Preso no Rio, Nuzman recorre ao STF para tentar conseguir habeas corpus

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Carlos Arthur Nuzman

Os advogados de Carlos Arthur Nuzman pedirão nesta semana um habeas corpus ao STF para tirar o ex-presidente do COB da cadeia.

A defesa de Nuzman nega que seu cliente tenha tomado resoluções em nome do Comitê Organizador da Rio-2016 e sustenta que ele é inocente. Além disso, comenta que o MPF-RJ tem tentado imputar ao ex-presidente do COB o crime de organização criminosa, que só se foi incorporado ao código penal brasileiro em 2013 – depois, portanto, do episódio da suposta compra de votos em 2009. Os advogados ainda avaliam os próximos passos após o indeferimento do pedido de habeas corpus.

Leer Más

Ex-diretor do Comitê Organizador dos Jogos Rio-2016 deixa a cadeia

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ministerio Publico Federal

O ex-diretor do comitê organizador Rio-2016 Leonardo Gryner, que é um dos investigados no caso do pagamento de ao menos US$ 2 milhões de propina para escolha da cidade como sede dos Jogos, saiu na manhã deste sábado da cadeia pública José Frederico Marques. O juiz Marcelo Bretas revogou na sexta-feira a prisão preventiva contra ele. Ele foi solto após o COB entregar todos os e-mails da ex-secretária de Nuzman, Maria Celeste. O Ministério Público Federal assinalava a ausência dessas mensagens como a razão para conservar Gryner preso, a fim de impedir interferência nos inquéritos.

A defesa de Nuzman nega que seu cliente tenha tomado resoluções em nome do Comitê Organizador da Rio-2016 e sustenta que ele é inocente. Além disso, comenta que o MPF-RJ tem tentado imputar ao ex-presidente do COB o crime de organização criminosa, que só se foi incorporado ao código penal brasileiro em 2013 – depois, portanto, do episódio da suposta compra de votos em 2009. Os advogados ainda avaliam os próximos passos após o indeferimento do pedido de habeas corpus.Nuzman, 75 anos, foi preso pela Polícia Federal em personalidade provisória, com prazo de cinco dias, acusado de facilitar a compra de votos para que o Rio de Janeiro acolhesse os Jogos Olímpicos de 2016. Na última segunda , o juiz Marcelo Bretas determinou a mudanças da prisão provisória em preventiva, por tempo indeterminado.

Leer Más

Justiça do Rio determina libertação de ex-diretor de operações do Comitê Rio 2016

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ato no Rio de Janeiro em apoio ao juiz Marcelo Bretas (36785759795) (cropped)

Leer Más

Juiz revoga prisão provisória de braço-direito de Nuzman

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ministerio Publico Federal

O juiz Marcelo Bretas, que é um dos investigados no caso da propina para escolha da cidade como sede dos Jogos, revogou nesta sexta-feira a prisão preventiva contra Leonardo Gryner, ex-diretor do comitê organizador Rio-2016.

A defesa de Nuzman nega que seu cliente tenha tomado resoluções em nome do Comitê Organizador da Rio-2016 e sustenta que ele é inocente. Além disso, comenta que o MPF-RJ tem tentado imputar ao ex-presidente do COB o crime de organização criminosa, que só se foi incorporado ao código penal brasileiro em 2013 – depois, portanto, do episódio da suposta compra de votos em 2009. Os advogados ainda avaliam os próximos passos após o indeferimento do pedido de habeas corpus.Nuzman, 75 anos, foi preso pela Polícia Federal em personalidade provisória, com prazo de cinco dias, acusado de facilitar a compra de votos para que o Rio de Janeiro acolhesse os Jogos Olímpicos de 2016. Na última segunda , o juiz Marcelo Bretas determinou a mudanças da prisão provisória em preventiva, por tempo indeterminado.

Leer Más

Tribunal não aceita pedido de habeas corpus, e Nuzman segue preso

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Carlos Arthur Nuzman

O desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª região, indeferiu nesta quarta-feira o pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-presidente do COB , Carlos Arthur Nuzman, que , 75 anos, foi preso pela Polícia Federal em personalidade provisória, com prazo de cinco dias, acusado de facilitar a compra de votos para que o Rio de Janeiro acolhesse os Jogos Olímpicos de 2016. O dirigente preso desde o dia 5 de outubro vai seguir detido preventivamente. Na última segunda , o juiz Marcelo Bretas determinou a mudanças da prisão provisória em preventiva, por tempo indeterminado.

O dirigente tem também direito a tomar banho de sol por duas horas.Eles vão ficar detidos por pelo menos cinco dias. O Ministério Público poderá pedir a renovação da prisão provisória.

Leer Más