BRF declara que jamais vendeu carne podre e que jamais foi acusada disso

Investigada na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, a BRF alegou nesta segunda-feira que “jamais comercializou carne podre e nem jamais foi acusada disso”.

As propinas pagas a fiscais do Ministério da Agricultura para afrouxar a fiscalização em frigoríficos teriam abastecido o PMDB e o PP, segundo a Polícia Federal.No anúncio feito nesta segunda-feira , o Ministério da Agricultura de Sullana informou que provedores de Brasil de carne de frango terão que mandar um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro. Mais de 80% das 107.400 toneladas de frango importadas pela Coreia do Sul no ano passado vieram do Brasil, sendo quase metade fornecida pela BRF.Em nota, a empresa declara que coopera com as autoridades “para esclarecimento dos fatos” e alega satisfazer todas as regras referentes à produção e comercialização de seus produtos. Diz: “A BRF assegura a característica e segurança de seus produtos”.

A BRF — Antiga Brasil Foods S.A. — é um conglomerado brasileiro do ramo alimentício, que surgiu através da fusão das ações da Sadia S.A. ao capital social da Perdigão S.A..

Operação Carne Fraca é uma operação de guerrazinha ao crime deflagrada pela Polícia Federal do Brasil.

Segundo o comunicado divulgado pela empresa no site da CVM , “as citações a produtos fora de especificação, no âmbito da Operação, dizem respeito a outras companhias, como pode ser comprovado no material divulgado pela Polícia Federal”.

Ainda conforme a nota, a companhia “manifesta seu suporte à fiscalização do setor e ao direito de informação da sociedade com base em fatos, sem generalizações que podem prejudicar a rfamade ecompanhiasidôneas

A organização criminosa, liderada por fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, recebia propina para facilitar a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.

A companhia declara ainda que, ao ser informada da Operação Carne Fraca, tomou imediatamente as medidas necessárias para a apuração dos fatos. “A BRF não tolera qualquer desvio de seu manual da clareza e da legislação e regulamentação de Brasil e dos países em que atua.”

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>BRF declara que jamais vendeu carne podre e que jamais foi acusada disso
>>>>>Jornais internacionais repercutem escândalo da carne no Brasil – (FolhaGeneric)
>>>>>Coreia do Sul barra temporariamente importação de frango da BRF – March 20, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>BRF afirma que cumpre normas e assegura qualidade de produtos – March 17, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>JBS nega irregularidades e diz repudiar qualquer adulteração de produtos – March 17, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Carne vencida e mascarada com produtos cancerígenos: o escândalo que atinge as maiores empresas do Brasil – (BBCBrasil-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 BRF 0 0 ORGANIZATION 7 A BRF Antiga_Brasil_Foods_S.A.: 1, a BRF: 2, A BRF: 2, (tacit) ele/ela (referent: A BRF): 2
2 companhia 0 0 NONE 4 outras empresas: 1, a companhia: 2, A empresa: 1
3 a companhia 43 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: a companhia): 3
4 Federal do Brasil 0 0 PERSON 3 a Polícia_Federal_do_Brasil: 1, a Polícia_Federal: 2
5 países 0 0 NONE 2 os países: 2
6 carne podre 0 90 NONE 1 carne podre: 1
7 a organização criminosa liderada 100 80 NONE 1 A organização criminosa liderada: 1
8 facilitar a produção de produtos adulterados sem fiscalização 0 80 NONE 1 facilitar a produção de produtos adulterados sem fiscalização: 1
9 o crime 0 80 NONE 1 o crime: 1
10 fornecedores brasileiros de carne de frango 0 20 NONE 1 fornecedores brasileiros de carne de frango: 1