Gilmar Mendes nega pedido de liberdade de Eike Batista

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Roberto Irineu Marinho Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do STF , negou pedido de liberdade feito pelo empresário Eike Batista, preso no Rio desde janeiro em desdobramento da Operação Lava Jato.

Gilmar Ferreira Mendes é um jurista, juiz, professor e ex-advogado brasileiro.

Leer Más

Juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro pede reforço em segurança pessoal

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bandeira Nilopolis

Faz 3 meses, que é o juiz que concentra os processos de a Lava Jato em o Rio e seus desdobramentos que levaram em a cadeia, pediu reforço em sua segurança pessoal, o juiz titular de a 7ª Vara Criminal Federal em o Rio de Janeiro Marcelo Bretas como as operações Calicute e Eficiência entre outras pessoas o ex-governador de o Rio Sérgio Cabral sua mulher Adriana Ancelmo e o empresário Eike Batista.

“Dessa maneira, o perigo que a liberdade do paciente encarna à ordem pública ou à instrução criminal pode ser mitigado por medidas cautelares menos gravosas do que a prisão”, acadicionouaz 3 meses, o ministro Gilmar Mendes, de o STF, soltou neta quarta Flávio Godinho preso em desdobramento de a Operação Lava Jato. Flávio Godinho é o ex-vice-presidente do Flamengo.

Leer Más

Mulher de Cabral deixa prisão no Rio e enfrenta protesto na porta da sua casa

Foto: Wikipedia – Bandeira Nilopolis

Aos gritos de “ladra” e “volta para a cadeia” proferidos por populares, a advogada Adriana Ancelmo, que , que desde dezembro aguardava julgamento no Complexo Penitenciário de Bangu, zona oeste, poderá viver em casa, dese que com limitações de visitas e sem acesso a telefone e internet, mulher do ex-governador do Rio Sergio Cabral chegou na noite desta quarta-feira em seu edifício, no Leblon, zona sul do Rio. Beneficiou-se Ancelmo com a prisão domiciliar por resolução judicial de a Justiça Federal em o Rio.

Ancelmo reponde a processos por suspeita de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha na Justiça Federal do Rio.

Leer Más

Tribunal revoga resolução e mulher de Cabral permanecerá na prisão

Foto: Wikipedia – Bandeira Nilopolis

A segunda instância da Justiça Federal do Rio revogou, na tarde desta segunda-feira , a resolução que colocava a advogada Adriana Ancelmo, que chegou a deixar o Complexo Penitenciário de Bangu, onde está presa desde dezembro passado, mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, em prisão domiciliar. Na sexta-feira passada , Marcelo Bretas havia convertido a prisão de preventiva para domiciliar. Marcelo Bretas é o juiz da 7ª Vara Federal Criminal.

Marcelo da Costa Bretas é um juiz de Brasilde Brasil, que ganhou notoriedade ao comandar a Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Leer Más

Dinheiro de corrupção pagará 13º do funcionalismo no Rio

Foto: Wikipedia – Sérgio Cabral cropped

– A Procuradoria-Geral da República , em acordo com procuradores do Rio de Janeiro, conseguiu na Justiça autorização para destinar R$ 270 milhões apreendidos em poder da quadrilha chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral para pagar o 13º salário do funcionalismo do Estado. Quando vai haver um acontecimento no Tribunal Regional Federal do Rio, a medida deve ser efetivada a partir da próxima terça-feira , com a presença de Rodrigo Janot, no qual se vai anunciar a resolução formalmente. Os pagamentos serão preferencialmente para quem ganha até quatro salários mínimos, o que encarna 90% da folha. Quem tem salário acima disso receberá até o limite de quatro salários mínimos. Corrupção os recursos desviados recuperou em a Operação Eficiência – desdobramento de a Calicute , que prendeu Cabral em novembro. Com a progressão dos inquéritos, os irmãos Marcelo e Renato Chebar, operadores de Cabral que fecharam acordos de delação, devolveram R$ 270 milhões aos cofres públicos. O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, atuou para intermediar a negociação entre a Procuradoria-Geral do Rio e o Ministério Público Federal em torno da liberação do dinheiro. Faz 2 meses, o governo de o estado de o Estado do Rio pagou R $ 50 milhões referentes em a terceira parcela de o salário de janeiro de o funcionalismo público, em o valor de R $ 435, em a última segunda-feira, 13.Se os depositaram em a quarta, 15, mais R $ 979, referentes em a quarta parcela.As duas últimas parcelas serão creditadas nos dias 21 de março e 22 de março . Faz 2 meses, décimo dia útil, o Estado já havia depositado os pagamentos integrais de janeiro de os servidores ativos de a Educação, em o dia 14 de fevereiro; ativos, inativos e pensionistas da Segurança – policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados.

No acordo que será concluído até segunda-feira, ao menos uma parcela do valor que será encaminhado vai ter uma destinação específica: o pagamento de aposentados e pensionistas do Estado. A tendência é que o dinheiro esteja disponível ainda na próxima semana.O planejamento feito é de usar o valor para pagar o 13º salário de aposentados e pensionistas. Caso o total não seja suficiente para quitar a folha deste grupo, vai haver um telhado de pagamento. Se os beneficie 3.500 , a tendência é que somente os que recebem até R$.

Leer Más