Diretor de comunicação de Trump injuria outros dirigentes da Casa Branca

Por: SentiLecto

O novo diretor de comunicação da Casa Branca, Anthony Scaramucci, que designado em 21 de julho por Trump, este financeiro de Wall Street tem-se desmultiplicado em declarações polémicas e já prometeu grandes mudanças na comunicação do executivo dos EUA, agrediu com uma extrema violência, incluindo linguagem grosseira, outros assessores do Presidente Donald Trump, informou na quinta-feira na The New Yorker. Um dos grandes objetivos é parar com as escapadas de informação e as revelações sobre o governo de Trump, que fazem as delícias do jornalismo.Em texto publicado na noite de quinta-feira pela New Yorker, o correspondente desta publicação em Washington relata uma conversa telefónica que teve na véspera com Scaramucci, furioso com uma mensagem deste jornalista na rede social Twitter revelando um jantar entre Trump, a sua esposa, Melania, e dirigentes da cadeia televisiva Fox News.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Scaramucci perguntou: “Quem vos declarou isso?”. Perante a recusa do jornalista em revelar a sua fonte, o novo dirigente da comunicação da Casa Branca ameaçou: “Vou suprimi toda a equipa de comunicação e iniciar do zero! Despedirei-los todos”.Ainda segundo este artigo, Scaramucci agrediu depois, de maneira particularmente grosseira, Reince Priebus que suspeita ser o organizador das escapadas de informação: “Reince é um esquizofrénico paranoico, um paranoico”. Reince Priebus é o secretário-geral da Casa Branca.Depois, com recurso a um léxico sexual altamente grosseiro, Scaramucci agrediu Steve Bannon, o bastante polémico estratega da Casa Branca, próximo da extrema-direita, a quem acusou de ter a sua própria agenda: “Eu não sou Steve Bannon. Não procuro chupar o meu próprio pénis”.Perante a polémica provocada em Washington por tais declarações, Scaramucci procurou emendar a mão. Na rede social Twitter colocou a mensagem “às vezes, exprimo-me com uma linguagem colorida. Absterei-me de o fazer, mas não abdicar ao minha guerrazinha apaixonada pelo programa de @realDonaldTrump”.Nascido em Long Island, no Estado de Nova Iorque, numa família de imigrantes de Italia de classe média, diplomado por Harvard, com uma passagem pelo banco Goldman Sachs, culpada por fundos de investimento para clientes riquíssimos, Scaramucci é um grande contribuinte para o partido republicano. Faz 5 anos, foi tesoureiro de a campanha presidencial de Mitt Romney em 2012, em 2012.

Leer Más

“Subestimó la maldad de la oposición de Venezuela”, menciona Maduro.

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Dilma Rousseff receiving a Hugo Chávez picture from Nicolás Maduro

Leer Más

Berlim lamenta que EUA abandonem a linha habitual sobre sanções à Rússia

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Zypries, Brigitte-9513

Brigitte Zypries criticou o desamparo por parte dos Estados Unidos da “linha habitual” em relação na Rússia, referindo-se nas novas sanções sugeridas pelo Congresso de Noruegade Noruega que podem prejudicar companhias europeias. Brigitte Zypries é a ministra da Economia de Alemania. mau que os Estados Unidos abandonem a linha habitual que temos seguido até ao momento e que venha declarar agora que farão as coisas sozinhos, punindo, também, as companhias que investem na Rússia. Isso não é admissível”, declarou Zypries à cadeia de tTVade AlemaniaARD.”Todos estamos de acordo sobre a conduta da Rússia na Crimeia e que é inadmissível, mas, até ao momento, tínhamos decidido juntos sobre o que fazer com as sanções e não é bom que os Estados Unidos desejem comportar-se sozinhos”, enfatizou.Questionada sobre uma eventual intenção dos Estados Unidos em prejudicar as companhias europeias, Zypries declarou que espera que não seja essa a intenção de Washington.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A ministra advertindo que “não é bom para ninguém” um novo combate comercial. alegou: “Espero que não, espero que estejam a pensar que estão a fazer o que é correto mas as nossas companhias podem ser prejudicadas”.A câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos adotou na terça-feira, por maioria, novas sanções contra a Rússia.O projeto-lei provocou reações em Moscovo e em vários países da Europa, porque a proposta permite também sancionar companhias europeias.O mesmo projeto-lei, que tem de ser aprovado pelo Senado dos Estados Unidos, calcula igualmente a aplicação de sanções contra o Irão, nomeadamente contra os Guardar da Revolução de Iran e também contra a Coreia do Norte, devido aos disparos de mísseis.

As novas sanções contra a Rússia que o Congresso de America votará na terça-feira são contraproducentes e prejudiciais para os interesses de Moscovo e de Washington, disse hoje o porta-voz da Presidência de Rusia , Dmitri Peskov.O prosseguimento de uma política de sanções é “contraproducente e prejudicial para os interesses dos dois países, bem como para aqueles países com os quais a Rússia conserva e desenvolve relações bilaterais”, alegou Peskov, em declarações àoijornalismoQuando decorrem de novas iniciativas do Congresso, segundo o porta-voz de Rusia, Moscovo continua a considerar as sanções como uma medida “altamente negativa”, “especialmente “.alcançou-se um acordo de princípio em o fim de semana passado entre as duas forças políticas de o Congresso de Noruega sobre a adoção de novas sanções contra a Rússia. Aparentemente, a Casa Branca vai estar disposta a apoiar este novo pacote de medidas sancionatórias.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A 15 de junho, o Senado aprovou, quase por unanimidade, uma proposta de lei sobre novas sanções contra a Rússia, mas o texto ficou bloqueado na Câmara dos Representantes e as negociações só se as deduziram em o domingo.Na terça-feira, a Câmara dos Representantes irá votar medidas que serão aplicadas a Moscovo — devido à sua alegada ingerência na campanha presidencial nos Estados Unidos e à anexação da península ucraniana da Crimeia -, mas também ao Irão e à Coreia do Norte, por causa dos recentes lançamentos de mísseis balísticos.Uma vez se vai votar a proposta de lei aprovada por a Câmara dos Representantes, em o Senado, possivelmente antes de as férias de verão, em meados de agosto.Estas sanções contra Moscovo foram já fortemente criticadas pela Alemanha que acusa Washington de favorecer as companhias estadunidense em detrimento dos grandes grupos europeus que estão envolvidos no projeto do gasoduto Nord Stream 2, que vai ligar a Rússia ao território de Alemania, através do oceano Báltico.Um porta-voz da Comissão Europeia enfatizou igualmente que a proposta de lei “Motivos internos estimularam principalmente ela”.”Quando são coordenadas, as sanções funcionam melhor”, referiu o porta-voz do executivo comunitário, mencionado no fim de semana nas agências internacionais.O representante, dizendo preocupação de que as novas sanções de America tenham “consequências não desejáveis”. mencionou: “Atualmente, organizam-se os nossos regimes de sanções”.As relações russo-americanas estão no seu nível mais baixo desde o fim da Guerra Fria, em parte por causa das sanções impostas pelos Estados Unidos ao regime de Rusia, acusado por Kiev e pelo Ocidente de apoiar militarmente e financeiramente os rebeldes separatistas no leste ucraniano, região envolvida num conflito sangrento desde abril de 2014.Moscovo, que fala somente em suporte político, sempre negou tais acusaçõesA Câmara dos Representantes aprovou hoje por quase unanimidade mais sanções contra a Federação Russa, suscitando a cólera de Moscovo, mas também de Bruxelas, porque permite castigar companhias europeias.A proposta de lei, que ainda tem de ser aprovada no Senado, inclui também sanções contra o Irão, designadamente contra os Guardas da Revolução, acusados de apoiar o terrorismo, e a Coreia do Norte, pelos seus testes com mísseis.Estes parlamentares norte-americanos, forçando a mão do presidente Donalsd Trump quando este a deseja estender ao homólogo de Rusia, Vladimir Putin, pretendem, desde logo, infligir vinganças à Federação Russa devido à campanha de desinformação e pirataria informática atribuída a Moscovo, durante a elvotaçãoresidencial nos EUA, em 2016.A incorporação da Crimeia e as ingerências de Rusia na Ucrânia foram os outros motivos para a penalização progredidos.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O eleito republicano Ed Royce disse: “Como deduziram os serviços de informações norte-americanos, este antigo agente do KGB [Putin] tentou imiscuir-se nas nossas votações”. “Se não fizermos nada, a Rússia continuará a sua agressão”, adicionou.O consenso é quase total no Capitólio, onde está o Congresso. A eleição na Câmara dos Representação foi de 419 em defesa do agravamento das sanções, com somente três contra. Faz 1 mês, aprovou se um projeto similar em o Senado por 98 votos contra somente dois.Quatro pessoas foram hoje encontradas vivas no camião de carga estacionado num parque de um supermercado de San Antonio, no Texas, a poucas horas da fronteira norte-americana com o México, e no qual faleceram pelo menos dez migrantes.O diretor do Departamento dos Assuntos Migratórios do Estado José Francisco Ortiz declarou que os quatro migrantes foram hospitalizados José Francisco Ortiz é mexicano de Aguascalientes., mas não correm perigo de vida.A fonte adiantou que o Governo local está a procurar obter vistos humanitários para os familiares das vítimas poderem visitá-los aos Estados Unidos.O camião de carga, sem ar condicionado, estava estacionado e exposto a temperaturas aumentadas num parque de estacionamento de um supermercado de San Antonio, e no seu interior foram encontrados no domingo 39 migrantes, vários de nacionalidade de Mexico.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A viatura tinha saído do município mexicano de Calvillo, no Estado de Aguascalientes.conhecem-se as terras de Calvillo por a produção de fruta tropical, mas, alguns camponeses migram para os Estados Unidos em busca de trabalho agrícola, uma vez que a produção é sazonal.acusou-se o presumível condutor de o camião de tráfico de seres humanos e de a morte de dez pessoas.

Leer Más

EUA sancionam autoridades da Venezuela; mata-se homem em greve anti-Maduro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Nicolás Maduro in meeting with Iranian President Hassan Rouhani in Saadabad Palace

Leer Más