Ellen Rocche, que desperta paixão na TV por seus pés, revela: ‘Um senhor mordeu meu dedo’

Por: SentiLecto

Crítica e público têm aplaudido de pé a interpretação de Ellen Rocche para as desventuras de Suzy em tentar conservar um casamento com Samuel , assumidamente gay, em “O outro lado do paraíso”. Na reta final da trama, os percursos assinalam para um romance da enfermeira com Helder , o médico tarado por seus pés. A artista revelou que fora da ficção eles têm até seguidores na internet. E que, certa vez, padeceu um ataque na manicure:

Leandra e Caetana pressionam Desirée a ser verdadeira com Juvenal . Estela não aceita o pedido de casamento de Amaro , mas declara que vai conservar a amizade.

Na quarta-feira 21 de março uma reviravolta vai ocorrer em “O outro lado do paraíso”. Samuel e Cido reatarão, e Suzy ficará com Helder , aquele médico apaixonado por pés. Mas para a trama ficar ainda mais tosca do que já era, seria Samuel quem vai procurar Helder para oferecer que ele se case com a loura depois de descobrir que os dois estavam tendo um caso. “Se o mundo fosse realmente civilizado, todos casais se comportariam assim. O marido arrumaria o próximo marido para a mulher. E a mulher arrumaria a próxima mulher ou seja o que for, para o marido. Veja bem. Eu conhecia seus defeitos, preferências. Não deixava cair numa roubada”, declarava ele.

— Já postei fotografia dos meus pés que teve mais curtidas do que do meu facezinha . E já ocorreu uma história surreal comigo. Estava na manicure e chegou um senhor, de uns 60 anos, que sentar-se ao meu lado. A manicure começou a fazer uma massagem esfoliante, e relaxei. Em questão de segundos, o homem enfiou meu pé na boca e começou a chupar meu dedo com creme e tudo. Fiquei em choque. Comecei a berrar, tentava puxar, mas ele segurava meu calcanhar e frear a boca. Mordeu de tirar sangue. Tenho a marca até hoje. Precisou de um segurança para expulsá-lo. Fui à delegacia, com uma dor do caramba, e o delegado ainda riu da minha cara. Levei dois pontos, vacina antitetânica na barriga… Um horror! Pior que, durante a confusão, uma mulher batia com a bacia na cabeça dele e declarava: “É pedófilo!”. Aí foi hilário . Piada pronta, né?.

Bruno alega a Gael  que ele vai conseguir as provas contra Sophia , mas que ainda não pode delatar-la.

— Passei um ano sem fazer a unha do pé no salão, não utilizava nem sandália, escondia. Tive crises de pânico. As pessoas chegavam perto, e eu ficava com medo de alguém me agredi. “Obrigada, Walcyr , por me fazer passar por cima do meu trauma ”, pensei Quando essa história dos pés da Suzy apareceu no texto,.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ellen Rocche, que desperta paixão na TV por seus pés, revela: ‘Um senhor mordeu meu dedo’
>>>>>’O Outro Lado do Paraíso': Samuel autoriza o transplante para Adriana e Beth pede que seu nome não seja mencionado – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 80 80 NONE 19 (tacit) eu: 15, Eu: 1, eu: 1, me: 2
2 pés 140 0 NONE 4 meus pés: 2, seus pés: 1, pés: 1
3 mulher 4 0 NONE 4 uma mulher: 1, a mulher: 2, a próxima mulher: 1
4 Bruno 30 0 PERSON 3 ele (referent: Bruno): 1, Bruno: 1, (tacit) ele/ela (referent: Bruno): 1
5 marido 4 0 NONE 3 o marido: 1, o próximo marido: 1, O marido: 1
6 Gael 0 0 ORGANIZATION 3 a (referent: a Gael): 1, a Gael: 2
7 manicure 0 0 NONE 3 a manicure: 2, A manicure: 1
8 um horror 50 160 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: Um horror): 2
9 médico 60 70 NONE 2 o médico tarado: 1, aquele médico apaixonado: 1
10 Estela 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Estela): 1, Estela: 1