Zuma abdica como presidente da África do Sul

Por: SentiLecto

Faz 2 meses, Jacob Zuma, que declarou discordar de a forma como o ANC por um fim a seus nove anos cheios de escândalos em o poder. forçou sua saída precoce após a votação de Cyril Ramaphosa como presidente de o partido, abdicou como presidente de a África do Sul em esta quarta-feira, atendendo ordens de o partido governista Congresso Nacional Africano de por um fim a seus nove anos cheios de escândalos no poder. , mas declarou que irá aceitar as ordens do partido.

Apesar da resolução de destituir Zuma, a mídia nacional declara que o político de 75 anos pode ainda desafiar a ordem do partido, forçando-o a ter que afastá-lo do Parlamento.Ele praticamente declarou que não irá deixar a posição, e adicionou: “Não há nada que eu tenha feito de errado”.A operação da manhã desta quarta-feira, que a unidade de elite da polícia sul-africana declarou ter resultado em três prisões, ocorre em meio a relatos de que Zuma estaria se preparando para anunciar à população que está rabdicandoapós nove anos no poder, marcados por escândalos e estagnação econômica.

Na sábado 20 de janeiro o Congresso Nacional Africano havia negado-se a comentar informações de que a legenda forçaria o presidente do país, Jacob Zuma, a abdicar. O Congresso Nacional Africano é o partido de situação do governo de Sullana. Os líderes do partido estavam reunidos para decidir o programa do partido para 2018.

Uma isse: “Cheguei portanto à dresoluçãode rabdicarcomo presidente da república com econseqüênciaimediato”,.Ainda que discorde da resolução da liderança, declarou: “ da minha organização, eu sempre fui um membro disciplinado do ANC”.

O partido governista havia informado que iria votar pela saída de Zuma na quinta-feira.

“Nenhuma vida deve ser perdida em meu nome. E também o ANC não deve ser dividido em meu nome”, declarou Zuma.

O ANC, que trocou Zuma como líder partidário em dezembro pelo vice-presidente Cyril Ramaphosa, ordenou que Zuma abdicasse como presidente na terça-feira. Após ele não ter abdicado, o partido informou que iria apoiar uma moção de oposição no Parlamento para forçar sua saída.

A fonte, adicionando que quando Ramaphosa voltou à reunião do CNA em um hotel perto de Pretória, aosddebatesforam “tensas e difíceis”ddeclarou “Cyril foi falar com ele”.O rand, que ganhou terreno todas as vezes que Zuma atingiu uma turbulência política, aumentou mais de um por cento, para uma alta de dois anos e meio de 11,79 contra o dólar durante o dia, conforme ampliava a pressão sobre Zuma para abdicar.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Zuma abdica como presidente da África do Sul
>>>>>Partido governista decide remover Zuma do posto de presidente da África do Sul – February 13, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Presidente sul-africano Zuma diz que pedido do CNA por renúncia é ‘injusto’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Polícia da África do Sul realiza operação em casa dos Gupta e aumenta pressão sobre Zuma – February 14, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jacob Zuma 0 63 PERSON 20 Zuma: 7, (tacit) ele/ela (referent: Zuma): 2, Ele (referent: Jacob_Zuma): 1, (tacit) ele/ela (referent: Jacob_Zuma): 8, Jacob_Zuma: 2
2 eu 44 90 NONE 5 eu: 2, (tacit) eu: 3
3 Cyril Ramaphosa 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Cyril): 2, Cyril: 1, Ramaphosa: 1, o vice-presidente Cyril_Ramaphosa: 1
4 ANC 0 0 ORGANIZATION 4 o ANC: 1, O ANC: 2, ele (referent: O ANC): 1
5 renunciar 0 60 NONE 2 renunciar: 2
6 partido 0 30 NONE 2 o partido: 1, O partido governista: 1
7 Congresso Nacional Africano 0 0 ORGANIZATION 2 o Congresso_Nacional_Africano (apposition: o partido de situação de o governo sul-africano): 1, Congresso_Nacional_Africano: 1
8 Parlamento 0 0 ORGANIZATION 2 o Parlamento: 2
9 decisão 0 0 NONE 2 decisão: 1, a decisão: 1
10 meio 0 0 NONE 2 meio de 11,79: 1, meio: 1