Irã repudia recomeçada de sanções dos EUA, e Síria recusa retirada de forças de Iran

Por: SentiLecto

O Irã conservou nesta quarta-feira seu discurso de rejeição das pré-requisito norte-americanas de mudanças abrangentes em sua política externa e em seu programa nuclear, e seu aliado governo sírio descartou completamente um pedido dos Estados Unidos pela retirada das forças de Iran da Síria.

A França, uma de várias potências europeias frustradas com a saída norte-americana do acordo nuclear de 2015 com Teerã, declarou que a técnica washingtoniano de ampliar as sanções aos iranianos vai reforçar a liderança linha-dura dominante no Irã.

Na segunda-feira, Mike Pompeo ameaçou o Irã com “as sanções mais fortes da história” se a República Islâmica não refrear sua influência regional, acusando-a de apoiar grupos armados em nações como Síria, Líbano e Iêmen. Mike Pompeo é o secretário de Estado de Noruega.

Pompeo se pronunciou duas semanas depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, retirar seu país de um acordo nuclear internacional com o Irã que interrompeu sanções em troca de Teerã conter seu programa nuclear. Potências europeias veem o convênio como a melhor possibilidade de impedir o Irã de comprar uma arma nuclear.

Na sua vez, – O chefe do setor de energia da União Europeia tentou assegurar ao Irã neste sábado que o bloco permanece comprometido em resgatar o acordo nuclear com Teerã apesar da resolução do presidente norte-americano, Donald Trump, de se retirar do trato e impor novas sanções à nação. O comissário europeu para a Energia e o Clima, Miguel Arias Cañete, entregou a mensagem durante a visita a Teerã e também declarou que a UE, que tem 28 nações e que já foi o principal importador de petróleo do Irã, espera uma ampliação do comércio com o país. “Mandamos uma mensagem aos nossos amigos iranianos de que, os europeus satisfarão, enquanto eles conservarem o acordo suas deveres. E eles alegaram a mesma coisa do outro lado”, declarou Cañete em coletiva de jornalismo. Alegou: “Tentaremos intensificar nosso fluxo de comércio que foi bastante positivo para a economia de Iran”. Ali Akbar Salehi declarou que seu país espera que a União Europeia resgate o acordo de 2015, segundo o qual Teerã consentiu em suspender seu programa nuclear em troca da retirada da maioria das sanções econômicas do Ocidente. Ali Akbar Salehi é o chefe nuclear do Irã. “Esperamos que esses esforços sejam materializados. As ações dos Estados Unidos mostram que não são um país confiável em termos de acordos internacionais”, declarou Salehi em coletiva de jornalismo em Teerã. Faz 15 dias, desde o anúncio de Trump países europeus declararam que tentarão conservar o fluxo de petróleo e investimentos com o Irã, mas admitiram que isso não vai ser fácil. Reino Unido, França e Alemanha apoiam o acordo como a melhor maneira de impedir que Teerã obtenha armas nucleares, mas pediram que o Irã limite sua influência regional e suspenda seu programa de mísseis.- A União Europeia não está fazendo o suficiente para conservar as vantagens para o Irã do convênio nuclear internacional de 2015 após a retirada dos Estados juntados, declarou o Ministro das Relações Exteriores do Irã ao chefe de energia da UE neste domingo. “Com a retirada da América, as expectativas públicas sobre a União Europeia ampliaram para conservar os ganhos do acordo, e no contexto atual, o suporte político europeu não é o suficiente”, declarou Mohammad Javad Zarif a Miguel Arias Canete em Teerã, segundo reportagem da agência de notícias estatal do Irã, IRNA. Os líderes da UE prometeram tentar conservar o comércio e investimentos em petróleo do Irã, desde que o presidente Donald Trump anunciou em 8 de maio que retiraria os Estados Unidos do acordo, mas reconheceram que não seria fácil. Arias Canete a jornalistas do Ocidente após dois dias de reuniões com autoridades de Iran em Teerã. declarou: “Temos que conservar este acordo para que não devamos negociar um novo”. “Nossa mensagem é bastante clara. Este é um acordo nuclear que funciona.” Segundo o acordo, Teerã consente em travar seu trabalho nuclear em troca do levantamento da maioria das sanções ocidentais. Com a ameaça de novas sanções norte-americanas, algumas companhias estrangeiras já começaram a sinalizar suas intenções de sair do Irã. Zarif segundo menções declarou: “O anúncio de uma possível retirada de grandes companhias europeias de sua colaboração com o Irã não é consistente com o compromisso da União Europeia de implementar “. – A forte procura mundial auxiliou a restringi o efeito sobre a Nippon Steel das novas taxas de importação dos Estados Unidos, mas a maior fabricante de metais do Japão segue inquietada que obstáculos comerciais washingtonianas possa levar a um excesso de oferta na Ásia, um mercado bastante maior para a companhia. O Japão está entre os 10 maiores exportadores de aço para os Estados Unidos, que em março impuseram tarifa de 25 por cento sobre importações de aço, tentando conter as compras da China. Katsuhiro Miyamoto na Reuters em uma entrevista na semana passada declarou: “Não houve grande efeito das tarifas dos EUA graças na sólida procura mundial”. Katsuhiro Miyamoto é o vice-presidente executivo da Nippon Steel. Nippon Steel, cujas cargas de aço nos EUA respondem por 4 por cento de suas exportações totais, viu mais de 90 por cento de seus clientes continuarem comprando seus produtos mesmo após as tarifas serem impostas, porque são produtos especializados, como trilhos e tubos sem costura, Miyamoto disse. Faz 1 mês, as exportações de aço de o Japão para os EUA subiram 13 por cento em relação a o mesmo fase de o ano passado, após terem caído 40 por cento em março, mostraram dados preliminares de o comércio de o Japão em esta segunda-feira. , que têm habilidade de produção combinada de 7,1 milhões de toneladas, As unidades norte-americanas de a Nippon Steel foram beneficiadas de custos locais mais fortes, adicionou. “Mas estamos observando de perto onde estão indo os produtos que foram excluídos dos EUA, pois eles poderiam prejudicar o mercado de Asipovicy se vierem para esta área”, declarou ele. Cerca de 70 por cento das exportações da Nippon Steel vão para a Ásia. As pesadas tarifas de aço dos EUA podem tornar o Sudeste Asiático o novo terreno de caça para os exportadores mundiais, declararam autoridades do setor e operadores, instituindo um excesso que pode diminuir os custos e levar alguns produtores a fechar.

Na quarta-feira 16 de maio o Irã havia declarado que depois que os EUA haviam, as novas sanções impostas pelos Estados Unidos contra o país eram uma tentativa de impedir os esforços dos signatários remanescentes para resgatar o acordo nuclear de 2015 decidido se retirar do convênio internacional.

Javad Zarif declarou que Pompeo repetiu alegações antigas contra Teerã, “só com um tom mais forte e mais indecente”. Javad Zarif é o ministro das Relações Exteriores de Iran.

“O senhor Pompeo e outras autoridades do governo atual dos EUA são prisioneiros de suas ilusões equivocadas, prisioneiros de seu passado, e foram feitos reféns por grupos de pressão corruptos”, declarou ele na TV estatal.

Um oficial militar de Iran de alta patente declarou que não seu país não será curvado em a pressão feita por Washington para que restrinja suas atividades militares. Um oficial militar de Iran de alta patente é o general de brigada Mohammad Bagheri.”Este opositor não tem coragem para um confronto militar e um combate face a rostito com o Irã, mas está tentando colocar pressões econômicas e mentais na nação iraniana”, alegou, segundo a agência estatal de notícias Irna.

Em Damasco, o vice-chanceler sírio descartou a ideia de uma retirada das forças de Iran do país.

O Irã vem fornecendo um suporte vital aos militares do presidente sírio, Bashar al-Assad, ao longo do conflito de sete anos na Síria. Suas forças e as milícias que apoia na região, como o libanês Hezbollah, auxiliaram Damasco a reconquistar grandes cidades de militantes e rebeldes.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Syria, Lebanon, Brazil

Cities: Washington, Franca, Damascus

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Irã repudia recomeçada de sanções dos EUA, e Síria recusa retirada de forças de Iran
>>>>>Europa diz ao Irã que pretende manter acordo nuclear mesmo sem os EUA – May 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Irã diz que sanções dos EUA buscam inviabilizar esforços para salvar acordo nuclear – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Empresas da UE tomarão suas próprias decisões sobre negócios com o Irã, diz Macron – May 17, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>PETRÓLEO-Preços atingem US$80, máxima desde novembro de 2014, com preocupações sobre Irã – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Irã diz que apoio europeu para acordo nuclear não é suficiente – May 20, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Japonesa Nippon diz que demanda sólida limita impacto de taxas dos EUA – May 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>China concorda em importar mais dos EUA, mas não sinaliza número de US$200 bi – May 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>China elimina tarifas sobre sorgo dos EUA em plena negociação comercial – May 18, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump acusa China de enganar EUA e coloca acordo comercial em dúvida – May 17, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump falará sobre Coreia do Norte com Guterres na sexta-feira na Casa Branca – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trudeau e Trump discutiram possibilidade de levar conversas sobre Nafta a uma conclusão – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump pede pena de morte para quem matar policiais nos EUA – May 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>China pede a EUA e Coreia do Norte que não desperdicem avanços conquistados – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários da China recuam com cautela por negociações comerciais com EUA – May 17, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários europeus avançam impulsionados por preços de petróleo – May 15, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA e China iniciam negociações comerciais; papel de Navarro é reduzido, dizem autoridades – May 17, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários europeus recuam pressionados por queda no setor financeiro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>China nega que tenha oferecido pacote de US$ 200 bi para reduzir déficit comercial dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Mercados acionários da China avançam com expectativas sobre negociações comerciais com os EUA – May 18, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>China diz que trabalhará com os EUA por resultado positivo em negociações comerciais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índices acionários da China avançam com alívio das tensões comerciais com os EUA – May 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índices em Wall Street fecham em queda por pressão de negociações entre EUA e China – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Irã 48 0 ORGANIZATION 14 (tacit) ele/ela (referent: O Irã): 1, o Irã: 10, o Irã de o pacto nuclear internacional de 2015: 1, O Irã: 2
2 acordo 360 0 NONE 10 o acordo de 2015: 1, o acordo nuclear: 1, este acordo: 2, o acordo: 4, um acordo nuclear: 2
3 Teerã 0 0 PERSON 9 Teerã: 9
4 nós 0 0 NONE 7 (tacit) nós: 7
5 país 80 0 NONE 5 seu país: 2, o país: 2, um país confiável: 1
6 os Estados_Unidos 0 80 PLACE 4 os Estados_Unidos: 4
7 os EUA 0 0 PLACE 4 os EUA: 4
8 eu 0 17 NONE 3 (tacit) eu: 3
9 O comissário europeu para a Energia e o Clima Miguel_Arias_Cañete e que a UE e 100 0 ORGANIZATION 3 eles (referent: O comissário europeu para a Energia e o Clima Miguel_Arias_Cañete e que a UE e): 1, O comissário europeu para a Energia e o Clima Miguel_Arias_Cañete e que a UE e: 2
10 União Europeia 20 0 ORGANIZATION 3 A União_Europeia: 1, a União_Europeia: 2