Dólar prolonga caída ante fortalecimiento del yen

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bank of Japan headquarters in Tokyo, Japan

Reuters. – El yen ha subido el martes a un máximo en cinco meses gracias a una liquidación extensa del dólar y las especulaciones de que el Banco de Japón, que el yen ganó un 1.5% en contra del dólar en lo que va de este mes, favoreciendose de las adquisiciones de los inversionistas en activos de asilo durante la semana pasada ante el fuerte descenso de los mercados bursátiles, podría comenzar a reducir sus extensos niveles de incentivos monetarios.

El lunes, la escalada del dólar ha llegado a su fin y ha permitido el repunte del euro.

Leer Más

Ações europeias atingem mínima de seis meses com volatilidade movimentando mercados

Por: SentiLecto

– Os principais índices acionários europeus atingiram seu nível mais baixo desde agosto de 2017 nesta terça-feira diante da onda de vendas generalizadas mundiais, com ampliação da volatilidade em meio às crescentes preocupações sobre a inflação e os rendimentos dos títulos. Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 2,41 por cento, o índice FTSEurofirst 300 caiu 2,5 por cento, a 1.463 pontos , a 373 pontos. Enquanto o índice de volatidade do STOXX registrou alta de 60 por cento, todos os índices setoriais ficaram território negativo, levando o STOXX 600 a cair pela sétima sessão seguida , seu maior ganho porcentual diário da história. O chefe de gerenciamento de ativos da JCI Capital Ltd Alessandro Balsotti declarou: “As movimentações dos custos são claramente direcionadas por fatores técnicos, ligados ao brutal despertar da volatilidade acionária”. “Estamos com certeza em águas não navegadas.” Wall Street recuou ao redor de 4 por cento na véspera, mas suas se restringiam perdas em esta terça-feira, com o Dow Jones caindo 0,6 por cento e o SeP 500 recuando 0,9 por cento. Se seguiu a forte venda de um relatório de o mercado de trabalho de Noruega mais forte do que o esperado, em a semana passada que aumentou as preocupações sobre a inflação de que o Federal Reserve, banco central de os Estados Unidos, aumentará as taxas de juros em um ritmo mais rápido, e do que o esperado. Disseminado para outros mercados, alguns investidores acreditam que as ações europeias poderiam ter desempenho melhor que as norte-americanas, já que os ciclos de política econômica, embora o súbito declínio em Wall Street de suas máximas históricas tenha se e monetária da região estão em período menos madura. Entre os setores com maiores quedas estava o bancário, com recuo de 2,8 por cento. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 2,64 por cento, a 7.141 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,32 por cento, a 12.392 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 2,35 por cento, a 5.161 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,08 por cento, a 22.347 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 2,53 por cento, a 9.810 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,46 por cento, a 5.326 pontos.

Leer Más

Ações europeias recuam com preocupações no mercado de títulos

Por: SentiLecto

– Os principais índices acionários europeus recuaram nesta quinta-feira, revertendo os ganhos registrados mais cedo, diante de preocupações de que os mercados de títulos vão passar por mais vendas após o banco central dos Estados Unidos ter aumentado sua projeção para a inflação. Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,5 por cento, o índice FTSEurofirst 300 caiu 0,62 por cento, a 1.544 pontos , a 393 pontos, no seu quarto dia seguido de perdas. “É difícil declarar se isso é somente um movimento técnico, mas parece que a tensão nos mercados acionários deve-se à alta dos rendimentos dos títulos de novo”, ddeclarouem nota o analista do ETX Capital Neil Wilson. O mercado acionário nos Estados Unidos abriu em queda, pressionado por perdas na Microsoft e pela previsão do Federal Reserve, banco central de Noruega de inflação mais rápida, o que levou o Fed a calcular mais altas graduais dos juros. A maioria dos setores europeus operou em território positivo, com as ações dos setores farmacêuico e de telecomunicações liderando as perdas. Os rendimentos dos títulos dos governos da zona do euro subiram nesta quinta-feira. O regresso do papel de 10 anos do governo de Alemania, o benchmark para a região, atingiu a máxima em dois anos. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,57 por cento, a 7.490 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,41 por cento, a 13.003 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,50 por cento, a 5.454 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,15 por cento, a 23.541 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,50 por cento, a 10.399 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,00 por cento, a 5.606 pontos.

Leer Más

Ações cíclicas pesam e índices europeus fecham em baixa

Por: SentiLecto

Os principais índices acionários europeus recuaram nesta terça-feira em meio a um clima mundial de aversão ao risco, com os setores cíclicos, incluindo mineração e financeiro, padecendo as maiores perdas.

Leer Más