Joesley declara que ‘blefe’ sobre juízes foi ‘bravata’ que se tornou real

Por: SentiLecto

O empresário Joesley Batista, que a operação investiga a JBS e subsidiárias em esquema de utilização irregular de dinheiro de fundos de pensão, um dos proprietários da JBS, declara em um dos testemunhos que integra o acordo de delação premiada que, o testemunho em que alegou ter declarado a Michel Temer como estava influindo na Operação Greenfield era uma “bravata” que depois se mostrou real.

“Eu declarou pro presidente Michel que eu tinha adquirido um procurador por R$ 50 mil, que eu tinha acertado o juiz e que eu estava vendo uma maneira de trocar o Anselmo [Lopes, procurador responsável pela força-tarefa da Greenfield]. Isso nunca ocorreu, trocar o Anselmo. E em relação ao juiz, eu utilizei esse caso, mas não posso declarar que fui eu, por isso que eu declarou que era bravata. Porque eu faço eu mesmo, quando eu faço. Tanto é que se ele deu R, não sei$ 50 mil pro Ângelo [Vilella, procurador da força-tarefa preso na quinta-feira, 18]. Hoje eu tenho esse conjunto de evidências de que não era bravata”.

Joesley declara ainda que, após a primeira visita para testemunhos da delação à Procuradoria-Geral da República, Vilella de alguma fmaneiraficou sabendo da dresoluçãoda delação. “Logo depois da nossa visita, o Willer Tomaz [advogado contratado para defender subsidiária do grupo na Greenfield e que tinha declarado pagar a mesada ao procurador preso] ligou para o nosso advogado muito nervoso, muito inquietado, e falou ‘olha, tô sabendo que vocês tão fazendo a delação. Não prejudicará os meus amigos'”.

O empresário alega que, no dia seguinte, diversos políticos ligados a Tomaz começaram a se afastar. “Eu tinha pedido pra falar com o senador Renan e não consegui. Em situação normal, eu sempre tive ótima relação com o senador Renan. Ele não me atendeu, mas também não declarou o porquê”, conta o proprietário da JBS.

Além de Renan, Joesley menciona também o distanciamento de Romero Jucá. “O senador Jucá, que eu também tenho ótima relação, mandei mensagem declarando que precisava falar com ele, ele não me respondeu, desapareceu. Eu percebi um certo movimento”, declara.

Por outro lado, o senador Aécio Neves divulgou nota nesta quarta-feira declarando estar “absolutamente tranquilo quanto à correção de todos os seus atos”.

MESADA PARA VAZAMENTO

No testemunho, dado à Procuradoria-Geral da República no dia 27 de abril, Joesley Batista aalegaainda ter oescutadouma gravação de audiência da Operação Greenfield vazada pelo Procurador da República Ângelo Goulart Vilella.

A partir daí, os procuradores da Greenfield começaram a fazer testes com Villela, que culminaram com o pedido de ação controlada autorizada pelo STF a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Villela foi seguido e filmado com autorização judicial.Faz 1 mês, o Copom diminuiu a taxa Selic em 1 ponto porcentual para %11,25, em o dia 12 de abril. A taxa Selic é referência para os juros da economia. Foi a primeira reunião do Copom após a conversa entre Temer e o empresário.

Segundo Joesley, o advogado Willer Tomaz o encontrou em um hangar no aeroporto brasileiro e mostrou a gravação, mandada por Vilella, presente na audiência. Joesley declara que Tomaz mostrou o histórico da conversa com o procurador em seu celular e declarou que apagaria a gravação depois.

Conforme o empresário, o vazamento era parte do acordo de Tomaz com o procurador para o repasse de informações, pelo qual Vilella recebia uma mesada de R$ 50 mil. Joesley declara, no entanto, não ter “contratado” o serviço, e que Willer Tomaz fazia os pagamentos por conta própria.

O empresário alega que, nas tratativas de contratação para defender a Eldorado subsidiária do grupo, Tomaz indicou ser próximo a um dos juízes da vara em que corria o caso, Ricardo Soares Leite.

De acordo com Joesley, Tomaz deixou claro que não havia propina para o juiz, mas que poderia exercer influência. “Ele foi bastante claro: ‘Com o Ricardo não tenho negócio nenhum financeiro. Eu sou amigo dele, a gente janta junto, tem ótima relação, nossas mulheres se conhecem. E eu acho que posso influir'”, declara o empresário à Procuradoria-Geral da República.

Joesley Batista

Se gravou o senador tucano pedindo R $ 2 milhões a Joesley e que a quantia foi entregue a um primo de o tucano, em ação filmada por a PF, segundo informação publicada em a noite de essa quarta por o colunista Lauro Jardim de o jornal, ” O Globo “, e confirmada pela Folha.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Brasilia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Joesley declara que ‘blefe’ sobre juízes foi ‘bravata’ que se tornou real
>>>>>Aécio diz estar tranquilo e que relação com Joesley era estritamente pessoal – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Áudio mostra Temer dando aval a compra do silêncio de Cunha, diz jornal – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Deputado teria sido filmado pela PF com mala de R$ 500 mil – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Panelaços são registrados pelo país após revelação de áudio de Temer – (FolhaGeneric)
>>>>>Procurador foi ‘infiltrado’ para ajudar Joesley, diz Procuradoria – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Alvos da PF, donos da JBS cogitam fazer acordo de delação premiada – May 13, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Decisão do TCU motivou operação investigando apoio do BNDES à JBS – May 12, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Aécio Neves é alvo de operação da Polícia Federal – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Possível sucessor de Temer, Maia é alvo da Lava Jato em inquéritos no STF – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Para Temer, acusações de que teria negociado propina são ‘fantasiosas’ – May 15, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Temer diz que avalia aumentar faixa de isenção do Imposto de Renda – May 15, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo exaltará primeiro ano de Temer em propaganda, mas não vai exibir o presidente – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Palocci decide fazer delação e afasta advogado contrário ao acordo – May 12, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>”Você tem que manter isso, viu?”, teria dito Temer sobre suborno de Cunha, diz JBS – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Em gravação, ‘Temer dá aval a compra de silêncio de Cunha’, diz jornal – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Primeiro pedido de impeachment com base em caso JBS é protocolado contra Temer – (BBCBrasil-pt)
>>>>>>>>>>>>>Aécio Neves pediu R$ 2 milhões a Joesley, dizem executivos da JBS – (FolhaGeneric)
>>>>>Temer antecipou corte de juros do BC a Joesley, segundo delação – May 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Temer confirma encontro com Joesley, mas nega ter comprado silêncio de Cunha – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 150 0 NONE 29 Eu: 4, eu: 13, me: 2, (tacit) eu: 10
2 Batista Joesley 0 0 PERSON 14 (tacit) ele/ela (referent: O empresário Joesley_Batista um): 3, O empresário Joesley_Batista um: 2, Joesley_Batista: 2, Joesley: 6, (tacit) ele/ela (referent: Joesley): 1
3 Jucá 0 60 PERSON 5 O senador Jucá: 2, (tacit) ele/ela (referent: O senador Jucá): 2, ele (referent: O senador Jucá): 1
4 Greenfield 35 0 ORGANIZATION 5 (tacit) ele/ela (referent: a Greenfield): 5
5 Renan 0 0 PERSON 5 o senador Renan: 1, Ele (referent: o senador Renan): 1, Renan: 1, (tacit) ele/ela (referent: o senador Renan): 1, o (referent: o senador Renan): 1
6 empresário 0 0 NONE 5 o empresário: 3, O empresário: 2
7 depoimento 240 0 NONE 4 o depoimento: 4
8 Vilella 80 0 PLACE 4 Vilella: 3, Vilella de alguma forma: 1
9 procurador 50 0 NONE 4 procurador responsável: 1, o procurador: 2, um procurador: 1
10 Michel Temer 0 0 PERSON 4 Temer: 1, pro presidente Michel: 2, o (referent: Temer): 1