Sismo en México: Operadoras dan servicio gratis de mensajes y llamadas

Por: SentiLecto

Telcel, Movistar México, AT&T México, Unefon y Telmex han abierto su servicio de comunicación para que los ciudadanos en México puedan utilizar algunos de sus servicios gratuitamente tras un terremoto que ha cimbrado la capital de Mexico poco después de la 1 p.m. este martes, 19 de septiembre.

Leer Más

Circuitos Digitais: as fraudes e golpes na internet e como se proteger

Por: SentiLecto

A tecnologia viabiliza progressões em diversas áreas de conhecimento, mas também acaba sendo o motor para a aplicação de golpes on-line, ataques cibernéticos e para a proliferação de links maliciosos, que levam as pessoas a serem enganadas na web. As fraudes e os golpes aplicados na internet foram assunto do painel que concluiu a segunda edição do Rio Circuitos Digital, nesta quarta-feira.

Leer Más

Rajoy comparece en el Pleno para dar cuentas sobre la corrupción del PP

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Carles Puigdemont i Mariano Rajoy (20-4-2016)

Cuando Mariano Rajoy salga de La Moncloa para dirigirse al Congreso a hablar sobre la corrupción, este penúltimo día de agosto lo va a hacer con la desagradable percepción subjetiva de estar perdiendo el tiempo. Una percepción combinada con el fastidio de que exactamente el PNV sea el que le obligó en última instancia a dar cuentas sobre los escándalos de corrupción del PP, que es lo que pedían PSOE y Podemos al solicitar la convocatoria del Pleno maravilloso. El PNV es su asociado presupuestario. Hace 1 mes, los grupos de la izquierda de la Cámara pidieron la comparecencia de Rajoy después de su declaración como testigo en el proceso en contra de la trama Gürtel, a finales. Las vacaciones parlamentarias permitieron dilatar la celebración del Pleno hasta hoy mismo, más de un mes después de la cita judicial de Rajoy.

Mariano Rajoy Brey es un político español durante las x y la xii legislaturas. Un político español es presidente del Gobierno de España desde 2011.

Leer Más

Nuno Saraiva conta “Desfile de Horrores” e provoca Benfica

Por: SentiLecto

Nuno Saraiva, que trata-se de uma alegoria com muitas referências ao Benfica, iniciou esta quinta-feira, através do Facebook, a contar um sonho que teve e a que chamou “Desfile dos Horrores”. Cinco gnomos – Gosma, Bola-Rebola, Rastejante, Político e Amnésia – a participar num concurso televisivo exibido por Pedro Fernandes. O diretor de comunicação do Sporting encontrou uma forma original de mandar recados aos adversários.Na manhã desta quinta-feira, Nuno Saraiva começou a desfiar uma alegoria que, até ao momento, teve o Benfica como alvo. Vão ser cinco episódios, a ser contados ao longo do dia. “O quando for grande, que deseja ser” foi a primeira questão do apresentador da concurso.”Em primeiro lugar jamais desejo ser grande. – responde o gnomo Gosma – Ser grande obriga a ter que pensar bastante e isso, sempre que tento, dá-me dores de cabeça. Mas se não fosse assim, e eu um dia fosse grande, desejava poder assinar um contrato com um bruxo para me tornar inteligente. Desejava poder mandar e-mails para o clube da minha terra e ser sempre campeão sem ser apanhado. Desejava ter os SMS do telemóvel do Presidente da Câmara da minha terra para ele ser obrigado a legalizar o anexo que fiz na minha casa sem permissão. E desejava poder ser paineleiro num programa de TV e poder declarar tudo sem qualquer consequência e com a assistência do moderador”, escreveu Nuno Saraiva.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

Angola/Eleições: Cadernos eleitorais divulgados por SMS e internet

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Banco Nacional de Angola in Luanda – Angola 2015

A Comissão Nacional Eleitoral de Angola começa, na próxima semana, a divulgação dos cadernos eleitorais, através de SMS, gravações automáticas, pelo sítio de internet do órgão eleitoral e informação transmitida por operadores.Em declarações hoje à ijornalismo a porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, ddeclarouque o plenário daquele órgão eleitoral aprovou estas múltiplas fmaneirasde divulgação doascadernos eleitorais para que, com antecedência, os eleitores saibam exatamente o local onde vexerceráo direito de voto.Júlia Ferreira frisou que a lei eleitoral, de maneira bastante abstrata, faz alusão ao termo divulgação, sem especificar a maneira exata para a sua execução.A isse.: “A par destes quatro dispositivos, que foram aqui identificados, a Comissão Nacional Eleitoral pretende também que no próprio dia das votações, dia 23 de agosto, tenhamos nas assembleias de voto com mais de uma mesa de voto operadores do sistema de informação ao eleitor, que comunicarão também aos cidadãos eleitores que, até àquela altura, desconheçam qual a sua mesa de voto”,.gora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A CNE encontrou ainda outras técnicas, por maneira a evitar desinformação, como a execução de listas com informações referentes ao nome do cidadão eleitor, número do cartão de eleitor, assembleia de voto onde votará e o número da mesa, que vão ser afixadas nas gestões municipais, comunais.”Por outro lado, e pretendemos também fazer a publicação destas listas a nível das delegações municipais eleitorais”, declarou Júlia Ferreira, reiterando que o objetivo é “evitar que haja desinformação em relação ao local onde o cidadão eleitor exercerá o seu direito de voto” e “esgotar o mais possível todos os recursos que permitam ter esta informação atualizada”, caso ainda haja alguma chance.A CNE definiu 12.512 assembleias de voto e 25.873 mesas de voto a serem instaladas, por exemplo, em escolas ou tendas por todo o país.Angola vai realizar votações gerais a 23 de agosto deste ano, com seis formações políticas concorrentes – MPLA, UNITA, CASA-CE, PRS, FNLA e APN -, contando com 9.317.294 eleitores em condições de votar.A campanha eleitoral decorre até 21 de agosto em todas as províncias do país.Nas votações gerais são eleitos o parlamento, o Presidente da República e o vice-Presidente.

A Deloitte sistema onde constam os dados dos eleitores angolanos nas votações gerais de 23 de agosto, não detetou qualquer anormalidade, tendo feito somente recomendações de aprimoramentos. A Deloitte é companhia que realizou auditoria ao Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores . relatório de auditoria ao FICM, sistema informático com os dados de 9.317.294 eleitores registados pelo Ministério da Administração do Território, foi hoje analisado e aprovado pela Comissão Nacional Eleitoral .Em declarações àoijornalismo a porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, ddeclarouque nse encontraram quaisquer situações que coloquem em causa nãoa “integridade, segurança e inviolabilidade do ficheiro”.Segundo Júlia Ferreira, a auditoria foi feita com base em documentos de apoio que a CNE anteriormente endereçou à Deloitte, ose colocaram os quesitos fundamentais onde que têm a ver com a legalidade conformidade de o FICM em a lei, verificação de princípios fundamentais que regem o registo eleitoral,,conformidade do FICM à lei, verificação de princípios fundamentais que regem o registo eleitoral, conforme o que prcalcula lei.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Júlia Ferreira progrediu que foram feitos vários testes ao sistema, que permitiram aferir a característica de dados da FICM.Uma das recomendações feitas pela companhia vai no sentido de se fazerem aprimoramentos na questão da intercomunicabilidade de dados existentes a nível dos ficheiros e com maior periodicidade.” isse.: “Para permitir que haja um melhor tratamento em relação às questões relativas aos óbitos, aos cidadãos interditos de exercer o seu direito de voto, por uma situação de incapacidade eleitoral, como é o caso dos condenados em prisão de pena maior”,.Por outro lado, foi afiançado que efetivamente foram constatados 9.317.294 eleitores e que feita a incursão sobre os sistemas existentes verificou-se que, efetivamente, houve a observância do exercício da unicidade de voto, da universalidade, da clareza e da legalidade”, adicionou.De acordo com Júlia Ferreira, o plenário da CNE recomendou que fosse enviado uma cópia do relatório ao Ministério da Administração do Território, considerando que, sobretudo, esta questão da intercomunicabilidade de dados, há necessidade de ter em conta outras fontes que são relevantes para este processo.A Comissão Nacional Eleitoral de Angola estendeu até final de julho o prazo para que as forças políticas concorrentes às evotaçõesgerais de 23 de agosto entreguem os dados sobre os seus delegados de lista.transmitiu-se a informação hoje por a porta-voz de a CNE, Júlia Ferreira, tendo adicionado que, até a o momento, somente o Movimento Popular de Libertação de Angola e a União Nacional para a Independência Total de Angola exibiram as suas listas, com representatividade em todo o território nacional.Declarou: “Os outros partidos ainda não fizeram a entrega na sua plenitude, nós recebemos também duas reclamações de alguns partidos políticos, onde requerem a atenção da Comissão Nacional Eleitoral no sentido de condescender para que efetivamente sejam aceites algumas listas referentes a alguns partidos políticos”.Júlia Ferreira frisou que o prazo estabelecido por lei, para os partidos políticos indicarem os seus representantes para serem credenciados como delegados de lista, terminou a 23 de julho.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A porta-voz da CNE referiu que a mesma situação já se registou nas votações gerais de 2012, tendo havido igualmente naquele ano “uma certa atenuação da Comissão Nacional Eleitoral no sentido de facilitar e permitir que, mesmo fora do prazo legal, os partidos políticos fizessem a formalização dos seus representantes”.Adicionou que no processo de 2017, a CNE constatou que, “mais uma vez o atraso repetiu-se” e que é “reiterado”.Declarou: “Mas mais uma vez, a Comissão Nacional Eleitoral imbuída do seu almazinha de boa-fé, de bom senso e de colaboração permanente, no sentido de facilitar o diálogo permanente e todas as tarefas que sejam da proficiência dos partidos políticos, instituiu facilidades no sentido de, pelo menos, até ao dia 30 de julho de 2017, sejam entregues as listas e as fichas respeitantes a este processo”.A culpada destacou que esta moratória tem como objetivo imprescindível que seja assegurada uma “representatividade absoluta, integral, plena e satisfatória dos partidos políticos no processo de comentário, fiscalização nas votações gerais de 2017″.A CNE introduziu nestas eleições uma inovação, no sentido de serem os próprios partidos a procederem ao credenciamento dos seus delegados de lista.Vai ainda formar e fornecer equipamento aos operadores mencionados pelas formações políticas concorrentes às evotaçõesgerais e que, por sua vez, se vencarregarãode proceder ao credenciamento dos seus delegados de lista, através da uusode um tablet e uma impressora de talão de registos.A CNE requereu às formações políticas a indicação prévia ao órgão eleitoral de até dois operadores deste sistema por município ou distrito urbano, no caso das províncias dluandensese da Lunda Norte, que vprocederãoao registo dos delegados de lista.Altura o comissário da CNE, Lucas Quilunda.O plicou n: “Feito o registo, por município, posteriormente o operador desloca-se à sede da cdelegaçãoeleitoral municipal, onde se encontra instalado o centro de impressão, para proceder à impressão das credenciais dos registos efetuados”,.fogo que lavra em Proença-a-Nova está agora junto à localidade de Padrão, nconcentraram-se meios em o limite de o concelho com o de Mação, onde para evitar que chegue em a povoação,isse à Lusa o presidente da Câmara local.”O fogo na clientela de São Pedro do Esteval está complicado. A frente que veio de Mação está junto à localidade de Padrão, situada no limite do concelho. Os meios estão ali concentrados e tivemos mais um grupo para reforçar o trabalho durante a noite”, explicou à agência Lusa João Lobo.Ainda que existe uma outra frente a lavrar na clientela de São Pedro do Esteval, o autarca enfatizou : “Estamos a tentar resolver estes casos, que são agora as situações de maior preocupação”.O autarca declarou também que estão a trabalhar duas máquinas de rasto junto ao perímetro do Parque Empresarial de Proença-a-Nova , que esta tarde esteve ameaçado pelo fogo, no sentido de evitar que haja “mais surpresas” ao nível da questão dos reacendimentos.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Este é um trabalho que durará toda a noite e amanhã. A nossa preocupação durante o dia são os reacendimentos e a área queimada é bastante ampla”, declarou.O incêndio deflagrou na tarde de domingo no concelho da Sertã e alastrou-se a Proença-a-Nova, bem como ao concelho macaense .Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil , às 23:30 estavam no terreno a clutaro fogo, 995 operacionais, apoiados por 319 viaturas.

Leer Más