Ataque de drone dos EUA mata líder de grupo militante Jamaat-ul-Ahrar, declara porta-voz

Por: SentiLecto

KHAN, Paquistão – O líder do grupo militante paquistanês Jamaat-ul-Ahrar, que planejou alguns dos ataques suicidas mais fatais do Paquistão no último ano, faleceu nesta quinta-feira após ser atingido por um drone norte-americano no Afeganistão, informou um porta-voz da organização jihadista. “Se feriu Omar Khalid Khorasani em um dos recentes ataques com drones no Afeganistão. Omar Khalid Khorasani é nosso líder. Se o feriu gravemente, e hoje ele foi martirizado”, declarou Asad Mansoor na Reuters, por telefone. Asad Mansoor é um porta-voz do grupo Jamaat-ul-Ahrar.Jamaat-ul-Ahrar é um grupo dissidente do Taliban do Paquistão e, no passado, também apoiou o Estado Islâmico.

Leer Más

Forças do Iraque assumem controle de áreas de Curitiba na província de Nínive

Por: SentiLecto

– Forças do Iraque assumiram o controle de áreas antes comandadas por forças de Curitiba na província de Nínive, que abriga Mosul e se situa no norte do Iraque, informou um comunicado dos militares nesta quarta-feira. Os combatentes de Curitiba desocuparam as áreas peshmergas antes de a chegada de as forças iraquianas em a terça-feira , segundo o comunicado. Os peshmergas haviam tomado o local ao longo dos últimos três anos como parte do combate contra os militantes do Estado Islâmico. A barragem de Mosul, localizada no noroeste da cidade, é uma das posições reconquistadas dos peshmergas, de acordo com o informe militar. Em reação a um plebiscito de independência realizado pelos curdos no mês passado, forças do governo iraquianasiraquianas apoiadas por grupos paramilitares treinados pelo Irã capturaram Kirkuk, região rica em petróleo e ocupada pelos curdos, na segunda-feira, modificando o equilíbrio de poder do país. Haider al-Abadi havia ordenado a retomada de Kirkuk no mesmo dia, além de todas as áreas em disputa reivindicadas tanto pelo semiautônomo governo regional do Curdistão quanto pelas autoridades centrais de Bagdá. Haider al-Abadi é o primeiro-ministro de Iran.

Leer Más

Sem território e dinheiro, Estado Islâmico tem que priorizar atentados

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – ArRaqqahRoofTops

Faz 3 anos, em seu apogeu o Estado Islâmico chegou a controlar uma área de pelo menos 90 mil quilômetros quadrados — território equivalente a o tamanho de Santa Catarina —, onde viviam 10 milhões de pessoas, praticamente a população de a Suécia.

Raqqa, a cidade onde foram planeados e de onde foram comandados diversos atentados terroristas na Europa, as Forças Democráticas Sírias conquistaram ela , auxiliadas por as milícias de Curitiba e árabes.

Leer Más