Petrobras declara que oferta secundária vai ter venda de 241,3 mi ações detidas pela Caixa

Por: SentiLecto

– A Petrobras disponibilizou o prospecto preliminar de uma oferta secundária de ações na qual a Caixa Econômica Federal[CEF.UL] vai buscar vender 241,34 milhões de ações que detém na petroleira estatal, segundo comunicado da empresa nesta segunda-feira. A oferta, que vai envolver distribuição no Brasil e no exterior, sob a maneira de American Depositary Receipts , agitaria um total de cerca de 7,2 bilhões de reais, se considerado o custo de encerramento das ações da petroleira estatal em 7 de junho, segundo o prospecto. UBS organizará a oferta , Morgan Stanley , Bank of America Merrill Lynch e XP Investimentos. Ação o custo vai fixar após finalização de o procedimento de coleta de intenções de investimento junto a investidores institucionais. Segundo programa disponibilizado no prospecto preliminar, o custo deve ser fixado em 25 de junho, com anúncio de começo no dia seguinte. A data de liquidação calculada é 28 de junho.

– A Petrobras anunciou nesta sexta-feira pedido para registro para oferta pública secundária de ações em seu braço de distribuição de combustíveis, a BR Distribuidora. Faz 1 mês, o conselho de gestão de a petroleira estatal havia a venda de uma participação complementar em a BR, o diminuindo sua fatia em a companhia para menos de %50. A Petrobras detém atualmente uma participação de 71,25% na BR Distribuidora, após ter feito no final de 2017 uma oferta inicial de ações da subsidiária que ergueu cerca de 5 bilhões de reais. Exibiu-se o pedido segundo a Petrobras e a BR, para nova oferta em a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais e calcula esforços de colocação de as ações em o exterior.Uma minuta de prospecto preliminar divulgada em separado pela BR assinala que J.P. Morgan organizará a oferta secundária , Citigroup , Bank of America Merrill Lynch , Credit Suisse , Itaú BBA e Santander Brasil. O documento não assinala o custo por ação e o valor da oferta. BR firmou: “A execução da oferta vai estar sujeita às condições dos mercados de capitais nacional e internacional”,.No dia seguinte à dresoluçãodo Supremo Tribunal Federal , que autoriza o governo a vender subsidiárias de estatais sem ter de ser aprovado pelo Legislativo, a Petrobras deu mais um passo para vender o controle da BR Distribuidora , sua subsidiária líder no mercado de distribuição de combustíveis.- A BR Distribuidora, braço de distribuição de combustíveis da Petrobras, informou nesta sexta-feira que pediu registro para uma oferta pública secundária de ações, segundo fato pertinente da empresa . Exibiu-se o pedido em a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais e calcula esforços de colocação de as ações em o exterior.A companhia adicionou, no entanto, que vai realizar-se registro de a oferta não ou de as ações em qualquer agência ou órgão regulador de o mercado de capitais de qualquer outro país, exceto em o Brasil, junto em a Comissão de Valores Mobiliários.Faz 1 mês, o conselho de a Petrobras aprovou em o final a venda de participação complementar em a BR Distribuidora em oferta secundária, o que diminuirá a participação de a empresa em a companhia para abaixo de %50, ante %71,25 atualmente.

Na quinta-feira 30 de maio – O conselho de gestão da CPFL Energia estima um custo por ação de entre 29,30 reais e 35,30 reais em uma oferta pública primária em preparação pela empresa, segundo ata de reunião do colegiado divulgada nesta quinta-feira. A execução da oferta, que incluiria papéis no exterior, por meio das chamdas ADRs , havia sido aprovada na véspera pelo conselho da CPFL, que era controlada pelo grupo de China State Grid, segundo fato pertinente. No comunicado, a CPFL havia declarado que a oferta envolveria inicialmente 116,8 milhões de ações ordinárias, incluindo as ADRs, com esforços restritos de colocação. Esse volume encarnaria uma oferta que agitaria entre 3,4 bilhões e 4,1 bilhões de reais, de acordo com os custos mencionados pelava elétrica para os papéis. A operação tem coordenação de Itaú BBA como líder, além de Santander Brasil, Bradesco BBI, BTG Pactual e Morgan Stanley. Apesar da sinalização sobre os valores, a CPFL havia alegado que o custo por ação no âmbito da oferta seria fixado após a finalização do procedimento de coleta de intenções de investimento junto a investidores institucionais, conhecido como “bookbuilding”, havia adicionado a CPFL. As ações da CPFL haviam fechado a véspera cotadas a 29,75 reais por papel, mas na ata da reunião do conselho a empresa assinalava que esse valor “não seria a melhor indicação do custo esperado… devido à baixa liquidez das ações”. Os recursos obtidos com a transação serão usados pela CPFL Energia para a aquisição de ações em sua unidade de geração limpa CPFL Renováveis detidas por sua controladora, a de China State Grid. Segundo a companhia, a oferta ainda poderia ser aumentadas em até 20% até a finalização do bookbuilding por meio de lote complementar. Também poderia haver um lote adicional, envolvendo até 15% do total de ações inicialmente ofertadas. A CPFL havia adicionado também que poderia haver realocação de ações entre a oferta no Brasil e a oferta internacional, em função da procura.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Petrobras declara que oferta secundária vai ter venda de 241,3 mi ações detidas pela Caixa
>>>>>Petrobras pede registro para oferta de ações da BR Distribuidora – June 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Petrobras avança no processo de venda de ações da BR Distribuidora – June 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ministro Fachin autoriza venda da TAG, subsidiária da Petrobras – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>STF retoma julgamento sobre vendas de estatais que envolve TAG, da Petrobras – (Extraoglobo-pt)
>>>>>BR Distribuidora pede registro para oferta secundária de ações – June 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Rede D’Or São Luiz pede registro de companhia aberta, mas não deve emitir ações – June 03, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 oferta 320 0 NONE 15 uma oferta pública: 2, oferta pública: 1, A oferta: 3, a oferta secundária: 1, a oferta internacional: 1, uma oferta: 2, a oferta: 3, nova oferta: 1, oferta secundária: 1
2 ações 0 105 NONE 7 as ações: 2, ações ordinárias: 1, ações: 4
3 empresa 0 0 NONE 6 a companhia: 2, a empresa: 3, A empresa: 1
4 Petrobras 0 0 ORGANIZATION 5 a Petrobras: 2, A Petrobras: 3
5 preço 0 0 NONE 5 um preço: 1, O preço: 1, o preço: 3
6 Associação Brasileira das Entidades dos Mercados 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: a Associação_Brasileira_das_Entidades_dos_Mercados_Financeiro): 2, a Associação_Brasileira_das_Entidades_dos_Mercados_Financeiro: 2
7 BR 0 0 ORGANIZATION 4 a BR: 4
8 BR Distribuidora 0 0 ORGANIZATION 4 a BR_Distribuidora: 3, A BR_Distribuidora: 1
9 CPFL 0 0 ORGANIZATION 4 A CPFL: 1, a CPFL: 2, CPFL: 1
10 ação 0 0 NONE 4 ação: 4