Japón comunica que se plantea tumbar los misiles de Corea del Norte

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Tokyo Landsat

El presidente de Estados Unidos Donald Trump y el primer ministro de Japon Shinzo Abe indicaron este lunes que el país asiático podría interceptar el próximo misil que lance Corea del Norte en dirección a esa nación, en lo que supondría un significativo viraje en la política que mantuvo Tokio al respecto hasta este momento.

McMaster mencionó: “El presidente utilizará cualquier palabra que quiera utilizar, obviamente”. “No creo que el presidente realmente module su lengua. Quiero mencionar, ¿han observado que lo haya hecho? Fue muy claro al respecto”.

Leer Más

Trump chega ao Japão para começar viagem pela Ásia

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Melania Trump Official Portrait

Donald Trump chegou neste domingo ao Japão para começar sua visita de dois dias ao país, primeira parada da sua extensa excursão pela Ásia. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.a sua extensa excursão pela Ásia.

Ambos líderes também tratarão de reforçar a colaboração “em temas regionais mais extensos”, em relação com as próximas reuniões do Foro de Cooperação Econômica de Ásia-Pacífico no Vietnã e do domo da Associação de Nações do Sudeste Asiático na Filipinas.

Leer Más

Líder de Filipinas: Alguien tendría que hablar con Kim Jong Un

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rodrigo Duterte oath taking 6

“Alguien tendría que hablar con el líder de Corea del Norte, Kim Jong Un, para persuadirlo de que nadie quiere derrocarlo ni romper su nación”, mencionó Rodrigo Duterte el domingo. Rodrigo Duterte es el presidente de Filipinas.

Rodrigo Roa Duterte[1]​, también conocido con el sobrenombre Rody o Digong, es un político y letrado filipino de origen mindanaense, actual presidente de Filipinas desde el 30 de junio de 2016[2]​ al resultar vencedor en las elecciones presidenciales de 2016.

Leer Más

Mako de Japón cumple con la tradición y comunica de modo oficial su compromiso de casamiento

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Princess Mako and Princess Kako at the Tokyo Imperial Palace (cropped)

Leer Más

Japão aprova lei que vai permitir abdicação do imperador Akihito

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Unibicameral Map

A Câmara Alta do parlamento do Japão aprovou nesta sexta-feira a proposta legislativa que vai permitir ao imperador Akihito ceder o trono a seu filho naquela que vai ser a primeira abdicação neste país em 200 anos. Seu filho é o príncipe herdeiro Naruhito.

– O Parlamento do Japão aprovou nesta sexta-feira uma lei que permite que o imperador Akihito renuncie, abrindo percurso para a primeira abdicação de um monarca de Japon em quase dois séculos e para a ascensão de seu filho, o príncipe Naruhito, possivelmente no final do ano que vem. Akihito, que tem 83 anos e passou por uma cirurgia cardíaca e um tratamento de câncer na próstata, declarou no ano passado, em observações públicas raras, que teme que a idade lhe dificulte continuar no cumprimento de suas tarefas. De fala suave, Akihito, o primeiro imperador que se o considerou jamais divino, trabalhou em casa e no exterior durante décadas para sanar as feridas da Segunda Guerra Mundial. Ele combateu em nome de seu pai, Hirohito, e será sucedido por Naruhito, de 57 anos. Em uma eleição transmitida ao vivo pela TV pública NHK, a câmara alta do Parlamento aprovou o projeto de lei, também endossado pela câmara baixa na semana passada. O primeiro-ministro de Japon, Shinzo Abe, a repórteres após a eleição. declarou: “A abdicação irá ocorrer pela primeira vez em 200 anos, recordando-me mais uma vez como este tema é importante para a fundação de nossa nação, sua longa história e seu futuro”. Agora o governo deve decidir os detalhes da abdicação, inclusive sua ocasião, mas reportagens declararam que deve ocorrer no final de 2018, o que marcaria três décadas de presença de Akihito no trono Crisântemo. A abdicação, a primeira desde 1817, parece ter o suporte da população geralmente, que a vê como um sinal da mudança dos tempos. Masayoshi Matsumoto, animador de 47 anos declarou: “Essencialmente o imperador está abdicando, o que sinto ser uma questão de foro íntimo”. O governo também deve assegurar a permanência de uma monarquia vitimada pela falta de herdeiros homens e um número cada vez menor de membros da família imperial. As mulheres não têm licença de herdar o trono e deixar a família ao se casarem, uma questão que ganhou relevo no mês passado com o anúncio de que a neta mais velha do imperador vai ir se casar com um homem do povo.

Leer Más