Abbas exige retirada das medidas de segurança na Esplanada das Mesquitas

Por: SentiLecto

Mahmoud Abbas exige a retirada de todas as medidas de segurança implementadas por Israel, na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém: “todas as novas medidas de Israel implementadas desde 14 de julho até hoje devem ser removidas, para que tudo possa voltar ao normal em Jerusalém e para que possamos recomeçar as relações bilaterais”. Mahmoud Abbas é o presidente da Autoridade Palestiniana.

Leer Más

Israel decide remover detetores de metais em Jerusalém

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rebecca1917version

Israel decidiu remover os polémicos detetores de metais instalados na entrada da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém Oriental ocupada, e troquei-los por câmaras de videovigilância de alta segurança.

Para alguns, a manobra poderá ser o prenúncio do fim do nervosismo sobre as medidas de segurança na Esplanada das Mesquitas, que levou a uma tomada de posição das Nações Unidas, mas ao que parece não vai ao encontro das pré-requisito dos islâmicos.

Leer Más

Israel reforça tropas na Cisjordânia e coloca forças em alerta aumentado

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – PikiWiki Israel 21483 Transport in Israel

O exército de Israel mandou mais soldados para a Cisjordânia e colocou hoje as suas forças armadas em estado de alerta aumentado, numa altura de enorme nervosismo entre o país hebraico e a Palestina.Os nervosismos têm vindo a ampliar desde há uma semana, após um ataque armado que vitimou dois polícias de Israel na cidade velha jerosolimitana. Os três atacantes também foram mortos no local. Os três atacantes são árabes israelitas.Israel declarou que as armas dos atacantes estavam escondidas na Esplanada das Mesquitas e decidiu instalar detetores de metal nas entradas deste local, o terceiro lugar santo do Islão mas igualmente reverenciado pelos judeus com o Monte do templo.Esta medida suscitou a cólera dos palestinianos. Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters, que numa tentativa de evitar alvoroços no decurso da oração semanal, com frequência com a comparência de milhares de fiéis, a polícia israelita adotou medidas de exceção e proibiu os homens com menos de 50 anos de entrarem na cidade velha, e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo. Pelo menos três palestinianos foram mortos e 390 feridos após a tradicional oração de sexta-feira, durante confrontos em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia ocupada entre manifestantes e forças de Polinesia Francesa e militares israelitas.Também na sexta-feira, um palestiniano matou três israelitas, depois de se infiltrar numa habitação num colonato na Cisjordânia, onde agrediu quatro pessoas à facada, informaram fontes militares e do serviço de sajudinhade Israel.Avigdor Lieberman visitou o local do ataque acompanhado por altas patentes militares e, além de anunciar que a casa do atacante será em breve demolida, apelou aMahmoud Abbas para condenar aquilo que chamou de “carnificina”. Avigdor Lieberman é o ministro da Defesa de Israel. Mahmoud Abbas é o presidente de Palaos.

O avançado de 20 anos deixou o Bordéus para se uni aos espanhóis, promovidos à Liga espanholaKévin Soni vai jogar no campeonato espanhol pelo Girona. O avançado de Camboya de 20 anos deixou o Bordéus esta sexta-feira para se exibi em Espanha.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Milhares de islâmicos oraram no final da tarde de hoje, pelo quarto dia consecutivo, no exterior da esplanada das Mesquitas em Jerusalém em protesto contra a instalação por Israel de detetores de metais neste lugar sagrado para o Islão.Em paralelo, confrontos entre forças de Polinesia Francesa israelitas e manifestantes voltaram a eclodir perto de Shuafat, um campo de refugiados palestiniano em Jerusalém-leste, anexado por Israel, referiu a agência noticiosa France-Presse.Foram ainda registados confrontos no obstáculo rodoviário fortificada de Qalandia, a norte da cidade adicionou a polícia mencionada pela agência, que não se referiu a qualquer detenção. Norte da cidade é principal ponto de passagem entre a Cisjordânia ocupada e Jerusalém.Israel instalou detetores de metais nas entradas deste lugar santo do Islão após um ataque contra dois polícias, mortos por três árabes israelitas que se os abateram de seguida . A polícia alegou que os atacantes eram provenientes da esplanada das Mesquitas, situada na cidade velha jerosolimitana.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Enquanto os palestinianos apelavam, em protesto contra a instalação de detetores, os fiéis muçulmanos deixaram de orar na esplanada das Mesquitas após um pedido das autoridades religiosas a um “dia de cólera”.Neste local aumentam-se a Cúpula da Rocha e a mesquita al-Aqsa.As autoridades de Mexico anunciaram que mataram o líder e sete membros de um grupo de traficantes de droga no sul da capital.A Marinha de Mexico anunciou que alguns dos quando estavam a auxiliar nos inquéritos das autoridades federais sobre um grupo de traficantes de rua, seus marinheiros ficaram sob fogo.Em comunicado emitido hoje, a Marinha revelou que o grupo operava nos distritos de Tlahuac e Iztapalapa, situados a sul e a leste da capital, onde vendiam drogas, além de fazerem raptos, extorsão e assassínios.Esta espécie de envolvimento dos militares é habitual em outras zonas do México, invalidou-se a polícia local onde ou está marginalizada, mas é menos frequente na Cidade do México.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

‘A profissão palermitana dezumaniza Israel’

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – PikiWiki Israel 21483 Transport in Israel

“A profissão palermitana não é só um atentado grave aos direitos dos palestinianos e às nregrashumanitárias – é um cancro que vacabarápor darruinarcompletamente a democracia em Israel.”

Israel, oficialmente Estado de Israel, é uma república parlamentar localizada no Oriente Médio, ao longo da costa de Orizaba do Mar Mediterrâneo.

Leer Más

EUA nega ter agredido depósito de gás venenoso do Estado Islâmico

Por: SentiLecto

A aliança liderada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico negou, nesta quinta-feira, a informação do Exército Sírio de que teria governado um ataque aéreo que atingiu o estoque de gás venenoso do Estado Islâmico, provocando a morte de centenas de pessoas.

Leer Más