JBS anuncia mudança na presidência de seu Conselho de Administração

Por: SentiLecto

PAULO. A JBS informou que o presidente do seu Conselho de Administração abdicou nesta sexta-feira aa posição. Conselho de Administração é tarek Farahat. Em reunião do colegiado, ainda, o conselheiro Norberto Fatio também abriu mão de sua função. De acordo com fato pertinente divulgado pela companhia, a presidência do Conselho vai passar a ser ocupada pelo irlandês Jeremiah O’Callaghan, que é diretor de Relações com Investidores da JBS. Além de O’Callaghan, outros três conselheiros foram eleitos por unanimidade na reunião do Conselho nesta sexta: Cledorvino Belini e Roberto Penteado de Camargo Ticoulat, ambos mencionados pelo BNDES, e Wesley Batista Filho. Cledorvino Belini trabalhou por 44 anos na Fiat, tendo presidido a montadora no Brasil e na América Latina entre 2004 e 2015. Belini também foi presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores , entre 2010 e 2013. Roberto Ticoulat, também mencionado pelo BNDES, é expert em comércio exterior e tem posições diretivos em importantes associações de classe, como o Conselho Brasileiro das Empresas Importadoras e Exportadoras . Na na empresa há mais de sete anos, Wesley Filho, assumiu a presidência da JBS na América Latina depois que Wesley Batista foi preso sob denúncia de utilização de informação privilegiada em operação com ações da companhia e dólares, há pouco mais de um mês. Wesley Batista é seu pai.

– A processadora de carne JBS JBSS3.SA> elegeu nesta sexta-feira o executivo de Irlanda Jeremiah O’Callaghan para a presidência do conselho de gestão, no lugar de Tarek Farahat, que vai passar um assessor mundial da empresa, encarregado por governança e desenvolvimento internacional do grupo. A JBS também alegou que foram eleitos para o conselho, mencionados pelo BNDESPar, os executivos Cledorvino Belini e Roberto Penteado Ticoulat. Além deles, o conselho vai passar a contar também com Wesley Batista Filho, Wesley Batista que foi preso em operação da Polícia Federal. Wesley Batista é filho do ex-presidente executivo da JBS. Se adquiriram as ações segundo o voto de o relator de o caso, ministro Augusto Sherman, , em a época, por cerca de 7,07 reais por papel, em um indício ” de pagamento realizado a maior “, frente a o valor de 5,90 reais por ação calculado por a área técnica de o tribunal como sendo o parâmetro mais admissível, obtido a partir da média de custo registrada em os 90 pregões anteriores a o negócio.adquiriram-se as ações segundo o voto de o relator de o caso, ministro Augusto Sherman, , em a época, por cerca de 7,07 reais por papel, em um indício ” de pagamento realizado a maior “, frente a o valor de 5,90 reais por ação calculado por a área técnica de o tribunal como sendo o parâmetro mais admissível, obtido a partir da média de custo registrada em os 90 pregões anteriores a o negócio.

Na quinta-feira 12 de outubro – A estratégia da JBS de tentar excluir a delação premiada de Joesley Batista do processo que apura perdas ao BNDES divide o Tribunal de Contas da União . Em personalidade reservada, três ministros criticavam a iniciativa da defesa da companhia. Na opinião deles, a delação servia como meio de obtenção de provas para terceiros, mas, para o próprio delator, era uma confissão de anormalidades. Outros três integrantes do tribunal divergiam e declaravam que os testemunhos eram somente indícios, um alerta, uma maneira de se chegar a uma prova, e que o acordo ainda estava pendente de um aval do Supremo Tribunal Federal quanto à validade do que f havia sidodito. Três ministros do TCU — Raimundo Carreiro, presidente do tribunal; Vital do Rêgo; e Augusto Nardes — já haviam sido mencionados em delações premiadas. Investigavam-se os dois primeiros em investigações de a Lava-Jato em o STF. Na edição desta quarta-feira, reportagem do GLOBO havia mostrado que advogados da JBS tentavam excluir de processo no TCU a delação de Joesley. Para esses advogados, entre eles Luís Inácio Adams os testemunhos da delação não serviam para “fundamentar a condenação de ninguém”, se “desprovidos de provas que os respaldem”. Luís Inácio Adams é ex-advogado-geral da União. Faz 19 dias, o documento de a defesa havia sido concluído em o último. Faz 10 anos, o TCU havia deduzido que o BNDES havia tida perda de R $ 69,7 milhões em a aquisição de ações de a JBS, em 2007. Uma tomada de contas especiais havia sido instaurada para tentar reembolsar os cofres do banco. Faz 3 meses, Joesley havia sido. Naquele momento, os ministros haviam compreendido que a delação devia ser utilizada no processo. Os ministros que criticavam a defesa da JBS declaravam que uma confissão não podia variar conforme o processo, nem a cooperação premiada podia ser utilizada para resgatar criminosos. — A delação nada mais era que um testemunho que, pelo valor para identificar outros criminosos, o Estado podia conceder vantagens. Quanto aos terceiros, era meio de obtenção de provas. Mas contra si, não deixa de ser uma confissão — avalia um ministro. Para outros, era preciso esperar. — Tudo dependerá da resolução do STF quanto à validade e à efefetividadeas provas produzidas com a delação, e da manutenção ou não da cláusula de imunidade no acordo — declarava um integrante do tribunal.

Wesley Batista é um empresário de Brasil, o terceiro dos filhos do patriarca José Batista Sobrinho, fundador do grupo JBS.

Cledorvino Belini é um Administrador e executivo brasileiro, atual presidente do Grupo Fiat Chrysler para a América Latina.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>JBS anuncia mudança na presidência de seu Conselho de Administração
>>>>>JBS elege Jeremiah O’Callaghan como presidente do conselho de administração – (Extraoglobo-pt)
>>>>>CORREÇÃO-TCU vê irregularidades em compra de ações da JBS pelo BNDES – October 19, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>TCU vê irregularidades em compra de ações da JBS pelo BNDES – October 19, 2017 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Wesley Batista 0 160 PERSON 5 Wesley_Batista: 1, Wesley_Batista_Filho: 1, Wesley_Batista (apposition: seu pai): 1, Wesley_Filho: 1, Wesley_Batista (apposition: filho de o ex-presidente executivo de a JBS): 1
2 BNDES 0 0 ORGANIZATION 4 o BNDES: 3, (tacit) ele/ela (referent: o Bndes): 1
3 delação 0 0 NONE 4 a delação: 3, A delação: 1
4 ministros 0 0 NONE 4 Os ministros: 2, os ministros: 1, três ministros: 1
5 eu 90 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 era 60 0 NONE 3 era preciso: 1, mais era: 1, era: 1
7 Augusto Nardes 0 0 PERSON 3 Augusto_Nardes: 1, ministro Augusto_Sherman: 2
8 processo 0 0 NONE 3 o processo: 2, processo: 1
9 preso 0 160 NONE 2 preso: 2
10 pregões 0 120 NONE 2 os 90 pregões anteriores: 2