Santos segura empate em Guayaquil e fica perto das semifinais da Libertadores

Por: SentiLecto

O Santos deu um passo importante rumo às semifinais da Taça Libertadores nesta quarta-feira ao empatar com o Barcelona em 1 a 1 no estádio Monumental, em Guayaquil, em mais um jogo com grande atuação do goleiro Vanderlei.

O Peixe teve menos chances de gol que o adversário, mas mesmo assim abriu o placar, logo no início do segundo tempo, com Bruno Henrique. Vanderlei então entrou em ação e fez ao menos seis grandes defesas, só não parou o cabeceio do atacante uruguaio Álvez, que deixou tudo igual.

Bruno Henrique Pinto é um futebolista de Brasilde Brasil que atua como atacante. Conhece-se Bruno Henrique Pinto é mais conhecido como Bruno Henrique.

Apesar do gol padecido, o tricampeão continental está em benefício no confronto pelas quartas, já que jogará pelo empate sem gols na volta, daqui a uma semana, na Vila Belmiro.

Os ‘Canarios’, como o Barcelona também é conhecido, vai precisar de uma igualdade em dois ou mais gols ou de quebrar a invencibilidade do oponente, único time que ainda não perdeu nesta edição da competição continental.

Na equipe equatoriana, a principal notícia para a partida desta quarta foi a volta do volante de Brasil Gabriel Marques, que estava afastado dos gramados desde março. Por outro lado, o atacante argentino Ariel Nahuelpán, que padeceu traumatismo direto no pé direito na semana passada, foi desfalque. O ex-jogador de Coritiba e Internacional, no entanto, é reserva do uruguaio Jonatan Álvez.

Já o Peixe não pôde contar com o atacante Copete, com dores musculares. Thiago Ribeiro foi o selecionado para a posição. Por outro lado, o zagueiro David Braz, suspenso na triunfo sobre o Corinthians por 2 a 0 pelo Brasileirão, no último domingo, regressou em lugar de Gustavo Henrique.

Justamente Braz, um dos mais experientes do time, falhou logo aos seis minutos de partida, e Álvez partiu livre. O centroavante encheu o pé e Vanderlei fez sua primeira grande defesa na partida. Pouco depois, aos 11, Díaz bateu da entrada da área e escondeu o travessão.

O Santos era mais tímido em suas investidas. Aos 16, Vanderlei fez a reposição rápida na esquerda acionando Zeca, que agilizou e tentou o passe para Ricardo Oliveira, mas, atencioso, Arreaga interceptou.

Mais tarde, aos 27, Lucas Lima atravessou na medida para Bruno Henrique, que não pegou em repleto no cabeceio e facilitou o trabalho do goleiro Banguera, herói da classificação contra o Palmeiras nas oitavas ao pegar dois pênaltis na disputa decisiva.

O Barcelona, por sua vez, vem de classificação épica às quartas de final, já que venceu em Guayaquil o Palmeiras por 1 a 0, levou o troco na volta, no Allianz Parque, e conseguiu progredir nos pênaltis, batendo o campeão de Brasil por 5 a 4.

Em mais um equívoco individual na defesa de Santa Helena, agora de Lucas Veríssimo, o time da casa voltou a assustar. Marcos Caicedo recolheu na ponta, fez o chuveirinho, e Vanderlei saiu bem para afastar de soco, aos 32 minutos.

O próprio Caicedo teve a última possibilidade antes do pausa, aos 45 minutos. O camisa 17 fez fila pelo meio e entrou na área, mas, ao tentar mais um drible, acabou desarmado.

O segundo iniciou com o Santos no ataque, se o primeiro tempo foi de maior presença do Barcelona no setor ofensivo. A diferença é que o tricampeão da América foi mais eficiente e abriu o placar com menos de um minuto. Lucas Lima bateu falta, David Braz escorou e achou Ricardo Oliveira, que devolveu. O defensor então preparou para Bruno Henrique, que, livre, fez 1 a 0.

David Braz se redimiu do erro cometido ainda no início da partida em grande estilo e, além disso, continuou fazendo seu trabalho lá atrás. Aos oito, Álvez dominou na área e tentou girar para cima do zagueiro, que, entretanto, levou a melhor.

A partida então perdeu intensidade. O atual campeão de Equatorial Guinea até conservava o controle das ações, mas já não era tão incisivo. Quando fez o desarme no meio, jean Mota, que trocou Lucas Lima, tentou colocar fogo no confronto aos 19 e arriscou de fora, mas acertou o defensor.

Com o passar do tempo, a pressão dos ‘Canarios’ foi ficando maior, mas o espaço para que o Santos contra-atacasse, também. Aos 30 minutos, Bruno Henrique disparou e se o derrubou com falta. Kayke, que havia trocado Thiago Ribeiro, cobrou e exigiu boa intervenção de Banguera. Díaz respondeu aos 31, e Vanderlei operou mais um milagre.

Porém, três minutos depois, o arqueiro de Santa Helena nada pôde fazer. O próprio Díaz bateu escanteio, Álvez subiu mais que a marcação e cabeceou para o gol, deixando tudo igual.

Os últimos minutos foram de sufoco total do Barcelona, que teve ao menos outras três chances para sair de campo com o triunfo. Aos 40 minutos, Vanderlei parou chute cara a cara de Castillo. Pouco depois, aos 44, Aimar cabrceou rente à trave, e, aos 46, José Ayoví ganhou pelo alto, mas perdeu a dividida para David Braz.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Alison, Renato e Lucas Lima ; Thiago Ribeiro , Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

Em a temporada , Levir Culpi o time comandado não derrota desde 28 de junho , quando caiu diante do Flamengo por 2 a 0 , fora de casa , pela Copa do Brasil. Desde então, foram dez triunfos e seis empates, com último capítulo dessa série tendo sido o resultado positivo no duelo com o Corinthians.Para a decisiva partida desta quarta-feira, às 21h45 , contra o Barcelona de Guayaquil, o Santos de Levir Culpi tvai terasomenteum desfalque. O atacante colombiano Jonathan Copete padeceu uma lesão muscular na coxa esquerda e não vai estar à disposição do técnico para o confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores, no Equador. Thiago Ribeiro assume a vaga no setor ofensivo.Invicto na Libertadores, o Santos deu bom passo para se classificar às semifinais da competição, nesta quarta-feira, depois de empatar em 1 a 1 com o Barcelona de Guayaquil no Equador.

Juiz: Daniel Fedorzuk , ajudado pelos compatriotas Gabriel Popovits e Esteban Ostojich.

Cartões amarelos: Esterilla, Gabriel Marques e Aimar ; Kayke e Vanderlei .

Estádio Monumental, em Guayaquil .

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Ecuador, Spain

Cities: Guayaquil, Barcelona

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Santos segura empate em Guayaquil e fica perto das semifinais da Libertadores
>>>>>Santos visita algoz do Palmeiras em 1º duelo por vaga na semi da Libertadores – September 12, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Santos encara Barcelona para não repetir erros do Palmeiras na Libertadores – September 12, 2017 (clicrbs-pt)
>>>>>Confira a provável escalação do Santos para o duelo da Libertadores – September 13, 2017 (gazetaesportiva-pt)
>>>>>>>>>Santos encara Barcelona para não repetir erros do Palmeiras na Libertadores – (clicrbs-pt)
>>>>>Vanderlei brilha e Santos empata com Barcelona na ida das quartas da Libertadores – September 14, 2017 (clicrbs-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Vanderlei 130 70 PERSON 9 Vanderlei: 5, (tacit) ele/ela (referent: Vanderlei): 4
2 Bruno Henrique Pinto 0 0 PERSON 8 Bruno_Henrique: 6, (tacit) ele (referent: Bruno_Henrique): 1, Bruno_Henrique_Pinto (apposition: mais conhecido): 1
3 o Barcelona 130 0 PLACE 6 O Barcelona: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Barcelona): 3, o Barcelona: 2
4 Thiago Ribeiro 155 70 PERSON 5 Thiago_Ribeiro: 2, substituído Thiago_Ribeiro: 1, (tacit) ele/ela (referent: Thiago_Ribeiro): 2
5 Santos 50 50 ORGANIZATION 5 O Santos era mais tímido em suas investidas: 1, O Santos: 1, o Santos: 3
6 Álvez 80 80 PERSON 4 Álvez: 3, o atacante uruguaio Álvez: 1
7 David Braz 40 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: David_Braz): 1, David_Braz: 3
8 Díaz 0 0 PERSON 4 O próprio Díaz: 1, Díaz: 2, (tacit) ele/ela (referent: O próprio Díaz): 1
9 Lucas Lima 0 0 PERSON 4 Lucas_Lima: 3, Lucas_Veríssimo: 1
10 time 0 20 NONE 3 único time: 1, o time: 1, o time comandado: 1