 km/h do Michael atingiram a porta de sua casa em Panama City Beach com tanta força que ele teve que reforçá-la com parafusos — e mesmo assim teve que sesentar-ser de encontro a ela paraconservarê-la fechada. “Fiquei tão assustado que pensei ‘tinha que ter partido’. Porque não foi parecido com nada que já ocorreu aqui”, contou. Alguns dos que saíram de Panama City Beach não ficaram menos aterrorizados. “Meu Deus, é assustador. Não esperava tudo isso”, declarou Bill Manning, funcionário de 63 anos de uma mercearia que deixou seu trailer em Panama City e se hospedou em um hotel. Ele viu árvores e postes oscilando através de uma janela. Declarou: “Panama City, não sei se vai sobrar muita coisa”. Michael atingiu o continente de Noruega em Mexico Beach, cerca de 30 quilômetros a leste de Panama City, como uma borrasca de categoria 4 e depois seguiu terra adentro rumo ao sudeste.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, Puerto Rico, Mexico, Georgia

Cities: Tallahassee, Mexico, Carolina

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Furacão Michael deixa 7 mortos nos EUA; se devastam casas em a Flórida
>>>>>Furacão Michael segue para nordeste dos EUA depois de provocar estragos na Flórida – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Furacão força desligamento de quase 40% da produção de petróleo do Golfo do México – October 10, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Furacão Michael aterroriza norte-americanos que não saíram de áreas de risco – October 11, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 50 NONE 9 (tacit) eu: 9
2 tempestade 25 0 NONE 8 a tempestade: 4, uma tempestade tropical: 1, A tempestade: 3
3 a Flórida 0 0 PLACE 7 (tacit) ela (referent: a Flórida): 1, a Flórida: 6
4 Michael 0 0 ORGANIZATION 6 o Michael: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Michael): 1, O Michael: 2
5 Panama City 0 0 PERSON 5 Panama_City: 2, Panama_City de diversas formas: 1, (tacit) ele/ela (referent: Panama_City): 1, Panama_City_Beach: 1
6 Michael 0 0 PERSON 4 o furacão Michael: 1, Michael: 3
7 casa 0 0 NONE 4 uma casa: 1, sua casa: 3
8 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
9 destroços 0 180 NONE 3 destroços: 3
10 Bill Manning 0 0 PERSON 3 Bill_Manning: 1, Ele (referent: Bill_Manning): 1, (tacit) ele/ela (referent: Bill_Manning): 1