GM declara que negocia condições para investir R$10 bi no Brasil entre 2020 e 2024

Por: SentiLecto

– A GM, que realçou que o plano de investimento que será deduzido em 2019 admira a renovação completa da linha de produtos Chevrolet, anunciou neste sábado que está negociando “condições de viabilidade” para investir 10 bilhões de reais no Brasil no fase de 2020 a 2024, após ter advertido no mês passado que novos investimentos dependeriam de um plano para a companhia voltar a lucrar no país. Ainda que está deduzindo um plano de investimento de 13 bilhões de reais no fase de 2014 a 2019, a montadora alegou. Carlos Zarlenga em nota declarou: “Como líderes de mercado, estamos assumindo a responsabilidade de encarar de frente os desafios de competividade que vive a indústria para viabilizar um futuro sustentável aos nossos negócios e o devido regresso aos acionistas”. Carlos Zarlenga é o presidente da GM Mercosul. “Continuamos trabalhando com os sindicatos, concessionários, provedores e governo com o objetivo de viabilizar este novo e complementar investimento de 10 bilhões de reais nas fábricas de São Caetano do Sul e São José dos Campos”, adicionou ele.; desenvolvimento de novas tecnologias de eficiência energética dentro do Programa INOVAR Auto; e novas tecnologias de conectividade. O plano 2014-2019 inclui ainda expansões nas fábricas de São Caetano do Sul e de Gravataí; aumento da fábrica de Joinville, que teve a habilidade aumentada de 120 mil para 450 mil motores por ano; e implementação de inovadoras tecnologias de manufatura 4.0 nas fábricas de São Caetano do Sul, Gravataí e Joinville. “Estes investimentos levaram a marca Chevrolet à liderança do mercado, posição que mconservadesde outubro de 2015″, completou.

– O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social informou nesta terça-feira que concedeu 69,3 bilhões de reais em empréstimos em 2018, uma queda de 2 por cento em relação ao ano anterior. Enquanto as consultas ficaram estáveis em 98,8 bilhões de reais, segundo banco de fomento, as aprovações de financiamentos novos aumentaram 27 por cento no comparativo anual, a 94,9 bilhões de reais. – O governo central concluiu 2018 com déficit primário de 120,258 bilhões de reais, quinto resultado consecutivo no vermelho, mas com larga margem em relação ao rombo de 159 bilhões de reais estipulado como meta. Faz 2 meses, o déficit primário foi de 31,784 bilhões de reais, divulgou o Tesouro em esta terça-feira, em dezembro. – O setor público consolidado brasileiro concluiu 2018 com déficit primário de 108,258 bilhões de reais, ou 1,57 por cento do Produto Interno Bruto , após um rombo de 41,133 bilhões de reais em dezembro, divulgou o Banco Central nesta quinta-feira. Este foi o quinto dado anual negativo seguido nas contas públicas, mas dentro, com larga margem, da meta de 161,3 bilhões de reais estabelecida pelo governo como meta fiscal. Faz 1 ano, em um reflexo de o descasamento entre receitas e despesas, a dívida bruta subiu 2,6 pontos percentuais, para 76,7 por cento de o PIB. Já a dívida líquida aumentou 2,2 pontos percentuais, a 53,8 por cento do PIB.

Na sábado 19 de janeiro – A General Motors advertiu seus funcionários no Brasil de que novos investimentos locais dependem de um doloroso plano para voltar a lucrar no país, de acordo com um memorando visto pela Reuters neste sábado. Em uma mensagem divulgada nas fábricas de Brasil, o principal executivo da GM para o Brasil e a Argentina, Carlos Zarlenga, havia declarado que após incorrer em fortes perdas nos últimos três anos, a operação havia atingido “um momento crítico que exigia sacrifícios de todos”. O memorando havia referido-se a observações feitas pelava presidente-executiva, Mary Barra, durante uma apresentação a investidores nsobre desafios na América do Sul. “Não continuaremos empregando capital para perder dinheiro”, havia declarado ela, em trecho mencionado por Zarlenga. Representantes da GM no Brasil não haviam comentado imediatamente o memorando, que havia sido noticiado inicialmente pelo jornal O Estado de S.Paulo. O tom sombrio havia sido um choque para alguns dos funcionários no Brasil, onde a GM havia ultrapassado a Volkswagen e a Fiat Chrysler Automobiles, tornando-se a líder em vendas no setor, no momento em que a economia se recuperando lentamente de uma forte recessão. Renato Almeida havia chamado o comunicado da GM de “absurdo”. Renato Almeida é o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos. “A companhia estava passando por um bom momento no Brasil, havia declarado ele. “Não existia justificativo para eles proporem que fecharão as operações”. Faz 1 ano, Zarlenga havia elogiado uma nova família de carros de baixo preço que estava chegando em as concessionárias brasileiras este ano, sublinhando a melhoria em uma entrevista em a Reuters, em abril de 2018.le havia declarado que as diminuições de preço durante a recessão, incluindo um corte de 35 por cento nos postos de trabalho brasileiros, havia levado a um pequeno lucro na América do Sul em 2017.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Caetano Do Sul, Joinville, Sao Jose Dos Campos

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>GM declara que negocia condições para investir R$10 bi no Brasil entre 2020 e 2024
>>>>>Desembolsos do BNDES caem 2% em 2018, a R$69,3 bi – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Governo central fecha 2018 com rombo primário de R$120,3 bi, folga de R$38,7 bi sobre a meta – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Setor público consolidado tem déficit primário de R$41,133 bi em dezembro e de R$108,258 bi em 2018 – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 o Brasil 125 0 PLACE 7 o Brasil: 5, (tacit) ele/ela (referent: o Brasil): 1, ele (referent: o Brasil): 1
2 GM 0 0 ORGANIZATION 7 a GM: 1, (tacit) ele/ela (referent: A GM): 4, A GM: 2
3 nós 80 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
4 Carlos Zarlenga 0 0 PERSON 5 Zarlenga: 2, Ele (referent: Zarlenga): 1, Carlos_Zarlenga: 1, Carlos_Zarlenga (apposition: o presidente de a GM_Mercosul): 1
5 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
6 memorando 0 0 NONE 4 um memorando visto: 1, o memorando: 2, O memorando: 1
7 plano 0 60 NONE 2 O plano: 1, um doloroso plano: 1
8 dívida 0 50 NONE 2 a dívida bruta: 1, a dívida líquida: 1
9 governo 160 0 NONE 2 O governo central: 1, o governo: 1
10 recessão 80 0 NONE 2 a recessão: 1, uma forte recessão: 1