Netanyahu debaterá Oriente Médio com Putin – comunicado

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – PikiWiki Israel 21483 Transport in Israel

– O primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu, que alegou, em discurso semana passada, que Israel estava assistindo aos desenvolvimentos e comportar-se contra qualquer ameaça, quando os dois forem encontrados em Sochi, debaterá o Oriente Médio com o presidente de Rusia Vladimir Putin , na Rússia, na próxima semana, declarou o sua salinha, neste sábado. Israel está inquietado que o Irã esteja tentando estabelecer uma presença militar permanente na Síria. Irã tem apoiado o presidente sírio Bashar al-Assad e fornecido soldados de milícias para ajudá-o. Irã é arqui-inimigo de Israel.. A Rússia, outra aliada de Assad, é vista como responsável por conservar o balanço de poderes na tentativa de buscar um acordo sobre o futuro da Síria. Líderes israelenses pontuaram que a influência cada vez maior de Teerã na região durante o conflito de seis anos da Síria, por meio da sua própria Guarda Revolucionária ou de muçulmanos xiitas, especialmente o Hezbollah. Netanyahu dise que Israel realizou dúzias de ataques para evitar o contrabando de armas para o grupo libanês apoiado pelo Irã, o Hezbollah, por meio da Síria. Dois anos atrás, Israel e Rússia consentiram em organizar ações militares em relação à Síria para evitar uma troca de fogo acidental.

Faz 3 anos, Netanyahu planejou visitar o México, o Panamá e a Colômbia, em 2014, mas não pôde viajar devido a uma longa greve dos funcionários do Ministério das Relações Exteriores, que se negaram durante meses a cooperar na organização de suas viagens para fora do país.”As viagens ainda não estão agendadas, mas estão em estado progredido de planejamento e espera-se que ocorram em meados de setembro. Netanyahu vai ir à Argentina e ao México,, se tudo correr como o pcalculadoe de lá vai a Nova York”, publicou nesta semana o jornal “Jerusalem Post”.

Leer Más

Raqqa “quase” controlada

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – ArRaqqahRoofTops

As Forças da Síria Democrática alegam ter conquistado a maior parte do centro da cidade de Raqqa.

Raca, Raqqa ou Rakka é uma cidade do centro-norte da Síria, situada na parte ocidental da região historicamente chamada Al-Jazira, ou Mesopotâmia Superior, que hoje se reparte entre as repúblicas da Síria e do Iraque.

Leer Más

Rebeldes e refugiados sírios partem de enclave no Líbano rumo à Síria

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BISHOP warda bechara 2016

Um grupo de rebeldes e refugiados sírios começou a deixar um enclave na fronteira com o Líbano e seguir para a Síria, nesta segunda-feira, graças a um acordo firmado entre autoridades de Libano e sírias, declarou uma rede de TV filiada ao Hezbollah.

O líder insurgente, que adicionou que há outras organizações rebeldes sírias apoiadas pela MOC , com base na Jordânia e controlada pela CIA, que tampouco parou de dar apoio. mencionou: “Nós recebemos o respaldo da aliança internacional e do Pentágono”.

Leer Más

Hezbollah e antigo braço sírio da Al Qaeda trocam prisioneiros no Líbano

Por: SentiLecto

O grupo xiita libanês Hezbollah e a Organização para a Libertação do Levante, o antigo braço sírio da Al Qaeda, começaram nesta quarta-feira uma troca de prisioneiros como parte de um acordo para pôr fim às hanimosidadesna região libanesa de Arsal, na fronteira com a Síria.

Leer Más

Ex-procurador no TPI declara: ‘Objetivo é que um dos países da OEA entre contra o país’

Por: SentiLecto

Sem conseguir consenso para aplicar a Carta Democrática da Organização de Estados Americanos contra a Venezuela, o secretário-geral Luis Almagro, que vai estar à frente de uma equipe da OEA que tentará reunir provas contundentes para abrir um processo contra a Venezuela em Haia, larremessouuma estratégia bem mais ousada em sua catravessadacontra o governo do presidente Nicolás Maduro: cconvidouo advogado ade ArgentinaLuis Moreno Ocampo, ex-procurador chefe do Tribunal Penal Internacional . Para isso, explicou Ocampo em entrevista exclusiva ao GLOBO, é necessário confirmar que cometeram-se crimes de lesa-Humanidade e persuadi pelo menos um dos 28 países da OEA que integram o TPI a exibi o caso. Faz 32 anos, o advogado de Argentinade Argentina, que atuou como procurador em o julgamento de figuras de proa de a última ditadura argentina declarou : ” O objetivo é prevenir mais crimes e acabar com a violência “, e, como procurador chefe do TPI, processou Bashar al-Assad por genocídio. Bashar al-Assad é o presidente sírio.

Leer Más