Em alta, África do Sul estima 60 mil brasileiros em 2017

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Puerto Madero bs as

Indo além das próprias expectativas, o ano prova ser de recorde de visitas brasileiras na África do Sul. O já assinalado

Por sua vez, o Governo do Zimbabué exigiu na quarta-feira imunidade diplomática para a primeira-dama com a base que participava com seu marido de uma reunião de chefes de Estado da Comunidade para o Desenvolvimento da África Meridional realizada neste fim-de-semana.

Leer Más

Número de brasileiros na África do Sul aumenta 175% em fev

Por: SentiLecto

– O número de visitantes brasileiros na África do Sul teve um crescimento percentual expressivo em fevereiro deste ano, em comparação com o mesmo mês em 2016. A ampliação foi de 175,6%, com um total de 11.847 visitantes. O único mercado com ampliação percentual maior do que o do Brasil foi o Chile, com 221,1% e 1.798 visitantes. O Brasil é um dos três mercados estratégicos nas Américas para o South African Tourism , junto com Estados Unidos e Canadá. Exibiram-se os números durante a Indaba, a maior feita de turismo de a África que conclui em esta quinta-feira,. O CEO do SAT, Sisa Ntshona, que assumiu a posição no final de 2016, chama a atenção também o protagonismo dos mercados do Oriente Médio e da China para a manutenção da curva de crescimento do número de visitantes estrangeiros na África do Sul. “A África do Sul está fazendo grandes investimentos estratégicos. Temos três mercados-chave: Oriente Médio; Ásia, porque não podemos ignorar a China, e América do Sul. O crescimento do turismo impulsiona a economia. Somos um país único, com uma grande variedade de experiências bastante diferentes e custos competitivos”, evidencia Ntshona, que realça programas de aventura como bungee jumping, enoturismo e até o comentário de estrelas, em entrevista a jornalistas de Brasil e da Argentina no ICC Durban. “O turista de Brasil chega à África do Sul pela primeira vez com dois objetivos: fazer safári, no Kruger Park especificamente, e conhecer a Cidade do Cabo”, declara Tatiana Isler, representante do SAT no Brasil. “Lugares icônicos fazem parte do roteiro de uma primeira viagem. Mas uma vez aqui eles descobrem a ótima infraestrutura turística, a gastronomia e os bons vinhos, os safáris em outras regiões do país. E a maioria deseja voltar.” O Portal PANROTAS viajou a convite do South African Tourism e da South Africa Airways com proteção GTA Carla Lencastre, especial para o Portal PANROTAS

Leer Más

Na Indaba, África do Sul revela recorte de visitantes

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Naoto Kan Barack Obama David Cameron and Jacob Zuma 20100625

– A África do Sul acaba de bater recorde importante no número de visitantes estrangeiros. Faz 1 ano, o país registrou pela primeira vez mais de dez milhões de chegadas internacionais, em 2016. Isto significa ampliação percentual de 12,8% em relação ao ano de 2015. O presidente dJacob realçou estes e outros números Zuma em seu discurso em a abertura oficial de a Indaba , principal feira de turismo de a África. Jacob Zuma é o país. O presidente declarou: “Em 2016, o crescimento do turismo internacional em todo o continente teve uma ampliação de 8% e a África recebeu 58 milhões de visitantes”. Os números do continente de Afragola mencionados por Zuma são da Organização Mundial do Turismo . Quando acolheu a Copa do Mundo, a África do Sul, especificamente, vem registrando uma ampliação crescente na quantidade de visitas desde 2010. Faz 2 anos, desde então, a única exceção foi, por conta do vírus ebola. Se registrou caso de contaminação não em o país, mas o Turismo teve uma queda de 6,8%. Ainda assim, a África do Sul recebeu 8,9 milhões de visitantes estrangeiros. Como comparação, o Brasil ainda não conseguiu ultrapassar os seis milhões de chegadas internacionais. Durante a cerimônia de abertura, Zuma anunciou que a Indaba vai continuar em Durban, na Costa Leste do país, por pelo menos mais cinco anos. A edição 2017 da feira reúne sete mil participantes. Há representantes de mais de 1,1 mil companhias de 18 países de Afragola e de mais de 1,6 mil operadoras nacionais e internacionais , além de mais de 700 jornalistas. Nos três dias do acontecimento estão calculadas cerca de 16,5 mil reuniões de negócios. Quando assuntos agrupam expositores para mostrar seus produtos de forma descontraída, se realizou a primeira de as três sessões de o Speed Marketing antes de a inauguração oficial, . Durante uma hora, 20 suppliers falam depressa para uma plateia lotada de operadores e jornalistas. Participaram cerca de 200 compradores internacionais, que reservaram lugar com antecedência. Cada exibidor tem três minutos para se apresentar. Este formato estreou na edição passada do acontecimento, foi um êxito de público e voltou este ano. Faz 8 meses, o escritório de o South African Tourism em o Brasil se inspirou em o modelo para coordenar seu road show, o. A sessão do primeiro dia do Speed Marketing foi voltada para produtos de opulência, um segmento que ganha mais espaço na Indaba. Este ano, pela primeira vez, há uma área com 90 expositores voltados para este mercado. Sete operadores de Brasil participam da feira convidados pelo escritório brasileiro do South African Tourism : Beatriz Dantas, da Queensberry; Paula Belinsky, da Venturas; Marcelo Patelli, da CVC, e Carolina Pereira, da TT, os quatro de São Paulo; Bruno Delfini, da BWT, de Curitiba; Bandaly Butero Neto, da Ylha Bela, de Vitória, e Paulo Neto, da Fábrica de Viagem, de Fortaleza. O grupo é acompanhado por Marcelo Marques no Brasil. Marcelo Marques é administrador de relacionamento com o trade do Turismo da África do Sul. O Portal PANROTAS viaja a convite do South African Tourism e da South Africa Airways, com proteção GTA Carla Lencastre, especial para o Portal PANROTAS

Para tornar a participação na feira mais efetiva, a organização está preparando um programa on-line, com sistema vai dehaverá também um pavilhão voltado para os produtos de opulência, o Tourism Grading Council, que atenderá compradores em busca de alternativas cinco estrelas, pelos quais muitos destinos do continente são conhecidos.O presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, também participou da reunião e endossou os esforços do governo para potencializar a promoção dos três Estados, principalmente na América Latina. “Nós teremos uma campanha reforçada para além das que já temos na América do Sul, introduzindo produtos turísticos dos Estados do Sul do Brasil nesse mercado. Comercializaremos o nosso Turismo de uma maneira bastante mais agressiva e presente em função dos compromissos assumidos entre o Ministério, Embratur e parlamentares nesta tarde”, comentou.Segundo comunicado do governo potiguar, a Polícia Federal do Estado registrou um crescimento de 12% de entrada de estrangeiros no ano passado, se comparado a 2015, chegando a 30,4 mil visitantes internacionais, um acréscimo de 3,2 mil turistas.

Leer Más