Petrobras espera novos lances para gasoduto TAG em março, declara fonte

Por: SentiLecto

– Em 1 mês, a Petrobras terá que exigir novos lances para a aquisição de sua rede de gasodutos TAG, disse uma fonte com conhecimento do tema nesta terça-feira. Enquanto a Petrobras se encontra em debates finais com a de Francia Engie sobre o contrato de venda, os novos lances, conforme resolução do Tribunal de Contas de União , terão que surgir. A Engie garantiu o direito de conservar negociações exclusivas para debate do contrato no começo deste ano. A fonte, que pediu para não ser identificada por conta do personalidade privado das negociações, adicionou que os grupos, incluindo a Engie e os liderados pelo Macquarie Bank, da Austrália, e Em 1 mês, por o fundo soberano Mubadala Investment, associado em a EIG Partners, vão ter a chance.Os lances são, até aqui, os mesmos entregues no começo do ano passado. Todos os grupos ofertaram mais de 7 bilhões de dólares, e se estima o lance de a Engie em cerca de 8 bilhões de dólares. O jornal “Valor Econômico” reportou que Engie e Petrobras concluiriam negociações acerca do contrato de venda na próxima semana. Faz 7 meses, se as recomeçou as conversas exclusivas, suspendidas por resoluções judiciais em o último, em o mês passado. O TCU definiu a nova oferta como uma maneira de aumentar a clareza em o programa de desinvestimento de a Petrobras. A Petrobras se rejeitou a comentar.

– A Petrobras vai provisionar mais de 600 milhões de dólares referentes à sentença de arbitragem movida pela Vantage Deepwater Company e Vantage Deepwater Drilling contra a cempresae subsidiárias, segundo fato rpertinentenesta quinta-feira. Faz 1 ano, se vai reconhecer o conseqüência decorrente de o provisionamento de acordo com a estatal. A arbitragem movida pela Vantage, recordou a Petrobras, originou-se de um contrato de serviços de perfuração obtido mediante corrupção, conforme revelado pela Operação Lava Jato. Faz 7 meses, de o ano passado, o Tribunal Arbitral formado por três Juízes decidiu por maioria, com um voto anômalo, que a Petrobras e suas subsidiárias teriam que pagar em a Vantage a quantia de 622,02 milhões de dólares, acrescida de juros compostos de 15,2 por cento a o ano, a título de ressarcimento por a rescisão antecipada de o referido contrato e faturas relativas em a perfuração de um poço em o Golfo do México, em julho.Faz 6 meses, de o ano passado, a Petrobras começou ação anulatória de a sentença arbitral, inclusive com fundamento em o voto anômalo, em agosto.

Na quinta-feira 31 de janeiro a Petrobras havia anunciado que sua subsidiária nos Estados Unidos havia assinado o contrato de venda da refinaria de Pasadena para a americana Chevron por US$ 562 milhões, após meses de negociações que haviam tido começo em maio do ano passado.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Petrobras espera novos lances para gasoduto TAG em março, declara fonte
>>>>>Petrobras provisionará mais de US$600 mi por arbitragem movida pela Vantage – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Petrobras 40 0 ORGANIZATION 9 (tacit) ele/ela (referent: A Petrobras): 1, a Petrobras: 5, A Petrobras: 3
2 lances 0 0 NONE 4 Os lances: 1, Os novos lances: 1, novos lances: 1, seus lances: 1
3 dólares 0 0 NONE 3 dólares referentes: 1, dólares: 2
4 Engie 0 0 ORGANIZATION 2 a Engie: 1, A Engie: 1
5 Engie e Petrobras 0 0 PERSON 2 Engie e Petrobras: 1, (tacit) elas (referent: Engie e Petrobras): 1
6 Vantage 0 0 ORGANIZATION 2 a Vantage: 2
7 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
8 negociações 0 0 NONE 2 negociações: 2
9 subsidiárias 0 0 NONE 2 subsidiárias: 2
10 voto 0 0 NONE 2 um voto divergente: 1, o voto divergente: 1