DonaldandIvanaTrump.jpg

A extrema-direita está em ascensão nos EUA?

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

A violência que tomou conta das ruas de Charlottesville nos EUA, no sábado, tem como pano de fundo o dramático A violência que tomou conta das ruas de Charlottesville nos EUA, no sábado, tem como pano de fundo a dramática ampliação na proeminência de grupos de extrema-direita no país. A violência que tomou conta das ruas de Charlottesville é uma cidade universitária no conservador estado da Virgínia. A violência que tomou conta das ruas de Charlottesville é uma cidade universitária no conservador estado da Virgínia.

Em sua conta oficial no Twitter, ele alegou: “Devemos nos conservar juntados e condenar tudo o que a Animosidade encarna. Não há lugar para essa espécie de violência nos Estados Unidos. Vamos nos juntar!”

A votação de Donald Trump para a Casa Branca é mencionada como um fator que reenergizou ativistas e grupos que não somente recusam ideologias de esquerda, como também do establishment conservador.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Ao mesmo tempo, sites de mídia social cooperam para a promoção destas visões de mundo.

A organização em prol dos direitos civis Southern Poverty Law Center , que monitora mais de 1,6 mil grupos com discurso de Animosidade no país, declara que os pensamentos de extrema-direita foram “os mais bem sucedidos” em ganhar espaço no discurso político dominante.

Mas quem são esses grupos? Quão populares são? E o que desejam conquistar?

A BBC Brasil reúne algumas das mais agremiações mais ilustres nos EUA hoje em dia.

Eles adoram provocar, deploram o politicamente correto e idolatram Donald Trump.

São conhecidos pelo termo alt-right – uma abreviação de alternative right, ou direita opção – que muitos críticos descrevem como nacionalistas brancos ressentidos pela progressão dos direitos civis de negros, mulheres e gays nas últimas décadas.

O movimento existe principalmente online mas, como não solicita afiliação formal, não é possível declarar quantos membros tem.

Segundo Allum Bokhari e Milo Yannopoulos, do site de extrema-direita Breitbart – influente na ideologia de Trump -, facções da alt-right incluem os “intelectuais”, “conservadores naturais” e a “equipe de memes” – jovens ativistas dispostos a trollar os adversários nas mídias sociais.

As coluninhas da ideologia são a “identidade branca” e a “civilização ocidental tradicional”, segundo Richard Bertrand Spencer, que instituiu o termo em 2008. Liberdade, liberdade de expressão e o direito a ofender também estão na sua cartilha.

A campanha presidencial de a alt-right impulsionou o crescimento de Trump , em o ano passado.

Em julho de 2016, então pré-candidato republicano à Casa Branca, Trump tuitou uma imagem de Hillary Clinton ao lado de uma estrela de seis pontas – parecida com a estrela de Israel – e a seguinte frase: “A Candidata Mais Corrupta da História!”

“Tivemo que chamar o mal pelo seu nome. Meu irmão não deu sua vida para lutar contra Hitler para ver ideias nazistass seguirem sem serem desafiadas em casa”, publicou o senador republicano Orrin Hatch, de Utah, em uma rede social.A mãe declarou: “Se não fizermos algo, vamo ser expulsos do nosso próprio país”. Um homem forte e careca suspendeu a conversa. “Vocês estão falando com um estrangeiro. Olha o sotaque dele!”, alegou, rindo, em referência ao repórter.

Ao longo da campanha, ele seria acusado de anti-semitismo, machismo, anti-islamismo e puro e simples racismo.

Formou-se branco o grupo supremacista mais temido de a história estadunidense por ex-Confederados após a Guerra da Secessão em a qual os estados escravagistas de o sul saíram, derrotados.

A KKK se multiplicou no sul estadunidense no começo do século passado e daí se projetou nacionalmente. Membros encapuzados, marchando à luz de tochas e batendo às portas das casas de seus inopositoresara “julgá-los” pelos seus crimes viraram uma ocorrência chabitualnessa época.

Durante esse turbulento fase, grupos supremacistas brancos promoveram linchamentos, enforcamentos e homicídios de negros.

Além de discriminar contra afro-americanos, judeus e imigrantes, mais recentemente a KKK se posiciona contra gays, lésbicas e a população LGBT de maneira mais extensa.

Tornou-se um movimento com o objetivo de evitar que esses grupos alcancem as mesmas liberdades e direitos civis que outros estadunidense. Suas facções o descrevem como “uma organização branca, patriótica e cristã enraizada na Ku Klux Klan do começo do século 20.”

Segundo o Southern Poverty Law Center, há grupos afiliados à KKK em quase todos os Estados ade America reunindo entre 5 mil e 8 mil membros.

No ano passado, o grupo declarou que estava provando “uma forte ampliação no número de afiliados no Sul profundo”, os rincões dos Estados sulistas de America.

Embora o nazismo original de Adolf Hitler não se retratasse nem como esquerda nem direita – sugeria ser, segundo os historiadores, uma “terceira via” – os neonazistas de hoje se colocam assumidamente na extrema direita.

Com isso, compartilham ideais anti-semíticos e veneram a Alemanha nazista de Adolf Hitler. A Primeira Emenda da Constituição de America protege eles e resoluções judiciais tomadas em as cortes estadunidense.

Em um caso ilustre, o Supremo de Americade America invocou a Primeira Emenda para garantir o direito de um grupo neonazista de queixar-se na cidade predominantemente judia de Skokie, Illinois, portando suásticas.

Há diversos grupos neonazistas nos EUA, incluindo o Partido Nazista Americano e o Movimento Socialista Nacional . O mais visível deles, porém, é a Aliança Nacional , cujo braço Vanguard America participou dos acontecimentos em Charlottesville.

Embora uma reportagem no New York Times de 2011 falasse em 400, os números mais recentes estimam que havia 2,5 mil afiliados em 2012.

Embora seu escopo chegue a 32 dos 50 Estados de America, muitos deles estão na Virgínia. Segundo o SPLC, também ampliam os vínculos entre neonazistas europeus e estadunidense.

O governo da Virgínia disse Estado de emergência para permitir a mobilização das forças de segurança.

Movimento Socialista Nacional – Fundado em 1994, é um dos maiores grupos neonazistas dos EUA, com braços em mais de 30 Estados.

Partido da Liberdade Americano: Fundado em 2009, com origens na Califórnia. A agremiação defende uma agenda racista e anti-migratória.

Fonte: BBCBrasil-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, South Africa, Israel

Cities: Virginia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>A extrema-direita está em ascensão nos EUA?
>>>>>Charlottesville: supremacistas brancos e grupos antirracismo entram em confronto por marcha de extrema-direita – August 12, 2017 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>Supremacistas brancos se preparam para polêmica marcha na Virgínia (EUA) – August 12, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>”Sou nazista, sim”: O protesto da extrema-direita dos EUA contra negros, imigrantes, gays e judeus – August 12, 2017 (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>’Sou nazista, sim': O protesto da extrema-direita dos EUA contra negros, imigrantes, gays e judeus – August 12, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>FBI investiga mortes em ato de extremistas, que prometem não recuar – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 KKK 0 0 ORGANIZATION 7 A KKK: 1, (tacit) ele/ela (referent: a KKK): 3, (tacit) ele/ela (referent: A KKK): 1, a KKK: 2
2 grupos 60 80 NONE 6 grupos: 1, grupos supremacistas brancos: 1, grupos afiliados: 1, diversos grupos neonazistas: 1, esses grupos: 2
3 Donald Trump 0 0 PERSON 5 Donald_John_Trump: 1, Donald_Trump: 2, Trump: 2
4 nós 0 70 NONE 4 (tacit) nós: 4
5 eu 0 5 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 Aliança Nacional 0 0 ORGANIZATION 3 a Aliança_Nacional: 2, (tacit) ele/ela (referent: a Aliança_Nacional): 1
7 os EUA 0 0 PLACE 3 os EUA: 3
8 país 0 0 NONE 3 nosso próprio país: 1, o país: 2
9 violência 0 320 NONE 2 A violência (apposition: uma cidade universitária): 2
10 o Southern_Poverty_Law_Center 0 100 OTHER 2 Southern_Poverty_Law_Center: 1, o Southern_Poverty_Law_Center: 1