Pharol deseja conservar participação alta na Oi em reorganização, declara CEO

Por: SentiLecto

O presidente da holding de Portugal Pharol alegou nesta quinta-feira que o plano de recuperação judicial exibido pela companhia na véspera é “equilibrado e positivo”. Portuguesa Pharol é maior acionista da operadora de telecomunicações Oi. De acordo com Luis Palha da Silva, a Pharol, que tem participação de 25,7 por cento na Oi, vai fazer esforços para conservar sua participação na Oi no maior nível possível após a reorganização.

Nesse cenário, Juarez Quadros ameaça com intervenção. Juarez Quadros é o presidente da Anatel. Mas há uma preocupação no mercado e no governo. Muitos órgãos públicos e bancos são dependentes da tele. A intervenção pode colocar em risco serviços imprescindíveis.

Na quarta-feira 04 de outubro – O presidente-executivo da operadora de telecomunicações Oi, Marco Schroeder, alegou que a empresa deverá deduzi até a próxima quarta-feira, dia 11, detalhes de seu plano de recuperação judicial a ser exibido em assembleia de credores marcada para 23 de outubro. O executivo, porém, havia comentado que a definição sobre o tamanho do desconto da dívida detida pelos credores da empresa seguia sendo um “grande problema”, bem como o percentual de diluição dos atuais acionistas em uma ampliação de capital de 9 bilhões de reais defendido pela diretoria da empresa. O principal acionista da Oi era o grupo de Portugal Pharol, oriundo da fracassada fusão portuense com a Portugal Telecom. “Não atenderemos as procuras de todos….O ideal para nós é uma redução significativa da dívida, o que vai exigir uma redução importante dos acionistas”, disse Schroeder a jornalistas durante evento de telecomumicações em São Paulo. O executivo ainda havia alegado que a Oi estava analisando detalhes de um plano alternativo de recuperação exibido por credores encarnados por Moelis, G5 Evercore e FTI Consulting. Ele não havia dado detalhes, mas havia alegado, sem mencionar nomes, que alguns credores estavam “com postura bastante mais judicial” apesar de tentativas de negociação feitas pela Oi. Segundo Schroeder, tais credores têm se rejeitado a assinar termos de confidencialidade com a empresa, o que tem dificultado as debates. Sobre a renúncia na véspera de Ricardo Malavazi, vice-presidente financeiro da Oi, Schroeder havia declarado que a ampliação de pressão sobre os executivos da empresa havia cooperado para a resolução. Em apresentação durante o acontecimento, Schroeder havia feito críticas ao modelo regulatório brasileiro que havia permitido que a companhia acumulasse ao longo dos últimos anos dívidas de mais de 10 bilhões de reais. Conforme o presidente-executivo de a Oi, a pressão de a agência reguladora, que avaliava um processo de intervenção era abrido ou de caducidade de concessão de a operadora, tem ampliado, mas “do ponto de vista operacional a caducidade não seria razoável”. Schroeder havia declarado que acreditava ser possível a aprovação de plano de recuperação judicial sem a aprovação dos credores encarnados pela Moelis, mas isso ” seria difícil pelo peso deles”. Questionado sobre debates da operadora com grupos internacionais como a China Telecom, o executivo havia declarado que um eventual acerto para injeção de capital na Oi viria somente após a aprovação do plano de recuperação pela Justiça e solução para as dívidas cobradas pela Anatel. De acordo com ele, a entrada de novo acionista viria na maneira de investidor estratégico na empresa, que eventualmente poderia adquiri a participação a ser detida por atuais credores da companhia. “Investidor estratégico não teria efeito na assembleia de credores”, havia declarado Schroeder. Para o executivo, depois de resolução do Tribunal de Contas da União nque havia permitido à Telefônica Brasil trocar multas por investimentos sob a supervisão da Anatel, a Oi p poderia voltar a discutircom a agência um Termo de Ajustamento de Conduta envolvendo cerca de 4 bilhões de reais em dívidas devidas à Anatel que ainda não fo haviam sidoudicializadas. Sobre os 7 bilhões de reais em dívidas da Oi junto à Anatel e que f haviam sidoparar na Justiça, Schroeder a havia afirmadoque dificilmente a cempresap poderia conseguirum TAC. Ele havia alegado, contudo, que a operadora ” tem conversado com a Advocacia Geral da União para tentarmos fazer algo que a AGU possa aceitar dentro do âmbito legal”.

O executivo adicionou, ainda, que a Pharol não se opõe a uma procura pela diluição dos acionistas da Oi, e declarou que uma Oi reestruturada vai estar pronta para fusões e aquisições, não necessariamente como alvo.

Além dos credores, investidores, como o China Telecom, já tiveram encontros com representantes do governo. A China, em parceria com o fundo TPG Capital, já deixou claro nas reuniões em Brasília que só investirá houver uma solução definitiva para a Oi.O limite da conversão das debêntures é de 15 a 25 por cento , dependendo da opção de juros e do prazo a serem adotados pelos principais detentores de bônus da empresa. No começo deste mês estes credores demonstraram interesse de troca de 26 bilhões de reais em dívidas da Oi por 88 por cento do capital da operadora.

Faz 9 meses, a Oi entregou em a seu plano de recuperação judicial em a Justiça do Rio de Janeiro, sugerindo limite de 25 por cento em a conversão de dívida em ações, bem abaixo do pretendido por detentores de títulos de a empresa.Uma das ideias é diminuir uma lei aumentando o prazo de parcelamento da dívida das companhias com o governo de cinco para 20 anos. Não haveria descontos, como no Refis, programa de refinanciamento de dívidas tributárias.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Pharol deseja conservar participação alta na Oi em reorganização, declara CEO
>>>>>Temer articula socorro para ampliar dívida da Oi para 20 anos – October 10, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Anatel adia, de novo, decisão sobre situação da Oi – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Anatel adia decisão sobre novo pedido da Oi para troca de multas por investimemntos – October 05, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>STJ nega recurso da Anatel para ser excluída de recuperação judicial da Oi – October 03, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Oi não poderá cobrar por ligações de orelhões em 15 estados, decide Anatel – October 02, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Anatel adia decisão sobre abertura de processo de cassação da Oi – September 29, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Credores da Oi apresentam plano de reestruturação prevendo capitalização de R$29 bi – October 02, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo central tem déficit primário de R$9,599 bi em agosto, menor que o esperado – September 28, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Setor público consolidado tem déficit primário de R$9,529 bi em agosto, diz BC – September 29, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo publica decreto para desbloquear R$12,8 bi do Orçamento deste ano – September 29, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>CEO diz que Oi deve concluir detalhes de plano de recuperação judicial até 11 de outubro – October 03, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>‘Tem que se evitar a falência da Oi’, diz Juarez Quadros – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Credores da Oi defendem ação imediata na operadora – October 10, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Oi entrega à Justiça plano de recuperação, limita conversão a 25% do capital – October 12, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Governo cria grupo de trabalho liderado por AGU para tratar de Oi, dizem fontes – October 10, 2017 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Oi 0 0 ORGANIZATION 7 A Oi: 1, a Oi: 6
2 Schroeder 0 0 PERSON 7 Schroeder: 6, dito Schroeder: 1
3 companhia 80 0 NONE 6 a companhia p: 1, a companhia: 3, a empresa: 2
4 credores 0 0 NONE 5 credores representados: 1, estes credores: 1, credores: 1, tais credores: 1, alguns credores: 1
5 executivo 0 0 NONE 5 o executivo: 2, O executivo: 3
6 Anatel 0 0 ORGANIZATION 4 a Anatel: 4
7 Pharol 140 0 ORGANIZATION 3 a Pharol: 3
8 Oi 0 0 PERSON 3 uma Oi reestruturada: 1, Oi (apposition: Marco_Schroeder): 1, Oi: 1
9 eu 0 35 NONE 2 (tacit) eu: 2
10 reais 160 0 NONE 2 reais: 2