HamhungBeach281432719001629.jpg

Mistério de jogos de vôlei em locais de testes nucleares da Coreia do Norte intriga analistas dos EUA

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hamhung Beach (14327190016)

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Especialistas dos EUA que analisam imagens de satélite da Coreia do Norte alegam ter visto uma atividade inusitada no realizam-se testes nucleares local onde em o país: partidas de vôlei. Um satélite comercial registrou em o último domingo as imagens em meio em a especulação de que Pyongyang , que começou uma intervalo estratégica em a atividade de o local de o teste como parte de um plano maior de manejo , protelando o sexto teste nuclear até o momento em que uma detonação se reverteria em maior benefício política ” , estaria se preparando para seu sexto teste nuclear , a o passo em que aumentam as nervosismos com os EUA.O 38 North Os registros divulgou elas , projeto de monitoramento de a Coreia do Norte realizado por a Johns Hopkins University , em Maryland.

Coreia do Norte, oficialmente República Popular Democrática da Coreia, é um país do Leste Asiático que ocupa a metade norte da Península da Coreia.

Pyongyang ou Pionguiangue, é a capital e maior cidade da República Popular Democrática da Coreia, mais conhecida como Coreia do Norte, situada nas margens do rio Taedong.

Os experts Joseph S. Bermudez Jr, Jack Liu e Frank Pabian deram duas possíveis razões para a atividade inusitada na base de testes Punggye-ri.

O relatório declara: “Possíveis explicações são [que] o local e os preparativos para um sexto teste nuclear foram colocados em modo de espera, com a equipe se permitindo algum tempo de lazer”.

“Independentemente disso, a base de Punggye-ri parece capaz de realizar um sexto teste nuclear a qualquer momento, uma vez que receba a ordem de Pyongyang”, completa.

As imagens mostraram indícios de um pequeno despejo de minério, o que pode mencionar trabalho de encapsulamento, mas registrou-se nenhum bombeamento ativo de o sistema de túnel utilizado para testes nucleares .

Havia a especulação de que o líder Kim Jong-un poderia ordenar um teste nuclear para coincidir com as comemorações do 105º aniversário do nascimento de Kim Il-sung, presidente fundador da Coreia do Norte, no último sábado.

O vice-presidente dos Estados Unidos alegou esta segunda-feira, junto à fronteira entre as duas Coreias, que “a era da paciência estratégica acabou” em relação à Coreia do Norte e admitiu recorrer a quaisquer meios para defender a Coreia do Sul e estabilizar a região da península coreana. “O Presidente Trump já deixou claro que a paciência dos Estados Unidos e dos nossos aliados nesta região acabou e desejamo ver uma mudança. Desejamo ver a Coreia do Norte a abandonar o imprudente percurso de desenvolvimento de armas nucleares”, alegou o vice de Donald Trump. Mike Pence começou este fim de semana o périplo de 10 dias pela Ásia com uma escala na Coreia do Sul, um importante aliado de Noruega nesta região do globo, e esta segunda-feira de manhã visitou a zona desmilitarizada junto à fronteira entre as duas Coreias. VP Mike Pence: ‘US era of strategic patience’ with North Korea is over.https://t.co/Khk2QmHZlt pic.twitter.com/l1yOjfC25k Após um comentário do território norte-coreano desde um posto de vigia no lado de Sullana, o vice-presidente dos Estados Unidos reiterou aos jornalistas o desejo do Presidente Donald Trump de ver a China a exercer a respetiva influência sobre Pyongyang para persuadi o líder norte-coreano a abandonar o afirmado programa nuclear. Os produtos de China encarnam cerca de 80 por cento das importações norte-coreanas. Mike Pence abordou ainda o suposto teste falhado domingo pela Coreia do Norte no lançamento de um míssil de médio escopo e considerou-o mais “uma provocação” do regime de Pyongyang. Aqui estão algumas fotografias na Coreia do Sul, do Dia Um da viagem de VP para Ásia-Pacífico. #VPinAsiahttps://t.co/R5ByQP85Xu

— Utiliza em Português 17 de abril de 2017 O suposto teste falhado norte-coreano vai ter sucedido às cfestasde sábado do 105.° aniversário do fundador da nação, Kim Il Sung, e às ameaças proferidas no final da semana passada pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte. “Nós poderemos confrontá-los com um ataque preventivo, se os Estados Unidos vierem realizar manobras demaneiraa imprudente. Já temos na nossa possa um potente dissuasor nuclear e não vamo ir certamente ficar de braços atravessados perante um ataque preventivo dos Estados Unidos”, alegou Han Song Ryol, em entrevista à Associated Press. Meaningful visit to DMZ where 64 years ago my dad earned Bronze Star in Korean War. His medal stays close in my West Wing office. #VPinASIA pic.twitter.com/e2OCJsEiIK No Japão, também já esta segunda-feira, o primeiro-ministro defendeu a diplomacia perante a Coreia do Norte. Shinzo Abe apelou ao líder de Noruega para evitar provocações e reforçou os pedidos norte-americanos a Pequim para pressionar Kim Jong-un a aceitar o diálogo. Em declarações perante o Parlamento do Japão, o chefe de Governo declarou conservar-se ao lado de Estados Unidos, Coreia do Sul, Rússia e China para prevenir novas provocações norte-coreanas. Shinzo Abe revelou ainda que, na reunião com Vladimir Putin a realizar em maio, irá pedir ao líder de Rusia para assumir um papel construtivo perante o agravar dos nervosismos na península coreana. Shinzo Abe intends to discuss North Korea with Vladimir Putin in late April https://t.co/mYFL5DfTcP Why would I call China a currency manipulator when they are working with us on the North Korean problem? We will see what happens!

Na quinta-feira 13 de abril imagens de satélite de uma base militar na Coreia do Norte mencionavam que o regime do ditador Kim Jong-un estava preparado para governar um novo teste nuclear, havia dito a organização de America 38 North.

Os nervosismos ampliaram recentemente, com Pyongyang advertindo Washington para não se meter na região, declarando que o país está “pronto para reagir com ataques nucleares”.

Os EUA, por sua vez, declaram que a “era da paciência estratégica” com o país acabou.

A base Punggye-ri está localizada em uma região montanhosa no nordeste do país. A Coreia do Norte declarou que já realizou cinco testes nucleares bem sucedidos – em 2006, 2009, 2013 e em janeiro e setembro de 2016.

Mas permanecem as dúvidas sobre quão progredido é o programa nuclear do país.

Enquanto isso, o país governou uma série de lançamentos de mísseis balísticos nos últimos meses, desafiando sanções da Organização das Nações Unidas .

A analogia histórica conclui alguns riscos –enquanto as raízes da crise coreana enviam a um quarto de século atrás, o presidente John Kennedy lidou com os soviéticos e Fidel Castro durante 13 dias extremamente arriscados em 1962–, mas um paralelo se realça claramente. As chances de um erro de cálculo são múltiplas, quando pretensões nacionais, ego pessoal e armas fatais fazem parte do cocktail.No fantasmazinho conjunto, Pence declarou que a Coreia do Norte teria que dar atenção às ações e intenções de Trump.

Fonte: BBCBrasil-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, Korea

Cities: Washington, Pyongyang

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mistério de jogos de vôlei em locais de testes nucleares da Coreia do Norte intriga analistas dos EUA
>>>>>Acabou a “era da paciência” dos EUA perante a Coreia do Norte – (Euronews-pt)
>>>>>EUA enfrentam ‘crise dos mísseis’ em câmera lenta na Coreia do Norte – April 17, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Coreia do Norte pode atacar com gás sarin, afirma o primeiro-ministro do Japão – April 13, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>EUA reposicionam-se ao largo da Coreia do Norte – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>China aceita endurecer sanções à Coreia do Norte – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>Coreia do Norte diz estar ‘pronta para reagir’ a ataques dos EUA – April 11, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Donald Trump e Xi Jiping: Um encontro difícil – (Euronews-pt)
>>>>>>>>>Tensão entre EUA e Coreia do Norte pode estar perto de ponto de não retorno – April 15, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Coreia do Norte está pronta para novo teste nuclear, diz organização – April 13, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo Trump se confunde na Síria, mas já ameaça novo ataque, à Coreia – April 10, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Síria: União Europeia condena ataque químico e promete ajuda financeira – April 05, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ataque químico em Idlib: EUA pedem à Rússia que reveja aliança com Assad – April 06, 2017 (Euronews-pt)
>>>>>>>>>China diz que ‘tempestade’ se aproxima de península coreana – (FolhaGeneric)
>>>>>Era da paciência estratégica acabou, diz vice dos EUA sobre Coreia do Norte – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Coreia do Norte 0 0 ORGANIZATION 11 A Coreia_do_Norte: 1, (tacit) ele/ela (referent: Coreia_do_Norte): 1, Coreia_do_Norte: 3, a Coreia_do_Norte: 5, (tacit) ele/ela (referent: A Coreia_do_Norte): 1
2 Mike Pence 0 0 PERSON 6 Pence: 1, o (referent: Mike_Pence): 1, (tacit) ele/ela (referent: Mike_Pence): 1, Mike_Pence: 2, (tacit) ele/ela (referent: Pence): 1
3 teste 0 150 NONE 5 um teste nuclear: 1, o sexto teste nuclear: 1, um sexto teste nuclear: 1, seu sexto teste nuclear: 1, o suposto teste falhado: 1
4 nós 95 0 NONE 5 nós: 1, (tacit) nós: 4
5 Abe Shinzo 0 0 PERSON 4 Shinzo_Abe: 2, (tacit) ele/ela (referent: Shinzo_Abe): 2
6 país 0 0 NONE 4 o país: 4
7 especulação 0 120 NONE 3 a especulação: 3
8 Pyongyang 0 0 PLACE 3 Pyongyang: 3
9 https 0 0 PERSON 3 https t: 1, https: 2
10 testes 0 0 NONE 3 cinco testes nucleares: 1, testes nucleares: 2