Hariri vai viajar para Paris dentro de 48 horas, declara fonte próxima de Hariri

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Emmanuel Macron in Tallinn Digital Summit

Saad al-Hariri deve partir da Arábia Saudita rumo à França dentro de 48 horas e depois voará de volta para Beirute para entregar pessoalmente sua renúncia ao cposiçãode primeiro-ministro do Líbano, ddeclarouuma fonte próxima a Hariri, que anunciou sua renúncia por meio de um discurso transmitido pela tTVda Arábia Saudita no dia 4 de novembro e ainda não voltou ao seu país, à Reuters nesta quinta-feira. Na quarta-feira, ele declarou que vai voltar para casa em breve.

Em mensagem no Twitter, Aoun reiterou que aguarda o retorno de Hariri para conhecer “todas as circunstâncias, questões e inquietações que devem ser abordadas” em relação à renúncia do primeiro-ministro, que ainda não foi aceita pelo chefe de Estado.

Leer Más

Macron convida ex-premiê do Líbano e família para viajar à França

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – General Michel Aoun

Emmanuel Macron convidou o primeiro-ministro líbico, Saad Hariri Emmanuel Macron é o presidente francês., e sua família para viajar à França, informou nesta quarta-feira o Palácio do Eliseu em um breve comunicado.

Emmanuel Jean-Michel Frédéric Macron é um político, funcionário público e banqueiro francês, atual presidente do seu país.

Leer Más

Libaneses pedem volta de Hariri durante maratona beiroa

Por: SentiLecto

Beirute, 12 nov . – Várias personalidades libaSaad Hariri que desde que abdicou ao posto há uma semana, está na Arábia Saudita. A maratona de Beirute é a volta ao país do primeiro-ministro. Saad Hariri é o país do primeiro-ministro. Saad Hariri é o país do primeiro-ministro.

Leer Más

Tillerson declara estar inquietado com repressão saudita e monitorando situação de Hariri

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rex Tillerson official portrait

A recente ofensiva política do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, causa preocupação e continua incerta, mas não parece chegar a prisões em massa, declarou o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, a repórteres nesta sexta-feira.

Segundo analistas, a ação vai além da corrupção e teria como objetivo remover a potencial oposição ao príncipe Mohammed, que defende uma ambiciosa e polêmica agenda de reformas.Recentemente, o príncipe Alwaleed deu vislumbradas à mídia internacional que supostamente desagradaram o governo de Riad. Numa delas, ele revelava planos do governo de vender ações da estatal de petróleo saudita, Aramco.O Kremlin, que deseja tentar melhorar os laços entre os EUA e a Rússia, alegou que tem tentado marcar uma reunião e Trump declarou à Fox News, antes de icomeçarsua viagem pela Ásia, que poderia encontrar com Putin no Vietnã para falar sobre a Síria, Ucrânia e Coreia do Norte.

Leer Más

Arabia Saudí acusa a los príncipes y ex altos cargos detenidos del asalto de 100.000 millones de dólares

Por: SentiLecto

Arabia Saudí puso este jueves cifras a la purga anticorrupción que ha lanzado el pasado sábado. 201 personas permanecen detenidas, entre ellas príncipes, ministros y ex altos cargos del reino, acusadas de haber robado al menos 100.000 millones de dólares a lo largo de las últimas décadeceniosegún fuentes citadas por Al Arabiya, el comité ha reabierto la investigación de dos casos de corrupción relacionados con unas inundaciones sucedidas en la ciudad de Yeda en 2009 y con el brote del coronavirus, también conocido como síndrome respiratorio de Oriente Medio , que ocasionó la muerte de medio millar de personas entre 2012 y 2015.

Leer Más