ONU pede fim do bloqueio ao Iémen: fome atinge milhões de pessoas

Por: SentiLecto

Um ataque com um carro armadilhado matou, esta terça-feira, seis pessoas e deixou dezenas feridas na cidade de Aden, no Iémen. O ataque, que foi reivindicado pelo Estado Islâmico, tinha como alvo uma base das forças de segurança da aliança liderada pela Arábia Saudita.

Em Sanaa, a capital do país, o aeroporto foi alvo de um ataque aéreo. Os rebeldes hutis, que controlam o setor, atribuem o ataque à caliançaliderada pela Arábia Saudita e aalegamque o sistema de navegação do aeroporto ficou darruinado

Esde que a Arábia Saudita bloqueou todos os acessos ao país, o corredor aéreo é o único que permite ainda levar assistência às populações sinistradas pelo conflito, d.

O líder xiita acusou a Arábia Saudita de deter o primeiro-ministro. O líder xiita é membro beirão. Hassan Nasrallah alegou que Hariri “está em prisão domiciliária” e exigiu a sua libertação.Quando se encontrava de visita à Arábia Saudita, o primeiro-ministro anunciou a demissão, há uma semanae ainda não rretornouao país. Hariri acusou o movimento xiita de Libano Hezbollah de estar a preparar um atentado contra a sua vida e de impor a sua política através das armas.

Na terça-feira 31 de outubro uma auditoria anual realizada pelas Nações Unidas para avaliar a melhoria das políticas de diminuição de gases-estufa projetava que os compromissos firmados pelos países diminuiriam as emissões em somente um terço do necessário para o cumprimento da meta para 2030. De acordo com o “Emissions Gap Report“, divulgado nesta terça-feira, em 2030 a poluição gerada seria entre 53 e 55,5 gigatoneladas de equivalente de dióxido de carbono, acima do objetivo de 42 bilhões de toneladas para conservar o aquecimento do planeta abaixo dos 2 graus Celsius em relação ao fase pré-industrial.

Em Genebra, William Spindler refere que “com os circuitos comerciais arruinados, os custos dos bens de primeiro necessidade atingem valores incomportáveis para as populações empobrecidas e em grande agonia”. William Spindler é o porta-voz da agência da ONU para os Refugiados.

A ONU apela à Arábia Saudita que lergao bloqueio e aalegaque se não fôr feito algo mbastanterdepressamilhões de pessoas vão mfalecerde fome. O Iémen, mergulhado num conflito há três anos, vive a pior crise humanitária do planeta.

Segundo a Organização Mundial de Saúde o conflito entre as forças governamenteia e os rebeldes hutis já matou mais de 8600 pessoas e deixou 58 mil feridas.

O governo do presidente Abd Rabbo Mansour Hadi conta com o suporte de uma aliança liderada pela Arábia Saudita, mas o conflito estende-se há três anos, com consequências dramáticas para a população.

Fonte: Euronews-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Yemen, Saudi Arabia

Cities: Aden

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>ONU pede fim do bloqueio ao Iémen: fome atinge milhões de pessoas
>>>>>Presidente libanês pede explicações à Arábia Saudita por causa de Saad Hariri – (Euronews-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 a Arábia_Saudita 0 70 PLACE 8 a Arábia_Saudita: 8
2 ataque 0 50 NONE 4 Um ataque: 1, O ataque: 2, o ataque: 1
3 William Spindler 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: William_Spindler): 3, William_Spindler (apposition: o porta-voz de a agência de a ONU_para_os_Refugiados): 1
4 rebeldes 0 350 NONE 3 Os rebeldes hutis e destruído: 2, os rebeldes hutis: 1
5 conflito 0 230 NONE 2 o conflito: 2
6 eu 100 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
7 Hariri 0 0 PERSON 2 Hariri: 2
8 Hassan Nasrallah 0 0 PERSON 2 Hassan_Nasrallah: 1, (tacit) ele/ela (referent: Hassan_Nasrallah): 1
9 O Iémen mergulhado em um conflito há três anos 0 0 PLACE 2 o Iémen: 1, O Iémen mergulhado em um conflito há três anos: 1
10 país 0 0 NONE 2 o país: 2