Bolsas europeias têm melhor semana desde maio após tom do Fed provocar alívio

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

– Os principais índices acionários europeus registraram a melhor semana em mais de dois meses com os investidores voltando às ações diante de sinais de que ouando alguns temiam, s principais bancos centrais do mundo não devem apertar a política monetária tão rdepressaq. Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,18 por cento, o índice FTSEurofirst 300 subiu 0,1 por cento, a 1.520 pontos , a 386 pontos. Uma vez que os investidores digeriam os resultados decepcionantes de grandes bancos nos Estados Unidos, as movimentações nesta sexta-feira foram fracas , incluindo JPMorgan e Citigroup, o que pressionou para baixo o setor bancário. Mike van Dulken, chefe de pesquisa do Accendo Markets declarou: “Na Europa, ainda não estamos lidando com nenhuma taxa de juros mais alta, o que tem que estar beneficiando EUA ligeiramente em termos de margens líquidas de juros”. “Declarado isso, ainda temos o estímulo auxiliando, mas os rendimentos ainda estão baixos, o que não é bastante bom para os bancos.” Uma vez que o tom do Federal Reserve, banco centra dos EUA, dados de fluxo mostraram que os investidores correram de volta para as ações nesta semana , reanimou o entusiasmo deles por ativos de maior risco. Os custos mais altos dos metais sustentavam os ganhos das ações de mineradoras, que atingiram máxima de três meses, lideradas por Outokumpu, ArcelorMittal e Tenaris. Depois que Donald Trump alegou que está avaliando cotas e tarifas devido a dumping em aço chino, essas companhias tinham alta. Donald Trump é o presidente dos EUA. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,47 por cento, a 7.378 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,08 por cento, a 12.631 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 fechou estável, a 5.235 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,14 por cento, a 21.492 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,03 por cento, a 10.655 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,31 por cento, a 5.302 pontos.

Enquanto a atividade de fusão e aquisição desapontava com algumas notas de corretoras levando, os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta segunda-feira, sustentados pelos setores financeiro e de recursos básicos a movimentações individuais dos papéis.O STOXX subiu em conjunto com as blue-chips. Enquanto o setor de recursos básicos reverteu o curso, fortes ganhos dos bancos liderados pelo Bank of Ireland impulsionaram os principais índices e operou em alta depois que os custos de os metais foram firmados.Londres – Uma corrida pelas ações de energia e de mineradores, bem como dados fortes do banco norueguês DNB e um tom mais “dovish” da chair do Federal Reserve dos EUA, Janet Yellen, auxiliaram no progressão das ações europeias nesta quarta-feira, embora os problemas enfrentados pela editora Pearson pesassem sobre o setor de mídia .As ações dos Estados Unidos progrediram nesta segunda-feira, lideradas por ganhos dos papéis do setor de tecnologia, com investidores otimistas antes da divulgação dos resultados trimestrais.

Leer Más

Bovespa sobe 1,4% amparada em ganhos do setor bancário, em dia de volume fraco

– O principal índice da bolsa paulista subiu nesta sexta-feira e recuperou os 58 mil pontos, tendo as ações de bancos entre as principais influências positivas na última sessão antes do Natal, marcada por volume diminuído. Com base em dados preliminares, o Ibovespa subiu 1,4 por cento, a 58.055 pontos. Na semana, no entanto, o índice recuou 0,57 por cento. O giro financeiro adicionou 4,19 bilhões de reais.

Leer Más

Deutsche sobe por acordo com EUA e ações europeias ficam estáveis

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

As ações europeias ficaram estáveis nesta sexta-feira, com o foco nas instituições bancárias após o Deutsche Bank, que devolveu ganhos iniciais concluindo em alta de 0,3 por cento, superando o índice bancário europeu, que ficou levemente negativo, após ter consentido em um acordo de 7,2 bilhões de dólares com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre a venda de títulos podres antes da crise financeira de 2008, e o Credit Suisse concluírem processos sobre a venda de títulos podres nos Estados Unidos e o italiano Monte dei Paschi ter consentido com um resgate do governo. O índice STOXX Europe 600 ficou estável no encerramento e inalterado na semana, mas o índice ainda está a percurso de seu melhor mês desde outubro de 2015.

– As ações europeias recuaram do platô máximo de 11 meses nesta segunda-feira, com o banco italiano Monte dei Paschi liderando as perdas no setor por causa de preocupação com uma chamada de capital e com a Danone, após a maior fabricante global de iogurte ter advertido para o crescimento das vendas. O índice STOXX 600 caiu 0,1 por cento no seu encerramento, recuando depois de concluir na sexta-feira no seu nível mais alto desde 5 de janeiro. O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,07 por cento, a 1.422 pontos. O setor bancário teve a maior queda setorial nesta segunda-feira, como os investidores realizando lucros e dizendo precaução sobre se o problemático banco italiano Monte dei Paschi – cuja queda chegou a 11 por cento nesta segunda-feira – seria capaz de completar um ampliação de capital de 5 bilhões de euros. O banco Monte dei Paschi, sobrecarregado por uma montanha de dívidas, precisa deduzi a venda de ações até o final do ano para evitar um resgate pelo Estado. O banco vai oferecer novas ações entre segunda-feira e quinta-feira. As ações da Danone recuaram cerca de 1,4 por cento. O grupo francês de alimentos declarou esperar que seu crescimento de vendas em 2016 fique ligeiramente abaixo de sua previsão inicial por causa de uma performance mais fraco do que o esperado em seu negócio europeu. Em LONDRES, o índice Financial Times progrediu 0,08 por cento, a 7.017 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,20 por cento, a 11.426 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,22 por cento, a 4.822 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,24 por cento, a 18.968 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,81 por cento, a 9.336 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,17 por cento, a 4.620 pontos.O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 , considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,19 por cento em dezembro, sobre alta de 0,26 por cento no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística . Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,30 por cento para o fase.As ações europeias recuaram nesta quarta-feira, mas uma vez que as atividades de fusão e aquisição impulsionaram o mercado, permaneceram perto de seu platô mais aumentado em 11 meses , enquanto o papel do banco italiano Monte dei Paschi despencou por causa de preocupações sobre seu resgate.

Leer Más