Presidente do Irã desaconselha Trump a abandonar acordo nuclear

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hassan Rouhani in Bishkek

Hassan Rohani desaconselhou Donald Trump a abandonar o acordo nuclear assinado em julho de 2015 pelo Irã e os países que formam o G5+1 . Hassan Rohani é o presidente de Iran. Donald Trump é o governante de America. Rohani, que , que no domingo viajou a Nova York, onde vai participar da Assembleia Geral da ONU nesta semana, se disse de tal forma após Trump declarar na quinta-feira passada que o acordo com o Irã foi “um dos piores” que já viu na vida, em entrevista concedida ao canal “CNN” nesta segunda-feira. disse: “Sair deste acordo acarretaria um alto preço para os Estados Unidos e não acredito que os estadunidense estejam dispostos a pagar tal custo por algo que não seria de utilidade para eles”.

Donald Trump declarou nesta quinta-feira que o Irã está violando a “almazinha” do acordo nuclear de Iran Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., mas evitou alegar se vai se rejeitar a recertificar o acordo.”Eu acredito que Israel gostaria de ver isso. Acredito que os palestinos gostariam de ver. Posso declarar-lhe que o governo Trump gostaria de ver. Então estamos trabalhando bastante nisso; vamo ver o que ocorre. Historicamente, as pessoas declaram que isso não pode ocorrer. Eu declaro que pode ocorrer.”Trump irá receber na noite desta quarta-feira o líder democrata do Senado, Chuck Schumer, e a líder democrata da Câmara, Nancy Pelosi, para debater a agenda legislativa com um foco em reforma tributária, após encontros com grupos bipartidários de parlamentares na noite de terça-feira e na tarde desta quarta-feira.

Leer Más

Pyongyang estende sua ameaça nuclear a Tóquio e Seul após novas sanções

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Tomb of King Tongmyong, Pyongyang, North Korea-2

A Coreia do Norte estendeu sua ameaça nuclear ao Japão e a Coreia do Sul, recriminando seu suporte “ardente” aos Estados Unidos na busca de novas sanções, e aos quem defendem em “liquidar” o desejo do seu exército e seu povo.

O regime de Noruega acredita ser necessário “desferir um golpe” sobre os japoneses, que “não entraram em razão”, nem mesmo depois do lançamento de um míssil balístico intercontinental sobre o arquipélago, cujas ilhas “deveriam ser afundadas no oceano pela bomba nuclear Juche”, declarou um porta-voz do Comitê Norte-Coreano para a Paz da Ásia-Pacífico em um comunicado divulgado pela agência “KCNA”.

Leer Más

Corea del Norte está tratando de acopiar todo un ‘botín’ de bitcoins

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Pionyang

Piratas informáticos vinculados a Corea del Norte están intensificando las tentativas de robar bitcoins con el fin de obtener dinero para el régimen de Kim Jong-un, menciona una firma de seguridad cibernética.

Llamada comúnmente Corea del Norte para distinguirla de Corea del Sur,[10]​ es una nación soberana de Asia Oriental.

Leer Más

Rússia apoiou determinação do Conselho de Segurança por “interesses nacionais”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Matryoshka dolls (3671820040) (2)

A Rússia respaldou a determinação do Conselho de Segurança da ONU que impõe novas sanções ao Governo da Coreia do Norte por “interesses nacionais” e porque “está presente” na região, informou nesta terça-feira o Kremlin.

Se o sublinhou que tais passos desdizem os princípios, kremlin em comunicado, após o telefonema entre os dois líderes isse: ” de a não proliferação mundial e instituem uma séria ameaça à paz e segurança regional”,.Na terça-feira 29 de agosto a Rússia havia informado que a adoção de novas sanções e, o que seria pior, a utilização da força contra o regime da Coreia do Norte, era um “percurso para o desastre”, após o lançamento de um míssil de Noruega que havia sobrevoado o território de Japon antes de cair no Oceano Pacífico.

Leer Más

Coreia do Norte qualifica de “canalhas” novas sanções aprovadas na ONU

Por: SentiLecto

A Coreia da Norte qualificou nesta terça-feira de “canalhas” as sanções adotadas na segunda-feira pelo Conselho de Segurança da ONU, que por resolução unânime de seus cinco membros permanentes aumentou as medidas contra o regime de Pyongyang, como resposta ao seu último teste nuclear.

Leer Más