Vieira e o videoárbitro: “Esperemos que acabem com as desculpas”

Por: SentiLecto

Luís Filipe vieira, presidente do Benfica, comentou a introdução do videoárbitro no futebol de Portugal.Luís Filipe Vieira comentou a chegada do videoárbitro no futebol de Portugal. Luís Filipe Vieira é presidente do Benfica. O líder dos encarnados acredita que a medida acabará com tanta contestação. “Esperamos bem que sim, há todas as condições para o videoárbitro acabar com toda esta contestação. Independentemente de, num ou outro caso, haver sempre polémica. O videoárbitro vai auxiliar bastante mas não resolverá tudo. Vão sempre haver erros num jogo de futebol. Mas todos os agentes que estão no futebol, se tiverem postura positiva, as coisas também o serão”, alegou Vieira em declarações à SIC Notícias.”Estão instituídas as condições para se acabar com as polémicas constantes de todos os domingos e que têm prejudicado bastante o futebol. E, até às vezes, tentando esconder os erros dos outros agredindo os Juízes. Para quem perseguirá o penta como nós, esse é o objetivo, esperemos que as pessoas passem a dar bastante mais valor à estrutura e organização do Benfica e acabem com as desculpas. Não temos dúvidas que somos os mais hábeis no futebol de Portugal”, vincou o presidente do Benfica.

Leer Más

Rodolfo Reis: “Claque do FC Porto esteve bastante mal”

Antigo jogador do FC Porto comentou a polémica em torno dos cânticos entoados pela claque da Seleção Nacional nas imediações do Estádio da Luz, momentos antes do começo do jogo de Portugal frente à Hungria”SSe as claques de Benfica, FC Porto e Sporting as claques de Benfica FC Porto e Sporting fossem junidosem este jogo,era um ato bbelo Penso que o Fernando Madureira e a claque do FC Porto, que agora, ir ao Estádio da Luz num jogo de Portugal e berrar e injuriar o Benfica não acho nada de bom tom, mesmo se forem provocados, já fizeram isto no Europeu. A melhor resposta era berrarem por Portugal e aí teriam o suporte de todos nós. Acho que a claque do FC Porto esteve bastante mal”, alegou, em declarações à SIC Notícias.

Leer Más

Presidente da APAF garante: “Nenhum clube manda na arbitragem”

Foto: Wikipedia – Flag of Brazil

Depois de ter falado à SIC Notícias, Luciano Gonçalves voltou a fazer ponto de situação da arbitragem em Portugal.O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol , Luciano Gonçalves, lamenta o atual ambiente de nervosismo na arbitragem e defende que é preciso acabar com a ideia de que o setor “está ao serviço de algum clube”.Em declarações à Lusa, o líder dos áJuízesevitou comentar diretamente as recentes queixas de Sporting e FC Porto sobre os últimos desafios para a Taça da Liga e garantiu a independência dos juízes.”A arbitragem não está ao serviço de ninguém. Está completamente iludido, se alguém deseja fazer passar essa ideia. Nem nenhum clube nem ninguém manda na arbitragem. Os Juízes estão exclusivamente focados em fazer o seu trabalho e não em caminharem a mando de alguém. Não pode existir mais”, alegou, se essa ideia existiu no passado.A afirmada falta de experiência do atual quadro de Juízes de primeira categoria tem sido uma das críticas mais veiculadas pelos clubes, mas Embora peça tempo, luciano Gonçalves rejeita a ideia e “condições para que os Juízes possam aumentar”.”Apesar da característica dos Juízes, a comunicação social e os clubes não reveem neles essa garantia e essa experiência por estarem há pouco tempo na primeira divisão. Não veem neles experiência, quando se fala em Juízes menos conhecidos, os clubes, naturalmente, e se vê qualquer erro de essa maneira “, explicou.Nesse sentido, o presidente da APAF deixa uma crítica implícita à década de liderança de Vítor Pereira na arbitragem portuguesa: “Este problema não é de agora. Este problema da arbitragem deve ver com o passado, em que não se acautelou esta questão de os Juízes terem tempo para aumentar. Temos um excelente grupo de Juízes, mas precisam de condições”.Confrontado com uma renovação mal governada no quadro de Juízes nos últimos anos, Luciano Gonçalves admite “uma má administração” deste processo. “Teríamos que ter calculado com mais antecedência a saída de alguns Juízes. Depois, fomos obrigados a fazer aumentar os Juízes. E o futebol português não está preparado para deixar aumentar os Juízes de maneira tranquila”, frisou.”Estão a ocorrer erros da mesma maneira que sempre ocorreram. O que está a ocorrer é um fenómeno crescente que faz com que se analisem os erros com bastante mais escrutínio do que no passado. Como os resultados das equipas de relevo não estão a auxiliar, é óbvio que os Juízes estão a ser bastante mais escrutinados”, observou Luciano Gonçalves.Paralelamente, o presidente da APAF deixa um pedido até ao final da temporada. “Os Juízes estão a trabalhar bastante para tentar errar o menos possível. Todos os agentes – comunicação social, dirigentes, treinadores, jogadores – têm de trabalhar para instituir um ambiente melhor no futebol e não caminhar neste clima demasiado penoso”, sentenciou.

Luciano Gonçalves admitiu que o Juiz do Moreirense-FC Porto cometeu erros mas rejeitou-se a comentar os lancesO presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol assumiu, em declarações à SIC Notícias, que Luís Godinho, áJuizdo encontro desta terça-feira entre o Moreirense e o FC Porto , não teve uma eexposiçãofcontente mas sublinhou a necessidade não serem levantadas “suspeições”.”Não vou falar em concreto sobre nenhum lance do jogo ou de qualquer jogo antes de serem assuntos de relatório. claro que houve erros, como infelizmente ocorrem em todos os jogos. Não podemos é erguer suspeições sobre o que for. Existiram erros mas as instâncias próprias se assim for o entendimento de quem observou o jogo e do Conselho de Arbitragem, irão penalizar o Juiz”, iniciou por declarar Luciano Gonçalves.”Se a arbitragem foi má [no Moreirense-FC Porto]? Trata-se de um Juiz jovem, que está a fazer um bom percurso. É óbvio que em todos os jogos que envolvem as equipas com maior destaque os erros são bastante mais esmiuçados. É óbvio que a equipa de arbitragem teve os seus lapsos e que as coisas não estão a correr bem, estão a ocorrer demasiados erros”, rematou.

Leer Más

“Vamo ser os primeiros a condenar atitudes de árbitros mal-intencionados”

Foto: Wikipedia – Flag of Brazil

Luciano Gonçalves garantiu esta quarta-feira que a entidade que conduz vai ser a primeira a “condenar atitudes de árbitros que estejam mal-intencionados no futebol”Em declarações na SIC Notícias e ainda na sequência do Moreirense-FC Porto, Luciano Gonçalves defendeu que as queixas sobre arbitragem devem ser feitas nos locais próprios. Luciano Gonçalves é o presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol .Se existem situações que são anómalas, temos de as delatar. Se existe alguma coisa que não está bem nas arbitragens e que não é legal, vamos deixar de caminhar com isto e vamos progredir com queixas nos locais próprios, como o Ministério Público. Nós, na APAF, vamo ser os primeiros a condenar atitudes de Juízes que estejam mal-intencionados no futebol”, alegou, garantindo que “os Juízes são treinados e preparados para esta espécie de pressão”.”Estes jovens Juízes conseguem facilmente ganhar um bom background, pois estão constantemente a padecer essas vinganças. Não se sentar-se pressionados, mas não gostam de ser postos em causa durante uma semana”, considerou, defendendo que a divulgação dos relatórios de jogo, medida que a FPF está em vias de implementar, “quando as mentalidades mudarem, só vai fazer sentido”. E diss: “Se não, estaremos numa semana a ver o relatório de um jogo do FC Porto e a compará-lo com os dos jogos de Sporting ou do Benfica..

Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou multas diversas aos três grandes e ao Braga e negou provimento a um recurso do FC Porto.O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou multas diversas aos três grandes e ao Braga e negou provimento a um recurso do FC Porto na sua reunião de terça-feira.Em comunicado, o órgão disciplinar dá conta de três multas aplicadas ao Braga, com uma valor mundial de 4.056 euros, por entrada de material pirotécnico e conduta incorreto do público em jogo da Taça da Liga frente ao Rio Ave.em o jogo com o Feirense, o FC Porto com 3.291 euros, o Sporting e o Benfica deverão pagar 2.908 euros cada, relativos a os encontros com Varzim e Paços de Ferreira, também de a Taça da Liga, se o castigou por motivos semelhantes.No mesmo comunicado, ainda que se negou provimento a um recurso de o FC Porto, o CD revela e confirmada a aplicação de multas no valor total de 20.120 euros relativas ao clássico com o Benfica.Noutro comunicado, o órgão disciplinar anuncia a abertura de uma processo disciplinar a um treinador, sem o identificar, por declarações sobre arbitragem, e um inquérito a propósito de notícias sobre agressões a jogadores por parte de adeptos. Se mandou ambos em a Comissão de Instrutores da Liga.Na segunda-feira 26 de dezembro em entrevista exclusiva a O JOGO, o mexicano do Benfica discordava da crítica de FC Porto e Sporting às arbitragens porque os áJuízese erravama favor e contra.FC Porto e Sporting, os outros assumidos candidatos ao título, têm referido queixas em relação às arbitragens. Que leitura faz disso? via nessa reclamação uma maneira de os adversários pretenderem tirar mérito ao Benfica pelos resultados que vinha obtendo?- sabíamo o que valíamo e que temos uma grande equipa. Umas vezes os Juízes equivocavam-se a favor, outras vezes contra. Isso ocorria. eram seres humanos, qualquer pessoa podia falhar. há momentos em que as pessoas começam a falar de certas coisas só para desmerecer o trabalho dos outros, mas isso não nos abalava. seguíamo concentrados, cientes de que os Juízes umas vezes errarão contra, outras a favor. há que encarar isso da melhor forma possível.As críticas dos principais adversários no campeonato dão-vos força?- Vontade de jogar, ganhar e dar tudo em campo para arrecadar os três pontos em cada partida, isso temos sempre. O que possam falar ou declarar, a nós pouco importa. havíamo devido focar-nos no que tínhamo que fazer.LEIA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO E-PAPER DE O JOGO

Leer Más