Palestinos festejam cancelamento do amistoso entre Israel e Argentina

Por: SentiLecto

Ao mesmo tempo que o governo de Israel lamentou que os argentinos tenham, os palestinos aplaudiram nesta quarta-feira o cancelamento do amistoso entre as seleções de Israel e da Argentina cedido “aos que pregam a Animosidade contra Israel”.

A Federação de Futebol Israelense acusou a Federação Palestina de “terrorismo desportivo”, alegando que ameaças levaram a Argentina cancelar a partida.

Jibril Rajoub alegou que o cancelamento encarna um “cartão vermelho” para Israel. Jibril Rajoub é o presidente palermitano.

Os manifestantes levaram bandeiras da Palestina e uniformes tingidos de vermelho para simbolizar sangue. Conforme o grupo, Israel aproveita essa espécie de acontecimento para atender seus finalidades políticas que não têm relação com o esporte.

Na quarta-feira 30 de maio a noite dessa terça-feira havia sido de despedida e também de esperança para os argentinos. No mítico estádio da Bombonera, a seleção do técnico Jorge Sampaoli havia feito o que se esperava dela: havia goleado o Haiti. Com Messi inspirado, a equipe alviceleste havia enfiado 4 a 0 nos modestos visitantes, que pareciam mais encantados com a presença do camisa 10 do que concentrados no amistoso.

O dirigente, em referência ao status diplomático contestado de Jerusalém disse: “O que ocorreu é um cartão vermelho do resto do mundo aos israelenses, para que entendam que têm o direito somente de coordenar, ou jogar futebol, dentro de suas fronteiras reconhecidas internacionalmente”.

Para Israel, que coordenou a partida para coincidir com o aniversário de 70 anos de sua fundação, o cancelamento do acontecimento é similar a outros, relacionados com o conflito com os palestinos.

O ministro de Israel da Defesa, Avigdor Lieberman, um dos principais nomes do governo, lamentou que “a elite do futebol de Argentina não tenha resistido às pressões dos que pregam oaóAnimosidadecontra Israel e que tem como único objetivo violar o direito fundamental de nos defendermos e darruinarIsrael”. A manchete do jornal pró-governo Israel Hayom, que israel padece há décadas uma campanha global de pedidos de boicote pela profissão e colonização dos Territórios Palestinos alega: “Rendição ante o terrorismo”. A partida também provocara questionamentos na Argentina, sobretudo, no plano desportivo, em um fase crucial da preparação para a Copa do Mundo da Rússia.

O jogo teria sido coordenado pela ministra da Cultura, Miri Regev, bastante envolvida nas festas dos 70 anos de Israel. Um porta-voz da Federação Israelense declarou à AFP esta semana que a entidade não estava envolvida no eacontecimento

Depois que se o noticiou, as dúvidas sobre a personalidade puramente desportivo da partida ampliaram que dos 31.000 lugares de habilidade do Teddy Stadium, onde o amistoso seria disputado, somente 20.000 foram colocados à venda para o público.O presidente palermitano pediu no domingo a Messi, um ídolo nos Territórios Palestinos, que não disputasse a partida e requereu aos palestinos que “queimassem” suas camisas, se fosse necessário.

Em um contexto de nervosismo na Faixa de Gaza, também pediu a Messi que não contribuísse para ocultar os “crimes” israelenses.

Os protestos chegaram a Barcelona, onde a seleção de Argentina treina para a Copa do Mundo. Na terça-feira, ativistas de Palaos compareceram ao local e apresentaram um uniforme da seleção de Argentina cheio de sangue.

A embaixada de Israel em Buenos Aires, que anunciou na terça-feira a “suspensão” da partida, alegou que as “ameaças e provocações” contra Lionel Messi “logicamente redundaram na solidariedade de seus colegas”.

Jorge Faurie declarou que a campanha que viralizou de ameaças aos jogadores também teve uma forte influência. Jorge Faurie é o chanceler de Argentina.

Faurie declarou: “O próprio técnico da seleção havia pedido que não fossem mais disputadas partidas para que a equipe pudesse se concentrar no primeiro jogo na Rússia”.

A partida, que inicialmente estava calculada para Haifa, seria disputada no sábado em Jerusalém. A mudança de local reforçou a mobilização de Palaos, em plena discussão sobre o status da Cidade Sagrada.

O jogo seria o último da preparação argentino da Rússia-2018. O país estreia no Mundial em 16 de junho contra a Islândia, pelo Grupo D.

Cheque os horários de atendimento em órgãos federais durante a Copa

O jornal argentino “Clarín” informou que Associação de Futebol Argentino já teria recebido 1,5 milhão de dólares pela partida.

Mas desde o anúncio do amistoso, o técnico Jorge Sampaoli não parecia persuadido sobre o aspecto desportivo.

“No final, fizeram o certo. Isto ficou para trás. Obviamente, primeiro a saúde e o bom senso”, disse o atacante Gonzalo Higuaín após o cancelamento.

“A Argentina deve ter como meta chegar o mais longe possível, a convicção é essa. Sabemos que jogar a final é bastante difícil, mas devemo acreditar”, comentou Higuaín.Não é a única nação que esportivamente está com equipes de outro continente. É algo que já ocorre com alguns países do Cáucaso , geograficamente entre Europa e Ásia, uma situação similar à da Turquia, dividida entre dois continente.

Fonte: clicrbs-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Argentina, Russian Federation, Israel, Spain, Palestinian, Iceland

Cities: Haifa, Buenos Aires, Barcelona

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Palestinos festejam cancelamento do amistoso entre Israel e Argentina
>>>>>Amistoso entre Argentina e Israel é cancelado a pedido dos jogadores – June 05, 2018 (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>Sem Messi, Higuaín e Di María, Argentina faz treino de ataque contra defesa – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Abertura da Copa 2018: horário, data e local – (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>Possível titular e opção em várias posições: conheça o lateral Danilo – (gazetaesportiva-pt)
>>>>>Higuaín aprova suspensão de amistoso entre Argentina e Israel – June 06, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Messi: “Argentina sempre é candidata ao título da Copa” – June 04, 2018 (gazetaesportiva-pt)
>>>>>>>>>>>>>CR7 pede mais de R$350 milhões para renovar com Real, diz jornal – June 02, 2018 (gazetaesportiva-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dybala diz que Argentina está focada na preparação para a Copa do Mundo – June 02, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Seleção argentina viaja a Barcelona onde completará preparação para Copa do Mundo – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Seleção argentina viaja para Barcelona onde completará preparação para Copa – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Paolo Guerrero é liberado para disputar Copa do Mundo da Rússia – May 31, 2018 (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>CAS adia suspensão de Guerrero e atacante vai jogar a Copa na Rússia – May 31, 2018 (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>CAS diz que “não se opõe” ao pedido de Guerrero para suspender punição – May 31, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Uruguai tem pinta de favorita no fraco Grupo A da Copa do Mundo – (clicrbs-pt)
>>>>>Israel, um longo histórico de polêmicas no esporte – June 06, 2018 (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>Liga dos Campeões terá premiações maiores por histórico e desempenho – June 06, 2018 (maquinadoesporte-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 60 70 NONE 11 (tacit) eu: 11
2 Israel 0 0 PLACE 7 Israel: 7
3 partida 0 0 NONE 7 a partida: 4, A partida: 3
4 A Argentina 0 0 PLACE 4 a Argentina: 3, A Argentina: 1
5 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 3, nos: 1
6 argentinos 0 60 NONE 3 os argentinos: 3
7 Messi 0 40 ORGANIZATION 3 a Messi: 3
8 palestinos 25 0 NONE 3 Os palestinos: 1, os palestinos: 2
9 ódio 0 200 NONE 2 o ódio: 2
10 Israel Hayom 0 150 PERSON 2 Israel_Hayom: 2