Dono do Mónaco conta como foi o primeiro encontro com Jardim: “Não me seduziu”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – View on Monacoville

Quando a escolha já estava feitaLeonardo Jardim, dimitri Rybolovlev conheceu o português é o novo herói do Mónaco, ao ter governado a equipa do Principado a um título que escapava há 18 anos. Faz 3 anos, o português chegou a o clube e Dimitri Rybolovlev, proprietário de o clube e presidente, revela agora quais as primeiras impressões que teve de o agora campeão. “Não me seduziu. Conheci-o num almoço em Lisboa, por ocasião da Final da Liga dos Campeões. A escolha já estava feita por Vadim Vasilyev [vice-presidente do Mónaco], e eu tinha confiança nele. Mas o Jardim não comunicou muito. Praticamente não falámos”, recorda em entrevista ao L’Équipe.Ainda que despedir Claudio Ranieiri, o empresário de Rusia recorda foi uma resolução difícil, mas enfatiza que a troca por Leonardo Jardim foi muito estudada. “Não nos recordámo dele numa manhã. Analisámos toda a informação, os dados. Vimos a maneira como ele trabalhava. Havia outros na lista.”

Em declarações à Téléfoot, Leonardo Jardim ddeclarouque se rvai reunircom a Direção, mas que as “resoluções tomam-se de cabeça fria”Conquistado o oitavo título de campeão e colocado fim a um jejum que durava desde 2000, o Mónaco definiu como prioridade segurar Leonardo Jardim. Contratado em 2014 – os monegascos pagaram os três milhões de euros da cláusula de rescisão ao Sporting -, o técnico português prolongou em março de 2015 o vínculo até 2019, com um ordenado de 180 mil euros/mês. Agora, a intenção é estender a ligação. Até para evitar a sua saída, pois é pretendido por outros clubes, desde o “vencido” PSG, ao Inter, de acordo com a Imprensa de Francia e italiana. “Nos próximos dias, conversaremos e fazer uma proposta de renovação do contrato a Leonardo Jardim. Espero que continue aqui por muito tempo. O enquanto não declarar que deseja sair, nosso treinador é Leonardo Jardim”, alegou ontem o vice-presidente Vadim Vasilyev ao programa Téléfoot.Além de pretender segurar o técnico que acabou com o jejum na Ligue 1, Vadim Vasilyev também não está disposto a perder Falcao que verá o vínculo alargado, pois só resta mais um ano de contratoO próprio Leonardo Jardim assumiu que irá conversar com a Direção do Mónaco, sem adiantar mais pormenores. “Cada treinador quer fazer melhor na época seguinte, mas isso depende das condições. Reuniremos-nos na próxima semana. Estamos cansados e as resoluções tomam-se com a cabeça fria”, revelou à Téléfoot.Além do técnico, Vasilyev declarou que o Mónaco também vai “oferecer a renovação a Falcao”, cujo contrato expira em 2018 e confirmou que haverá saídas. Isto numa altura em que Bernardo Silva, Mbappé, Fabinho e Bakayoko são os mais cobiçados.

Leer Más

Renovação proposta a Jardim: “Decisões tomam-se de cabeça fria”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – {{{nome}}}

Em declarações à Téléfoot, Leonardo Jardim ddeclarouque se rvai reunircom a Direção, mas que as “resoluções tomam-se de cabeça fria”Conquistado o oitavo título de campeão e colocado fim a um jejum que durava desde 2000, o Mónaco definiu como prioridade segurar Leonardo Jardim. Contratado em 2014 – os monegascos pagaram os três milhões de euros da cláusula de rescisão ao Sporting -, o técnico português prolongou em março de 2015 o vínculo até 2019, com um ordenado de 180 mil euros/mês. Agora, a intenção é estender a ligação. Até para evitar a sua saída, pois é pretendido por outros clubes, desde o “vencido” PSG, ao Inter, de acordo com a Imprensa de Francia e italiana. “Nos próximos dias, conversaremos e fazer uma proposta de renovação do contrato a Leonardo Jardim. Espero que continue aqui por muito tempo. O enquanto não declarar que deseja sair, nosso treinador é Leonardo Jardim”, alegou ontem o vice-presidente Vadim Vasilyev ao programa Téléfoot.Além de pretender segurar o técnico que acabou com o jejum na Ligue 1, Vadim Vasilyev também não está disposto a perder Falcao que verá o vínculo alargado, pois só resta mais um ano de contratoO próprio Leonardo Jardim assumiu que irá conversar com a Direção do Mónaco, sem adiantar mais pormenores. “Cada treinador quer fazer melhor na época seguinte, mas isso depende das condições. Reuniremos-nos na próxima semana. Estamos cansados e as resoluções tomam-se com a cabeça fria”, revelou à Téléfoot.Além do técnico, Vasilyev declarou que o Mónaco também vai “oferecer a renovação a Falcao”, cujo contrato expira em 2018 e confirmou que haverá saídas. Isto numa altura em que Bernardo Silva, Mbappé, Fabinho e Bakayoko são os mais cobiçados.

Por menos de 130 milhões de euros nada feito. Vice-presidente do Mónaco estabelece custo de Mbappé.Com somente 18 anos, Mbappé é uma das figuras do Mónaco e está nos planos de vários dos grandes clubes europeus. Mas não vai ser fácil contratá-lo, como desvendou Vadim Vasilyev, vice-presidente dos monegascos.”O futuro de Mbappé depende dele, se deseja ficar ou sair. Estamos numa posição suficientemente forte para rejeitar uma oferta até de 130 milhões de euros”, alegou Vasilyev, à rádio “RMC” aludindo às receitas alcançadas na Champions e na Ligue 1: com a chegada às “meias”, embolsou 60 milhões de euros; o campeonato de Francia rende 40 milhões.

Leer Más

EXCLUSIVO “Mantener a Mbappé es nuestra prioridad”, menciona directivo del Mónaco

Por: SentiLecto

Kylian Mbappé atrajo críticas tras una temporada decisiva, pero el Mónaco menciona que es una “prioridad” mantener al pedido adolescente más allá del dinero que brinden por él.

Leer Más

Mbappé não sai nem por 130 milhões de euros

Por: SentiLecto

Por menos de 130 milhões de euros nada feito. Vice-presidente do Mónaco estabelece custo de Mbappé.Com somente 18 anos, Mbappé é uma das figuras do Mónaco e está nos planos de vários dos grandes clubes europeus. Mas não vai ser fácil contratá-lo, como desvendou Vadim Vasilyev, vice-presidente dos monegascos.”O futuro de Mbappé depende dele, se deseja ficar ou sair. Estamos numa posição suficientemente forte para rejeitar uma oferta até de 130 milhões de euros”, alegou Vasilyev, à rádio “RMC” aludindo às receitas alcançadas na Champions e na Ligue 1: com a chegada às “meias”, embolsou 60 milhões de euros; o campeonato de Francia rende 40 milhões.

Leer Más

Vice-presidente do Mónaco: “Faremos de tudo para segurar os jogadores”

Por: SentiLecto

Vadim Vasilyev abordou a conquista do título de Francia, em declarações ao Canal+Vadim Vasiliev, vice-presidente do Mónacio, mostrou-se cumprido pelo triunfo da equipa do principado no campeonato francês, destacando que o clube “fará de tudo para segurar os jogadores”. Vadim Vasilyev é o vice-presidente do Mónaco.”Há 17 anos que o Mónaco esperava este título. É excecional, um orgulho. O bom trabalho é sempre recompensado. Estávamos na Ligue 1 há quatro anos. Eu jamais imaginei que isso fosse ocorrer em tão pouco tempo. Faremos de tudo para segurar os jogadores”, atirou Vasilyev, em declarações ao Canal+.

Leer Más