Chile tem fera que não conhece proprietário

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Puerto Madero bs as

Quando negou, o médio Arturo Vidal chocou o país há dias que tenha sido o treinador Marcelo Bielsa a revolucionar o futebol chileno: “A mim não mudou nada” .Declara-se da seleção de Chile, campeã sul-americana em 2015 e 2016, que foi inventada pelo treinador de Argentina Marcelo Bielsa. Bielsa é uma figura de fábula, espécie de mestre de kung fu no topo de uma montanha inacessível, que muitos técnicos veneram pelo mundo completo. Mesmo Guardiola hibernou com ele antes de se arremessar no Barcelona. Bielsa não esteve em nenhuma das Copas América ganhas pelos chilenos, mas quando o Chile venceu pela primeira vez a Argentina, era o selecionador em 2008 , espoletando uma série de mudanças radicais no futebol dos dois países. Dessa equipa ainda não fazia parte Arturo Vidal, médio do Bayern, que há poucos dias virou o universo de Chile do avesso com uma afirmação explosiva: “A mim, Bielsa não mudou nada. Quem mudou o Chile foram os treinadores que ganharam os calicezitos.”À porta das meias-finais da Taça das Confederações, o Chile é a quarta seleção do ranking FIFA. Portugal é a oitava. Depois do segundo triunfo na Copa América, La Roja entrou em descompressão e chegou a complicar bastante o apuramento para o próximo Mundial, quando perdeu com a seleção de Equatorial Guinea, em março . Correram notícias de desentendimentos e intrigas palacianas no grupo; suspeitou-se que o almazinha coletivo desaparecera e que aquela equipa de pressão intensa e alto débito já não voltaria. Ainda hoje persiste essa dúvida e Portugal auxiliará a tirá-la. Apesar de outros três argentinos ser o último constantemente colada a o estilo Bielsa , a seleção chilena já treinaram ela depois de ele , o último dos quais com ideias muito anômalo das de El Loco. Também esse pormenor Arturo Vidal tentou explicar: “Qual estilo? Pressionamos o mais que podemos e furamos até instituir situações de golo. Foi sempre assim.”Por uma daqueles sarcasmos cósmicos, as duas finais da Copa América tiveram por oponente a Argentina. Ambas acabaram sem golos e desempatadas por grandes penalidades; em ambas, os argentinos viram-se asfixiados e conduzidos, a cada bola, para pequenos labirintos humanos de onde só saíam desarmados. Estiveram em campo alguns dos melhores avançados do mundo, Messi incluído, mas a energia de Chile rebateu tudo, até a carga dramática que os argentinos colocaram no segundo desses jogos, fez ontem um ano. Sem títulos pela Argentina, Messi apostou tudo na Copa América e acabou a falhar um dos penáltis decisivos. Horas depois anunciava que se retiraria da seleção, resolução que viria a revogar poucos meses mais tarde. Amanhã vai ser finalmente a vez de Cristiano Ronaldo entrar na caverna para enfrentar a fera.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Pizzi não se queixa e até recorda que, também vai ter esse benefício,, se o Chile for à final mas, por agora, apontagem a vbenefíciopara a equipa em que drealçaRonaldo e Fernando Santos.Ainda no rescaldo do empate deste domingo com a Austrália, na Taça das Confederações, o seleccionador do Chile fez uma breve análise de Portugal, o oponente nas meias-finais. “Teremos de nos esforçar bastante para poder competir com eles. É bastante difícil ser campeão da Europa, onde estão os melhores do mundo. Têm um jogador determinante e um treinador com muita experiência. Estão rodeados de jogadores de muito bom nível, mas creio que nos igualamo em muitas coisas”, alegou Pizzi, mencionado pelo La Tercera.Confrontado com o facto de Portugal ter mais um dia de descanso até ao jogo, marcado para as 19 horas de quarta-feira, Pizzi admitiu que, nesse capítulo, o Chile sai a perder: “É uma desvantagem, mas não é algo que nos assombre nem de que possamos reclamar, porque está assim disposto de antemão e se passarmos à final svamo sernós a ter um dia a mais de descanso. Com certeza, ter um dia mais de repouso é um benefício para o oponente”.A finalidade do empate com a Austrália, que comparou a um jogo dos “quartos de final do Mundial”, Pizzi garantiu que não houve poupança de esforços nem sobranceria, somente mérito do oponente e algum desgaste: “Nem jogámos nem preparámos a partida com excesso de confiança. Hoje, não nos permitiram desenvolver o nosso jogo, com boa circulação. Pressionaram bastante bem. O oponente superou-nos em muitos momentos de pressão, com muita agressividade, nalguns casos, desmedida. Para superar isso é preciso bastante sacrifício e implica um desgaste que, indubitavelmente, se sente. Mas, temos uma recuperação bastante boa. Os jogadores estão bastante bem preparados”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Médio da seleção de Chile considera que a partir do momento em que se atingem as meias-finais de uma prova, torna-se indiferente o nome do oponente.Arturo Vidal não tem preocupações extra por ter Portugal pela frente nas meias-finais da Taça das Confederações. Depois do empate com a Austrália, que ditou o segundo lugar do grupo para o Chile, o médio fez uma curta antevisão ao duelo de quarta-feira com a equipa das Quinas, em Kazan, sem olhar ao nome do oponente.”Na verdade, quando se chega a uma meia-final ou final, o oponente é indiferente. O importante é jogar como treinamos e dar o máximo, como temos feito sempre, tentar ganhar e ser campeões”, alegou o jogador do Bayern de Munique, que classificou o encontro deste domingo, frente à Austrália, como “mbastantecomplicado”.Portugal joga esta quarta-feira as meias-finais da Taça das Confederações, frente ao Chile.

Leer Más

Chile leva susto, mas empata com a Austrália e se classifica

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – WA in Australia map

Nervoso e menos eficiente que de tradição, o Chile teve certo trabalho e saiu atrás no placar, mas se classificou para as semifinais da Copa das Confederações ao empatar com a Austrália em 1 a 1 na Otkrytie Arena, em Moscou, ficando com o segundo lugar do grupo B, e agora vai ter Portugal pela frente.

Local: Estádio do Spartak, em Moscou

Leer Más

Chile e Alemanha progridem às semifinais da Copa das Confederações

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cameroon boundary changes

Chile e Alemanha progrediram neste domingo às semifinais da Copa das Confederações, após empatar com a Austrália e ganhar de Camarões, respectivamente, na última rodada do grupo B.

– As seleções do México e de Portugal progrediram neste sábado para as semifinais da Copa das Confederações após vencerem Rússia e a Nova Zelândia, respectivamente, enquanto os portugueses golearam por 4 a 0, na última rodada do Grupo A. O “Tri” bateu os anfitriões por 2 a 1 , progredindo para o próximo período em primeiro lugar do grupo com 7 pontos, o mesmo que o México, porém com mais gols a favor. A Rússia ficou com três pontos e a Nova Zelândia não marcou nenhum. Na partida entre México e Rússia, a seleção da casa ameaçou o gol de defendido por Guillermo Ochoa com um chute potente de Fedor Smolov, que acertou a trave aos 24 minutos do primeiro tempo. Um minuto depois, a Rússia abriu o placar, com Alexander Samedov complementando, após um furo de Aleksandr Erokhin. Aos 30 minutos, Néstor Araujo garantiu um empate para o México ao concluir de cabeça o passe de Héctor Herrera. Quando Hirving Lozano aproveitou um erro do zagueiro Viktor Vasin e do goleiro Igor Akinfeev, que hesitou, o triunfo do México veio no segundo tempo após um chutão de Herrera. Minutos depois, o México marcou, mas pelo após avaliação de vídeo de o Juiz Fahad Al Mirdasi que observou que o zagueiro mexicano estava em a frente quando concluiu,, se o invalidou.A situação da Rússia ficou complicada com a expulsão de Yury Zhirkov, ao receber o segundo cartão amarelo por conta de uma cotovelada em Miguel Layún. Portugal bateu a Nova Zelândia com gols de Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva, André Silva e Nani. Portugueses e mexicanos vão conhecer seus oponentes no domingo, com a finalização do grupo B, que tem Chile, Alemanha, Austrália e Camarões. Chile e Alemanha têm quatro pontos cada, enquanto Austrália e Camarões têm apenas um.

Leer Más

Confederaciones: Bravo vuelve a la alineación de Chile

Por: SentiLecto

Inactivo desde fines de abril por una herida, el arquero Claudio Bravo va a jugar el domingo su primer partido en la Copa Confederaciones cuando Chile, que venció 2-0 a Camerún e igualó 1-1 con Alemania en las dos primeras fechas de la Confederaciones, enfrente a Australia por el boleto a las semifinales. El capitán de la “Roja” ha recibido el alta médica y se ha entrenado a la par del resto del plantel esta semana, mencionó el sábado el técnico Juan Antonio Pizzi. y le basta un empate ante Australia para meterse en las semifinales.

Leer Más

Alexis Sánchez y Vidal dan el triunfo a Chile ante un aguerrido Camerún

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – ECUADOR VS CHILE – Juan Antonio Pizzi (29864185320)

Alexis Sánchez y Arturo Vidal le han dado hoy el triunfo a Chile, que ingresó pisando fuerte y ya antes de cumplirse el primer minuto de juego Eduardo Vargas ha estrellado una pelota en el palo izquierdo de la portería camerunense, defendida por sevillista Fabrice Ondoa, en su debut en la Copa de Confederaciones ante un aguerrido Camerún , que logró poner cuesta arriba el partido a uno de los grandes favoritos del torneo. [Relato y estadísticas: 0-2]

Chile consiguió una trabajada victoria por 2-0 en su debut en la Copa Confederaciones, este domingo en contra de Camerún en el Estadio del Spartak de Moscú. Chile es campeona de Sudafrica.

Leer Más