COI admite chance de compra de votos na escolha de cidades-sede

Por: SentiLecto

Durante reunião do Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional em Lima, no Peru, a entidade admitiu que pode ter ocorrido pagamento de propina para escolha de cidades-sede dos Jogos Olímpicos.

Leer Más

Seis dirigentes do COI são investigados por venda de votos

Foto: Wikipedia – Osaka07 Opening Frankie Fredericks

Seis membros ou ex-integrantes do Comitê Olímpico Internacional estão sob suspeita de terem recebido propinas para votar por determinadas cidades para receber torneios e acontecimentos desportivos de grande porte. O inquérito está sendo governada pela procuradoria em Paris, com a cooperação internacional. Entre as suspeitas está a eleição que deu ao Rio de Janeiro o direito de acolher os Jogos de 2016.

No centro da polêmica está Lamine Diack, ex-presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo . Mas fontes envolvidas no processo confirmaram à reportagem que, nao todo estão examinando seis diferentes dirigentes edesportivospor diversos processos de seleção de sedes para eacontecimentos Os nomes não estão sendo divulgados, por enquanto. O COI garante que está colaborando e que é parte civil no processo.

Leer Más

Propina: auditor da Rio-2016 abdicou antes de suspensão

Foto: Wikipedia – Osaka07 Opening Frankie Fredericks

Faz 2 meses, com a cumplicidade de o COI, driblou um constrangimento internacional para tentar mostrar que foi ele mesmo quem havia optado por sair, decidiu abandonar seus posições dentro do Comitê Olímpico Internacional horas antes de o Comitê de Ética de a entidade revelar a o público que ele seria suspenso, suspeito de ter recebido propinas no caso do Rio-2016 o auditor de a escolha de o Rio de Janeiro para acolher os Jogos Frank Fredericks que mas. Ele não vai ser mais o presidente da delegação de avaliação dos Jogos Olímpicos de 2024 e não vai votar para a escolha da próxima sede, em setembro.

Dono de quatro medalhas em Jogos Olímpicos, Fredericks teve seu nome mencionado em uma acusação feita pelo jornal de Francia Le Monde, que o relaciona em um possível esquema de corrupção, com pagamento de propina, que facilitou o triunfo do Rio de Janeiro para acolher as Olimpíadas de 2016.

Leer Más

Frankie Fredericks deixa IAAF

Foto: Wikipedia – Osaka07 Opening Frankie Fredericks

Organismo tornou hoje pública a saída do antigo velocista, dois dias depois de o a Associação Internacional das Federações de Atletismo ser associado em o jornalismo a suspeitas de corrupçãoO namibiano Frankie Fredericks por doping institucionalizado trocou seu nome em o grupo de trabalho para a reintegração de o atletismo de Rusia , atualmente suspenso de competições internacionais.A IAAF tornou hoje pública a saída do antigo velocista, dois dias depois de o seu nome ser associado no jornalismo a suspeitas de corrupção. No comunicado Fredericks, atual presidente da delegação de avaliação dos Jogos Olímpicos de 2014 explica: “Decidi deixar a ‘Taskforce’ para que a integridade do seu trabalho não seja colocada em questão, depois das alegações contra mim no [diário francês] Le Monde, que escreveu que Fredericks recebeu uma transferência de quase 300 mil dólares no dia exato em que foram atribuídos ao Rio de Janeiro os Jogos Olímpicos de 2016, “. O também rozle prezelj troca presidente honorário de a delegação de desportistas de a iaaf , um antigo saltador em altura de a eslovénia.Fredericks afirma que esse depósito está conforme a um contrato de 2007, para serviços a prestar entre 2007 e 2011, e que nada tem a ver com os Jogos Olímpicos.O pagamento foi feito pela companhia do filho de Lamine Diack, antigo presidente da IAAF. Papa Massata Diack está, por outro lado, acusado de ter pagado 1,5 milhões de dólares a um empresário de Brasil, três dias antes da eleição.Fredericks relembra que em 2009 não era membro votante do COI, mas somente escrutinador da votação.

Ex-dono do Grupo Facility, Soares Filho investigam o braço fluminense de a Operação Lava Jato de a Operação Calicute , procuradores.Conhecido pelo cognome de “Rei Artur” pela sua proximidade com o ex-governador, Se o assinala como o maior provedor de serviços terceirizados em a era Cabral por meio de companhias ligadas a o Grupo Facility, soares Filho. Se vendeu o grupo para outro conglomerado.”O Comitê de Ética está fazendo um acompanhamento das alegações para elucidar tudo sobre este tema”, adicionou Adams.Na época, Shintaro Ishihara chegou a propor que o presidente Lula teria feito promessas “ousadas” a membros de Afragola do COI. Shintaro Ishihara é prefeito de Tóquio. Mais do que insinuações, a análise da movimentação financeira da família Diack mostra indícios sérios de pagamento de propina na votação. O COI prometeu cooperar com os inquéritos.

Leer Más