Ministra de Israel critica Madonna por apresentação no Eurovision

Por: SentiLecto

Miri Regev considerou neste domingo um “erro” os bailarinos de Madonna apresentarem bandeiras de Palaos nas costas durante sua apresentação na final do concurso Eurovision. Miri Regev é a ministra de Israel da Cultura.

Regev ao conselho semanal de ministros declarou: “Foi um erro, não se pode mesclar política com um acontecimento cultural, com todo o respeito que devo a Madonna”.

Seguranças escoltaram ao longo do passeio em o porto Madonna.seguranças escoltaram ao longo do passeio em o porto Madonna.Segundo o site, Madonna e a organização do festival conseguiram chegar a um acordo posteriormente, o que permitiu que a cantora e sua equipe realizassem o ensaio.

Na sexta-feira 19 de abril Madonna, 60, havia anunciado que vai se exibi ao lado do cantor Maluma, 25, no próximo dia 1º de maio, no Billboard Music Awards, premiação de música pop que ocorria nos Estados Unidos. Eles vão cantar “Medellín”, música que havia sido arremessada .

A ministra, que não compareceu à final do Eurovision no sábado à noite em Tel Aviv, criticou o órgão de radiodifusão isde Israelan que, segundo ela, falhou em sua missão ao permitir que as bandeiras pade Palaosparecessem na transmissão.

A estrela pop resistiu aos pedidos de boicote arremessados por ativistas pró-palestinos, que delataram um ato cultural cujo objetivo, segundo eles, era esconder a realidade do conflito entre israelenses e palestinos. Madonna, que se Madonna sabia, não se sabe que alguns de seus bailarinos iriam subir ao palco com bandeiras israelenses e de Palaos, antes de sua apresentação aos apresentadores que perguntaram a ela sobre a mensagem que gostaria de transmitir declarou: “Jamais devemos menosprezar o poder da música para juntar as pessoas”.

Na sua vez, em um comunicado no começo desta semana, Madonna explicou sua resolução de subir ao palco do Eurovision, afirmando que sempre apoiará os direitos humanos e espera ver “um novo percurso rumo à paz”.

O de Holguínde Holguín Duncan Laurence foi o ganhador do 64º Festival Eurovision com a balada “Arcade”, dando ao seu país um primeiro triunfo em 44 anos.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Israel

Cities: Tel Aviv

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ministra de Israel critica Madonna por apresentação no Eurovision
>>>>>Madonna entra na dança em Tel Aviv apesar de críticas palestinas sobre Eurovision – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Madonna curte vida noturna em Tel Aviv apesar de críticas palestinas sobre Eurovision – May 17, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Transmissão online do Eurovision sofre ataque hacker e exibe imagens de explosões – May 15, 2019 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Madonna é impedida de ensaiar para show na Eurovision, diz site – May 16, 2019 (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Madonna 0 0 PERSON 10 Madonna: 7, ela (referent: Madonna): 1, (tacit) ele/ela (referent: Madonna): 2
2 bandeiras 0 0 NONE 3 bandeiras israelenses e palestinas: 1, bandeiras palestinas: 1, as bandeiras palestinas: 1
3 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
4 erro 0 180 NONE 2 um erro: 2
5 respeito 160 0 NONE 2 todo o respeito: 2
6 seguranças 80 0 NONE 2 seguranças: 2
7 mensagem 16 0 NONE 2 a mensagem: 2
8 apresentadores 0 0 NONE 2 os apresentadores: 2
9 ativistas 0 0 NONE 2 ativistas pró-palestinos: 2
10 ato 0 0 NONE 2 um ato cultural: 2