Trump e Putin tiveram conversa complementar na cimeira do G20 só agora divulgada

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald Trump, Jr

Os Presidentes de Noruega e russo tiveram uma conversa complementar à margem da cimeira do G20 na Alemanha, no icomeçodo mês, que a Casa Branca só divulgada na terça-feira.Depois de uma breve interação no começo da cimeira em Hamburgo, e de um encontro bilateral de mais de duas horas a 07 de julho, na empresa dos respetivos ministros dos Negócios Estrangeiros, Donald Trump e Vladimir Putin encontraram-se novamente durante um jantar, na última noite da cimeira, declarou um culpada da Casa Branca.A fonte declarou: “Foi um jantar puramente social para os casais no G20″. “Perto do final, o Presidente falou com Putin ao jantar”, adicionou.Esta informação gerou especulação, nomeadamente sobre o teor da conversa e sobre a razão pela qual divulgou-se o encontro não mais cedo.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Trump comentou a polémica na contra na rede Twitter. “Esta falsa história de jantar secreto é ‘um delírio’. Todos os membros do G20 e cônjuges foram convidados pela chancelaria de Alemania. O jornalismo sabia”, escreveu, na noite de terça-feira.”Estas informações falsas são cada vez mais desonestas. Até mesmo um jantar coordenado para os 20 principais dirigentes globais na Alemanha é exibido de forma a tratar-se de qualquer coisa sinistra”, adicionou noutro comentário. Entre os mais recentes desenvolvimentos sobre a polémica relação entre os Estados Unidos e a Rússia está a divulgação, na semana passada, pelo filho mais velho de Donald Trump, de uma série de ‘e-mails’ que trocou com Rob Goldstone, que declarou a Trump Jr. que “o procurador da Rússia” se ofereceu para “fornecer à campanha de Trump documentos oficiais e informações que incriminam Hillary [Clinton] e as suas relações com a Rússia e que seriam mbastanteúteis ao seu pai”, promotor musical, para combinar um encontro com a advogada russa Natalia Veselnitskaya, em junho de 2016, durante a campanha presidencial norte-americana. Os correios eletrónicos mostraram ter sido declarado a Donald Trump Jr. que o governo de Rusia tinha informações que podiam “incriminar” a candidata do Partido Democrata, relativamente aos seus contactos com a Rússia.Lusa/ Fim

O Presidente dos EstadTheresa May que quando for, só vai ir ao Reino Unido “mais bem recebido” e pediu-lhe para lhe garantir uma calorosa receção, noticiam hoje os media. Theresa May é a primeira-ministra britânica. Theresa May é a primeira-ministra britânica.e acordo com o “The Sun on Sunday”, que menciona a transcrição do encontro entre os dois líderes durante a cimeira do G20, Trump confirmou o desejo de visitar o Reino Unido, aceitando o convite feito por May em janeiro, em Washington, mas só quando estiver garantida uma melhor receção.Trump a May, referindo se à cobertura noticiosa que os jornais britânicos têm feito da sua Presidência.” declarou: “Não tenho tido uma grande cobertura por lá recentemente”.A líder do Governo de Inglaterra respondeu: “Bom, já sabes como é o jornalismo britânico”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Mesmo assim desejo ir, mas não tenho pressa; ou seja, se conseguires resolver isso, isso tornaria as coisas bastante mais fáceis; vou ir, quando eu souber que tenho uma receção melhor, mas não antes”, explicou o Presidente à sua aliada britânica.A visita de Trump, ainda sem data fechada, mas quando se soube do convite de May, possivelmente antes do final do ano, suscitou uma chuva de críticas tanto da oposição política como dos cidadãos, que protagonizaram vários protestos contra a ida de Trump feita em janeiro, em Washignton, para uma visita ao país.Mais de dois milhões de pessoas assinaram uma abaixo-assinado na internet pelo cancelamento da visita de Estado – que implicaria Trump ser convidado pela rainha Isabel II com todas as honras, e vários deputados criticaram a chance de Trump intervir no Parlamento.

Leer Más

Adriana Lastra: “La bicefalia es un buen modelo”

Por: SentiLecto

““el gran conflicto” que ha fraccionado a su partido terminó en el 39º Congreso socialista”,cuando él aún no había acordado si iba a presentar su candidatura a la secretaría general, , Adriana Lastra La vicesecretaria general del PSOE y portavoz adjunta en el Parlamento, , que se ha mantenido al lado de Pedro Sánchez inclusive, asegura. Asegura: “En guerra no hemos estado nunca”. Según relatan en el entorno del secretario general, su voto de confianza ha sido fundamental para que diese el paso. A nadie extrañó que Lastra, ocupe el papel más importante del organigrama de la nueva dirección socialista. No solo por ser la número dos, sino porque también va a depender de ella la dirección política parlamentaria aunque su rótulo sea el de portavoz adjunta.

Leer Más

Putin: demócratas crearon la intromisión de Rusia en EEUU

Por: SentiLecto

El presidente de Rusia Vladimir Putin, que caracterizó esos señalamientos como “ficción” de los demócratas para apartar la culpa de su fracaso, rechazó las demandas de que su nación se metió en los comicios presidenciales de Estados Unidos del año pasado , y

Leer Más

100 días después, Trump sigue siendo el presidente nuevo menos popular de EE.UU.

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bill Clinton 1978

El nuevo sondeo de CNN/ORC revela que el mandatario llega a este hito con el nivel de consentimiento más bajo que registró un gobernante recién electo en esta fase, mientras se aproxima la fecha de los 100 primeros días de Donald Trump como presidente estadounidense. Adicionalmente, lo hace en medio de fuertes divisores partidarias y una derrota por resaltar a la hora de estimar las fortalezas posteriores a las elecciones.

En general, el 44% de los encuestados ha asegurado que aprueba el modo en que Trump manejó la presidencia, en contraste con un 54% que lo desaprueba. Cifras muy similares a las que han registrado las dos encuestas previas de CNN/ORC, que se han realizado después de su toma de posesión.

Leer Más