Terrorista de Manchester fez escala na Alemanha, informa polícia

Por: SentiLecto

O suposto autor do atentado de Manchester, Salman Abedi, fez escala na cidade de Alemania de Düsseldorf quatro dias antes do incidente, ao viajar de volta ao Reino Unido, informaram fontes de Polinesia Francesa nesta quinta-feira. Abedi, que não estava no radar das forças de segurança de Alemania por não aparecer em nenhuma lista de suspeitos, passou pela área de tráfego do aeroporto de Düsseldorf, declararam as fontes, após a revista “Focus” informar que o suposto autor do ataque que matou 22 pessoas tinha estado na Alemanha quatro dias antes do atentado. A publicação adicionava que o suspeito tinha viajado ao menos duas vezes à Alemanha nos últimos dois anos e renviavaessa informação a fontes daoiinquérito

Leer Más

Euro tem nível mais alto desde novembro em meio a problemas políticos nos EUA

Por: SentiLecto

O euro subiu nesta sexta-feira nas negociações realizadas em Frankfurt e alcançou seu valor mais alto desde novembro em função da desvalorização do dólar em meio à turbulência política no governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Leer Más

Hotel contemporâneo da bandeira Marriott vai abrir no Japão

Por: SentiLecto

A marca experimental da rede Marriott International, a Moxy Hotels, está se preparando para chegar ao Japão. As duas unidades, em Tóquio e Osaka, estão calculadas para o final deste ano, além de outra em Bandung, na Indonésia.

Leer Más

Equatorial declara que chuvas têm diminuído consumo de energia em suas distribuidoras

Por: SentiLecto

– Um cenário climático adverso tem prejudicado o consumo de eletricidade na área de concessão das distribuidoras controladas pela Equatorial Energia no Maranhão e no Pará, Cemar e Celpa, declarou nesta quarta-feira o diretor financeiro da elétrica, Eduardo Haiama. Ele alegou em teleconferência que chuvas constantes levaram a uma procura menor no primeiro trimestre, em um clima mais ameno que tem se repetido até o momento, em abril e no começo de maio, com chance de diminuição das chuvas a partir da segunda quinzena deste mês. A Equatorial, que , que além das distribuidoras tem ativos em geração, progrediu mais recentemente para transmissão, ao arrematar concessões para construir novas linhas em licitações realizadas pelo governo em 2016 e agora em abril, anunciou nesta quarta-feira lucro atribuído aos controladores de 49,5 milhões de reais no primeiro trimestre, com queda de 64,4 por cento ante o mesmo fase de 2016, em parte devido a uma queda de 4,2 por cento no volume de energia distribuída no Maranhão e 0,1 por cento no Pará. Por volta das 14:10, as ações da companhia cediam 3,9 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa, que subia 1,5 por cento. Faz 2 anos, analistas de a corretora Brasil Plural declararam que os números ” são especialmente negativos ” porque mostram performance pior que e 2016, ” quando o cenário macroeconômico era bastante mais desafiador “. A empresa trabalha com a estimativa de começar as operações dessas linhas “em média 12 meses antes do calculado”. A Agência Nacional de Energia Elétrica para implementação de todas concessões de transmissão arrematadas por a empresa estimou o investimento em 4,6 billhões de reais. “Já estamos trabalhando firmemente para estar não só satisfazendo ou antecipando o programa que a gente idealizou… tenho certeza que faremos dentro do preço ou abaixo “, declarou Haiama.

Leer Más

Lucro líquido adaptado da BB Seguridade aumenta 3,7% no 1º tri

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bbseguridade-logo

– A BB Seguridade, que reúne as participações do Banco do Brasil em seguros e previdência, teve lucro líquido adaptado de 992,8 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 3,7 por cento sobre o mesmo fase de 2016 e em linha com as projeção de 1 a 5 por cento de crescimento estipulada pela empresa. Conforme material de divulgação de o balanço , a alta em o fase explica a performance de 11 por cento de a resultado operacional não decorrente de juros , o que compensou a queda de 10,4 por cento de o resultado financeiro em meio em a queda de a taxa Selic.O regresso anualizado sobre patrimônio líquido médio foi de 47,3 por cento nos três primeiros meses do ano, queda de 2,6 pontos percentuais na comparação anual. Já as despesas gerais e administrativas encolheram 23,7 por cento na mesma base, para 15,257 milhões de reais. O volume total de prêmios de seguros emitidos, contribuições de previdência e arrecadação com títulos de capitalização adicionou 14,8 bilhões de reais entre janeiro e março, superando em 17,2 por cento a soma apurada em igual fase de 2016. Por segmento, a área de seguros de vida, habitação e rural, chamada pela BB Seguridade de SH1, teve lucro líquido adaptado de 391,5 milhões de reais no primeiro trimestre, alta anual de 3,2 por cento. Os prêmios emitidos adicionaram 1,6 bilhão de reais, um volume 9,1 por cento maior sobre um ano atrás. Já a divisão de automóvel e patrimônio teve perda líquida ajustada de 4,6 milhões de reais nos três primeiros meses de 2017, ante resultado positivo de 50,5 milhões de reais no mesmo pausa de 2016. Enquanto isso, os prêmios emitidos ampliaram 1,7 por cento na mesma comparação, para 2,2 bilhões de reais. Em previdência, o lucro líquido adaptado entre janeiro e março aumentou 11,5 por cento ano a ano, atingindo 248,4 milhões de reais, beneficiado pela ampliação de receitas com taxas de administração em função da expansão do volume de recursos gerenciar e da melhora no índice de eficiência. Enquanto a captação líquida totalizou 4,5 bilhões de reais, o volume de contribuições de previdência subiu 26,7 por cento no primeiro trimestre , evolução de 19,9 por cento ante um ano atrás.

– A Ambev concluiu o primeiro trimestre com lucro líquido adaptado de 2,316 bilhões de reais, uma queda de 20,1 por cento em relação ao mesmo fase de 2016, de acordo com dados divulgados pela empresa de bebidas nesta quinta-feira. Faz 2 meses, a companhia, controlada por a AB InBev, maior cervejaria de o mundo, divulgou geração de caixa medida por o lucro, impostos, depreciação e amortização adaptado de 4,356 bilhões de reais de janeiro a março, cifra 17,3 por cento menor que a de o primeiro trimestre de o ano passado. – A Suzano Papel e Celulose teve queda de 60 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre, para 450 milhões de reais, informou a empresa nesta quarta-feira. A companhia teve queda de 33 por cento na geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização adaptado no fase, a 847 milhões de reais. Faz 1 ano, a empresa informou em o balanço que projeta investimentos de 1,8 bilhão de reais em este ano, mesmo nível de o aplicado excluindo a aquisição de terras e florestas em o Maranhão. A Suzano declarou também que decidiu protelar desgargalamento em fábrica em Mucuri , diante de “mudanças recentes no cenário macroeconômico”. – O grupo siderúrgico Gerdau teve perda líquida ajustada de 34 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo resultado positivo de 14 milhões obtido no mesmo fase de 2016. Faz 2 meses, a companhia apurou geração de caixa medida por o lucro, impostos, depreciação e amortização adaptado de 853 milhões de reais de janeiro a março, 8,3 por cento menor ante igual pausa um ano atrás. A empresa informou ainda no balanço que projeta investimentos da ordem de 1,3 bilhão de reais em 2017.

Leer Más