Indicado de Trump à Suprema Corte nega alegação de assédio; acusadora deseja depor

Por: SentiLecto

Nquanto a advogada da acusadora declarou, brett Kavanaugh, mencionado à Suprema Corte pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou nesta segunda-feira as alegações de que teria abusado sexualmente de uma mulher há 36 anos de “completamente falsas”, e que a mulher está disposta a depor diante de uma delegação do Senado que tem que votar a indicação do juiz nesta semana.Em um dia de eventos rápidos, todos os 10 integrantes democratas do Comitê Judiciário do Senado, que está supervisionando o processo de confirmação de Kavanaugh, mandaram uma carta pedindo que a eleição marcada para quinta-feira seja protelada para que o FBI possa investigar a alegação.

No entanto, a existência da carta e alguns detalhes de seu conteúdo se tornaram públicos nos últimos dias.

Christine Blasey Ford acusou Kavanaugh de agredi-la edesnudari-la ncomeçoio dos anos 1980, quando ambos cursavam o ensino médio.

Ford, agora uma pesquisadora da área de psicologia de 51 anos na Califórnia, declarou ao Washington Post que mandou uma carta em julho à deputada democrata Anna Eshoo relatando o incidente, mas requereu confidencialidade na época.

“Essa é uma alegação completamente falsa. Jamais fiz nada como o que a acusadora descreve — a ela ou a qualquer um”, declarou Kavanaugh em comunicado emitido pela Casa Branca. Kavanaugh declarou: “Como isso jamais ocorreu, eu não tinha a menor ideia de quem estava fazendo essa denúncia até ela se identificar ontem”.

“Estou disposto a conversar com o Comitê Judiciário do Senado de qualquer maneira que o comitê considerar apropriada para refutar essa alegação falsa, de 36 anos atrás, e defender minha integridade”, adicionou.

Kavanaugh, cujo comunicado foi o segundo negando a alegação, mas o primeiro desde que Christine se identificou publicamente, esteve na Casa Branca na manhã desta segunda-feira, alegou uma autoridade da Casa Branca.

A denúncia ameaça complicar sua indicação, que precisa ser aprovada primeiro pelo Comitê Judiciário do Senado e depois por toda a Casa, que tem uma pequena maioria de correligionários de Trump. Uma eleição do comitê está agendada para quinta-feira, poucas semanas antes das votações parlamentares de novembro.

Alguns republicanos do comitê declararam que a acusadora teria que ter a chance de contar sua história, visão ecoada por Kellyanne Conway, uma das principais assessoras da Casa Branca. Em entrevistas veiculadas por redes de TV na manhã desta segunda-feira, Debra Katz, que respondeu no programa “This Morning”, da CBS: “Ela está disposta a fazê-lo, ela precisa fazê-lo”, advogada de Christinacolhidada em Washingtondeclarouse que sua cliente gostaria de falar publicamente.

Mas seus observações deram a compreender que qualquer audiência pública poderia ser explosiva. Christine, hoje uma professora na Califórnia, acredita que as supostas ações de Kavanaugh foram uma “tentativa de estupro”, e Sua advogada no programa “Today”, da NBC declarou: “que se não fosse pela embriaguez extrema de Brett Kavanaugh, ela teria sido estuprada”.

Debra declarou à CBS que Christine havia bebido uma cerveja, mas que não estava embriagada.

Chuck Grassley planeja conversar com Kavanaugh e sua suposta vítima antes da eleição agendada, de acordo com o porta-voz do comitê. Chuck Grassley é presidente do Comitê Judiciário do Senado.

Jeff Flake exortou este a protelar a eleição até escutar Christine Jeff Flake é seu colega de partido no comitê., e Lindsey Graham sediou a proposta de um testemunho da acusadora Lindsey Graham é outro republicano do comitê., mas declarou que isso deveria “ser feito imediatamente para que o processo continue como programado”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Indicado de Trump à Suprema Corte nega alegação de assédio; acusadora deseja depor
>>>>>Acusadora de indicado para Suprema Corte dos EUA vai a público com denúncias, diz Washington Post – September 16, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 10 140 NONE 9 (tacit) eu: 8, eu: 1
2 Brett Kavanaugh 0 50 PERSON 6 Kavanaugh: 4, Brett_Kavanaugh: 2
3 Christine Ford Blasey 0 0 PERSON 5 Christine sediada: 1, Christine_Blasey_Ford: 1, Christine: 3
4 CBS 0 0 ORGANIZATION 3 a CBS: 3
5 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
6 acusação 0 100 NONE 2 essa acusação: 1, A acusação: 1
7 alegação 0 80 NONE 2 a alegação: 1, uma alegação completamente falsa: 1
8 ideia 0 40 NONE 2 a menor ideia: 2
9 os 10 integrantes democratas de o comitê_judiciário_do_senado 160 0 NONE 2 os 10 integrantes democratas de o Comitê_Judiciário_do_Senado: 2
10 a Califórnia 30 0 PLACE 2 a Califórnia: 2