México é apoiado em retrospecto recente contra o Brasil para ir em as quartas após mais de 30 anos

Por: SentiLecto

SAMARA, Rússia – Não há muitos times no mundo do futebol que têm um histórico moderadamente bem sucedido contra o pentacampeão Brasil, mas nos anos recentes o México mostrou ter o que é preciso para ofuscar a camisa canarinho.

Enquanto sete das seleções na fase de mata-mata da Copa do Mundo fracassaram em conseguir uma única vitória sobre o Brasil desde 2000 – embora Espanha, Dinamarca e Bélgica tenham jogado somente uma vez cada contra o Brasil – o México venceu seis das suas 14 disputas com a seleção brasileira no mesmo período de tempo.

– A seleção de Brasil venceu a Sérvia por 2 x 0 em seu último jogo pelo período de grupos da Copa do Mundo e se classificou com o primeiro lugar do Grupo E para enfrentar o México nas oitavas de final do Mundial, em partida nesta quarta-feira em que fez sua melhor apresentação até o momento na Rússia, ainda que não tenha sido brilhante. Paulinho abriu o marcador aos 36 minutos do primeiro tempo com um toque de categoria por cima do goleiro de Sérrai, e Thiago Silva aumentou de cabeça na etapa final de um jogo que iniciou angustiante devido à substituição por contusão do lateral-esquerdo Marcelo com menos de 10 minutos. Em 1 dia, a seleção de Brasil vai voltar a campo para o duelo por o período de mata-mata contra os mexicanos que se classificaram mais cedo em esta quarta em segundo lugar de o Grupo F, apesar de uma derrota por 3 x 0 para a Suécia. Suprimiu-se Alemanha em essa chave, a atual campeã global . A segunda posição do Grupo E ficou com a Suíça, que empatou por 2 x 2 com a já suprimida Costa Rica na outra partida da chave e agora vai enfrentar a Suécia nas oitavas. O Brasil concluiu com 7 pontos, contra 5 da Suíça, 3 da Sérvia e 1 da Costa Rica. O Brasil, que se classificaria até mesmo com um empate contra os sérvios, entrou em campo no Estádio do Spartak, em Moscou, ainda sem ter feito uma grande exposição na Rússia, após o empate por 1 x 1 com a Suíça na estreia e o triunfo por 2 x 0 sobre a Costa Rica com dois gols marcados nos acréscimos. Logo no primeiro minuto, Neymar progrediu com a bola dominada e rolou para Philippe Coutinho, que bateu da entrada da área, mas a bola acertou Gabriel Jesus, que estava impedido. Pouco depois Jesus recebeu lançamento, mas estava novamente em posição irregular. Dentro da área, apostando na maior estatura de seus jogadores, o Brasil tinha em Neymar e Coutinho suas principais esperanças de chegar ao gol, enquanto a Sérvia apostava exclusivamente nas bolas atravessadas pelo alto para. Um passe em profundidade do camisa 10 colocou Jesus em boa condição de marcar, mas o atacante teve o chute desviado pela defesa após cortar o zagueiro para bater de direita. Outra jogada em profundidade, dessa vez um lançamento pelo alto de Coutinho para Paulinho, redundou no primeiro gol brasileiro. O volante do Barcelona veio por trás da defesa e tocou por cima do goleiro Stojkovic para abrir o marcador. Depois de um primeiro tempo praticamente sem ter seu gol ameaçado, o Brasil precisou que Thiago Silva resgatasse duas bolas dentro da área no começo da segunda etapa em um momento de intensa pressão dos sérvios, que partiram para o tudo ou nada em busca de evitar a eliminação. O goleiro Alisson também fez boas defesas, a principal delas em cabeçada do atacante de Sérrai Mitrovic. Para lidar com a pressão sérvia, o técnico Tite trocou Paulinho por Fernandinho, mas o que abalou o impulso ofensivo dos sérvios foi o segundo gol de Brasil, marcado por Thiago Silva, de cabeça, após cobrança de escanteio de Neymar, aos 23 minutos. A partir do segundo gol a seleção de Brasilde Brasil passou a gerenciar o resultado trocando passes na intermediária, e Tite ainda reforçou a marcação no meio-campo com a entrada de Renato Augusto no lugar de Coutinho. Neymar, que assim como o restante do time de Brasil teve sua melhor atuação nesse Mundial, ainda teve duas boas possibilidades de fazer o terceiro gol do Brasil ao ficar cara a cara com o goleiro, mas teve suas conclusões defendidas por Stojkovic.

Somente a França, que venceu o Brasil três vezes em seis encontros, tem um histórico melhor entre as equipes remanescentes nas oitavas de final.

– O de Italia Gianluca Rocchi vai ser o Juiz encarregado de conduzi a partida de segunda-feira entre Brasil e México pelas oitavas de final da Copa do Mundo, informou a Fifa neste sábado. Ajudará-se Rocchi, de 44 anos, por os compatriotasElenito Di Liberatore e Mauro Tonolini. Enquanto o México progrediu em segundo do Grupo F.A Colômbia, que enfrenta a Inglaterra nas oitavas de final da Copa do Mundo, o Brasil se classificou para as oitavas de final do Mundial da Rússia ao concluir em primeiro lugar no Grupo E , pode não ser uma grande força como Brasil ou Argentina no futebol da América do Sul, mas a seleção “cafetera” marcou mais vezes que os dois rivais nas últimas duas edições do Mundial, mesmo jogando menos partidas.

Mais impressionantemente, o México venceu seis das suas últimas nove partidas competitivas contra o Brasil, perdendo exclusivamente duas, e vai entrar na disputa nas oitavas de final em Samara na segunda-feira com total confiança.

Faz 6 anos, uma equipe de Mexico também superou o Brasil, em Londres, e Faz 4 anos, o México conseguiu um empate sem gols com a seleção anfitriã.

No entanto, em diversas ocasiões no passado, estes êxitos sobre os proeminentes adversários do sul se mostraram falsas promessas para o México e frequentemente um catalisador para o Brasil.

O triunfo do México por 1 x 0 na Copa América de 2001 é um caso em questão. Foi um torneio desastroso para o Brasil, que foi suprimido por Honduras no início do reinado de Luiz Felipe Scolari. No entanto, o time venceu a Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e Japão, exclusivamente 12 meses depois.

Faz 11 anos, de a mesma maneira o México impôs a Dunga sua primeira derrota como técnico brasileiro. O Brasil então progrediu e venceu o torneio, enquanto o México perdeu nas semifinais.

O México pode ter feito algumas boas desempenhos durante os anos, mas a equipe frequentemente fracassa, como ressaltado por seu abismal histórico recente no período de mata-mata de Copas do Mundo, quando o tema são partidas importantes.

Faz 4 anos, a derrota de o México para a Holanda em as oitavas de final foi a sexta vez consecutiva que se suprimiu a seleção tricolor em a segunda rodada.

Faz 32 anos, Uando acolheu o torneio, o México chegou por a última vez em as quartas de final que só chegou às quartas duas vezes, ambas como anfitrião, apesar de ter participado de 15 Copas.Para conseguir superar as dificuldades e progredir às quartas de final pela primeira vez em mais de 30 anos, o México pvai precisarsuperar a seleção brasileira uutilizandoa mesma organização defensiva e velocidade nos contra-ataques que uutilizoupara vencer a Alemanha naofperíodode grupos.

No entanto, o Brasil não é a Alemanha e tem bastante mais criatividade e fluidez no ataque, que pode provocar problemas para uma equipe de Mexico que ainda se recupera de uma derrota por 3 x 0 para a Suécia, que quase concluiu sua participação na competição.

Se o México puder aproveitar a almazinha dos resultados recentes contra o Brasil, o time pode registrar o triunfo mais admirável até o momento sobre os proeminentes oponentes e mudar a história recente do país em Copas do Mundo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United Kingdom, Russian Federation, Mexico

Cities: Samara, Mexico, London

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>México é apoiado em retrospecto recente contra o Brasil para ir em as quartas após mais de 30 anos
>>>>>Brasil vence Sérvia por 2 x 0 e avança em 1º do grupo para enfrentar México nas oitavas de final – June 27, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Tite mantém equipe e prepara Brasil para jogo aéreo da Sérvia – June 26, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Autor de gol salvador, Coutinho diz que Brasil mereceu vitória por dedicação contra Costa Rica – June 22, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Tite evita culpar arbitragem por empate mas diz que empurrão em Miranda é inconcebível em alto nível – June 17, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Técnico suíço Petkovic diz não ter interesse em futebol bonito contra o Brasil – June 16, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Se tivesse trauma, eu não estaria mais jogando futebol, diz capitão Marcelo sobre 7 x 1 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Neymar diz não ter ‘medo nenhum de sonhar grande’ antes de estreia na Copa do Mundo – June 17, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Holandês Kuipers será árbitro de Brasil x Costa Rica – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Thiago Silva será capitão da seleção brasileira contra Costa Rica – June 21, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Neymar deixa treino da seleção brasileira mancando – June 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Neymar sente dores no tornozelo e deixa treino da seleção mancando – June 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Choro é de ‘alegria e superação’, diz Neymar após gol e vitória do Brasil – June 22, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Na Copa do Mundo, goleada de cervejas e itens para churrasco no varejo – June 26, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Cade aprova compra de operações do Walmart no Brasil pela Advent – June 22, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Italiano Rocchi será árbitro de Brasil x México pelas oitavas de final – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Colômbia tem mais gols que Brasil e Argentina nas últimas duas Copas do Mundo – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 o México 308 90 PLACE 19 (tacit) ele/ela (referent: o México): 5, O México: 2, o México: 9, México: 1, (tacit) ele/ela (referent: O México): 2
2 Brasil 120 74 ORGANIZATION 18 o Brasil: 10, O Brasil: 5, (tacit) ele/ela (referent: O Brasil): 2, Brasil: 1
3 Neymar 385 0 PERSON 5 Neymar: 4, (tacit) ele/ela (referent: Neymar): 1
4 seleção 80 0 NONE 5 A seleção brasileira: 2, a seleção tricolor: 1, a seleção anfitriã: 1, a seleção brasileira: 1
5 x 0 0 NONE 5 3 x: 2, 2 x: 2, 1 x: 1
6 Jesus 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Jesus): 1, o (referent: Jesus): 1, Jesus: 2
7 derrota 0 120 NONE 3 uma derrota: 2, sua primeira derrota: 1
8 equipe 0 90 NONE 3 a equipe: 1, uma equipe mexicana: 1, Uma equipe mexicana: 1
9 torneio 80 80 NONE 3 um torneio desastroso: 1, o torneio: 2
10 Thiago Silva 15 0 PERSON 3 Thiago_Silva: 3