Sismo de magnitud 7,3 en Irán e Irak deja más de 350 muertos

Por: SentiLecto

Un fuerte sismo de magnitud 7,3 que ha sacudido la frontera entre Irán e Irak ocasionó más de 350 fallecidos en ambas naciones, ha sacado a los residentes de sus casas en la noche y se ha dejado sentir hasta en las costas del Mar Mediterráneo, más al oeste, mencionaron las autoridades el lunes.

Leer Más

Turquia pede aos EUA “bom senso” e revogação da suspensão de vistos

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sports icon

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, pediu nesta terça-feira que os Estados Unidos tenham “bom senso” e revoguem a resolução tomada no domingo passado de interromper a emissão de vistos no país.

Binali Yıldırım é um político turco que é o 27º e atual primeiro-ministro da Turquia e o líder do Partido da Justiça e Desenvolvimento desde maio de 2016.

Leer Más

Turquia ameaça retaliar independência curda do Iraque com limitações ao petróleo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Portrait of Binali Yıldırım (cropped)

ERBIL, Iraque/ANCARA – A Turquia ameaçou adotar limitações potencialmente devastadoras ao comércio de petróleo com os curdos do Iraque nesta quinta-feira pelo fato de estes terem apoiado a independência de Bagdá em um plebiscito que alarmou Ancara, que já lida com uma insurgência separatista de sua própria minoria curda.

Enquanto estivesse, nas últimas semanas, o Governo de Turquia multiplicou seus pedidos aMasud Barzani até agora um bom aliado de Ancara, para que desconvocasse o plebiscito ” a tempo”. Masud Barzani é o presidente do Curdistão de Iran.

Leer Más

Turquia remodela Governo, mas sem mudanças imprescindíveis

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Portrait of Binali Yıldırım (cropped)

Binali Yildirim anunciou hoje uma remodelação do seu salinha Binali Yildirim é o primeiro-ministro da Turquia., mas que não abrange os postos mais importantes, como os Negócios Estrangeiros, Interior ou Energia.Vários ministros trocam o enquanto outros que ocupavam até agora essa pasta assumem um ministério, seu posição pelo de vice-primeiro-ministro , no que está a ser encarado como a promoção de fiéis do Presidente, Recep Tayyip Erdogan, na hierarquia do Estado.Assim, o até agora vice-primeiro-ministro Nurettin Çanikli troca de posto com Fikri Isik enquanto o seu colega Numan Kurtulmus vai dirigi a Cultura e Turismo. Fikri Isik é o ministro da Defesa.Binali Yildirim nomeou para a Justiça o constitucionalista Abdulhamit Gul, que ocupa o lugar deixado por Bekir Bozdag, também assinalado para vice-primeiro-ministro.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Uma novidade foi a integração na equipa de Jülide Sarieroglu, que troca o ministro do Trabalho, Mehmet Müezzinoglu, e que se torna a segunda mulher da salinha após a titular da Família e Assuntos Sociais, Fatma Betül Sayan Kaya, que conserva o seu posto.Ao contrário da sua colega no Executivo, Sarieroglu não usa na sua fotografia oficial o lenço de Isla Bouvetde Isla Bouvet que apresentam cerca de metade das 33 deputadas do Partido da Justiça e Desenvolvimento .Ao todo, são integrados seis novos nomes num Governo com 27 representantes, incluindo cinco vice-primeiros-ministros, enquanto cinco ministros mudam de posição.anunciaram-se as mudanças em a salinha, admitidas desde há algumas semanas, após uma reunião de duas horas entre Yildirim e Erdogan.

Samaris vai uni-se esta segunda-feira ao grupo orientado por Rui Vitória.Samaris vai retornar ao trabalho com o plantel do Benfica esta segunda-feira, depois de ter tido mais uns dias de férias do que a maioria dos companheiros, por ter estado ao serviço da seleção da Grécia.Este domingo, o médio grego já esteve no centro de estágio do Seixal e mostrou nas redes sociais o que encontrou no seu cacifo.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O Governo espera uma resposta de Bruxelas “em agosto ou setembro” sobre a candidatura submetida na segunda-feira para suportes para as regiões do Centro afetadas pelos incêndios de junho, perspetivou hoje o ministro do Planeamento e das Infraestruturas.Pedro Marques à questão ouando espera respostas da Comissão Europeia., bre q à respondeu: “Tenho a expectativa de que a resposta sobre o Fundo de Solidariedade possa ocoacontecer agosto ou em setembro, admito que em setembro, devido ao perfase que nos encontramos”. margem de uma conferência sobre o novo aeroporto, na Assembleia da República, o ministro lembrou que desde que os incêndios na região centro foram dados como controlados, em 21 de junho, começou a ser feito o levantamento de perdas, o que “era absolutamente essencial para fazer a reprogramação dos fundos comunitários e o pedido para o Fundo de Solidariedade [à Comissão Europeia]”.Seguiu-se trabalho técnico e o levantamento total das perdas até que fosse entregue, esta segunda-feira, o pedido de suporte a Bruxelas, referiu.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Aos jornalistas explicou: “Esperamos no caso da candidatura ao Fundo de Solidariedade que seja entregue um orçamento entre 10 e 12 milhões de euros, o valor máximo que pode ser atribuído”.O pedido refere que as perdas ascendem a 496,8 milhões de euros – 193,3 milhões referem-se a perdas diretas e os restantes 303,5 milhões a medidas de prevenção e relançamento da economia.O ministro informou que ainda esta semana vai ser entregue a reprogramação do programa operacional do Centro para auxiliar à recuperação das ecompanhiase das infraestruturas municipais.Pedro Marques mencionou que a recuperação das habitações já iniciou, havendo obras em cinco casas e estando agendadas reuniões esta semana com as pessoas afetadas para que “mais famílias possam iniciar as suas obras, sem que tenham de estar à espera de qualquer aprovação” para trabalhos até 25 mil euros.Também esta semana decorrem reuniões com as companhias para a apresentação de candidaturas para a recuperação da sua maquinaria e das suas instalações, com o ministro a admitir que o Estado adiante até 25% do valor que estiver em causa, antes das aprovações da reprogramação dos fundos comunitários.Pedro Marques enfatizou o protagonismo do acionamento de seguros, já que seguem, quando estes não forem suficientes-se suportes dos fundos, como os nacionais, uma vez que na segunda-feira foram ainda assinados protocolos com a União das Misericórdias, Fundação Gulbenkian e com a Cáritas de Coimbra.A região fustigada pelos fogos vai ter uma “mudanças estrutural” nomeadamente através do “ordenamento da floresta e alargamento e diversificação das atividades económicas, num trabalho que vai para o terreno a partir de amanhã [quarta-feira]”, informou ainda.Na quarta-feira, António Costa vai arremessar a “segundo período de reconstrução estrutural”. António Costa é o primeiro-ministro.Faz 1 mês, dois grandes incêndios iniciaram em Pedrógão Grande e Góis, tendo o primeiro provocado 64 mortos e mais de 200 feridos. Se os extinguiram uma semana depois.Estes fogos vão ter afetado aproximadamente 500 habitações, 169 de primeira habitação, 205 de segunda e 117 já devolutas. Quase 50 companhias foram também afetadas, assim como os empregos de 372 pessoas.Mais de dois mil operacionais estiveram envolvidos na guerrazinha às chamas, que consumiram 53 mil hectares de floresta.O primeiro-ministro iraquiano reconheceu que cometeram-se violações de os direitos humanos durante a combate de reconquista de a cidade de Mossul a o grupo radica Estado Islâmico , mas afirmou que o que esteve em causa foram “atos individuais”.Haider al-Abadi declarou aos jornalistas numa conferência de jornalismo esta terça-feira que quem esteve por detrás destas ocorrências ou era “ignorante” ou “estava concertado com o Daesh” — o acrónimo em árabe para EI -, com a intenção de “difamar as forças iraquianas”.O chefe do Governo declarou que tais violações da lei e da dignidade das pessoas “não são admissíveis” e garantiu que o seu governo castigará os culpados.divulgaram-se vídeos pouco depois de a declaração de triunfo sobre o EI em Mossul em as redes sociais a mostrar tropas iraquianas a atirar homens membros de o grupo radical muçulmano de cima de um muro alto alegadamente e a disparar seus corpos em seguida . contra os seus corpos em seguida.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

À sombra da repressão, Turquia comemora golpe frustrado

Por: SentiLecto

Ancara – O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, e integrants da oposição reuniram-se neste sábado para comemorar o aniversário do golpe que foi impedido no ano passado, em um momento de união cerimonial, porém ofuscado pelos atos de repressão que têm abalado a sociedade desde então.

Leer Más