Al-Assad apoia projeto de Rusia para a Constituição síria

RadeGeneve.jpg

Foto: Wikipedia – Rade Geneve

Bashar al Assad disse nesta segunda-feira suporte ao projeto de Rusia para a futura Constituição do país, nas vésperas da retomada das negociações de paz em Genebra, que acontecerá na próxima quinta-feira. Bashar al Assad é o presidente da Síria.

Genebra – o pagus Genevensis – é uma cidade da Suíça, localizada no oeste do país, figurando como a segunda mais populosa cidade suíça, depois de Zurique — e a mais populosa da região da Romandia, a parte francófona da Suíça.

A constituição é um conjunto de regras do governo, que pode ser ou não codificada como um documento escrito, que enumera e restringe os poderes e funções de uma entidade política.

“Geralmente, apoiamos as propostas de Rusia, não só esta. E agora estamos debatendo os detalhes com a parte russa. Mas não podemos começar a falar de algo concreto se não temos uma outra parte para o diálogo. A comissão da oposição armada não esteve nas conversas anteriores em Astana”, declarou Al-Assad, que garantiu que está disposto a tratar “qualquer coisa, inclusive a Constituição”, em entrevista a veículos de jornalismo da Rússia.

Caças alvejaram os arredores da mesquita do vilarejo de Al-Jina, perto de Atarib, na parte ocidental da província de Aleppo e a alguns quilômetros da província de Idlib, e mataram ao menos 46 pessoas, a maioria civis, relatou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Na sábado 11 de março Bashar al Assad havia alegado em entrevista publicada que as tropas dos Estados Unidos e da Turquia eram “invasoras” Bashar al Assad é o presidente da Síria., pois não haviam pedido licença para lutar os terroristas em território sírio.

“Mas devemo saber quem vai ir a Genebra e se estão dispostos a debater esse documento”, adicionou em alusão ao texto de Rusia da Constituição.

Por outro lado, Al-Assad se mostrou confiante que Moscou pode aumentar o suporte militar ao regime damasceno caso seja necessário, mas, alegou que, “por enquanto, o escopo do respaldo é suficiente e efetivo”.

“Nesta etapa, o suporte da Rússia em maneira de ataques aéreos foi suficiente para que o Exército sírio progredisse em várias frentes, sobretudo em Aleppo e Palmira. Tenho certeza que, que necessitamos mais para vencer os terroristas, nos vão dar essa assistência, se os líderes e militares russos e sírios perceberem”, comentou.

O presidente sírio voltou a alfinetar Washington, ao indicar que “a política de America não se baseia mais em um dois pesos e duas medidas, mas em múltiplas normas, talvez dez, porque fundamentam a política não nos valores e nas regras internacionais, mas em seus próprios interesses”.

Ao informar que “qualquer operação militar na Síria sem autorização do governo é uma invasão”. delatou: “Todos sabemos que a aliança jamais teve uma verdadeira intenção de enfrentar o Estado Islâmico ou os terroristas”.

O Ahrar al-Sham, um importante grupo rebelde sírio, declarou nesta sexta-feira que a aliança liderada pelos Estados Unidos que luta o Estado Islâmico foi culpada por um ataque a uma mesquita próxima da cidade de Aleppo que um grupo de monitoramento declarou ter matado dezenas de pessoas na noite de quinta-feira.

Al-Assad fazia alusão a uma eventual intervenção de tropas de America para expulsar o EI de Al Raqqa, reduto da organização jihadista na Síria.

O texto da Constituição sugerido pelo Kremlin blinda a integridade territorial da Síria e estabelece a supremacia do direito internacional, entre outros aspectos, mas também abre a porta para que Al-Assad possa ser novamente nomeado presidente nas duas próximas votações.

Está calculado que a próxima rodada de conversas em Genebra entre representantes de Damasco e a oposição síria inicie na quinta-feira, apesar do inimigo Comitê Supremo para as Negociações ainda não ter confirmado participação.

Realizou-se a última rodada entre o fim de fevereiro e o início de março e concluiu com uma agenda pactuada por Damasco e pela oposição para tentar chegar a uma solução negociada a o conflito.

A pedido do regime de Al-Assad, também será adicionado um quarto pacote sobre assuntos relacionados com a estratégia antiterrorista. EFE

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Syria, United States, Russian Federation, Colombia

Cities: Washington, Palmira, Damascus, Aleppo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Al-Assad apoia projeto de Rusia para a Constituição síria
>>>>>Grupo rebelde da Síria acusa coalizão liderada pelos EUA por ataque a mesquita – March 17, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ataque aéreo perto de Aleppo, na Síria, mata pelo menos 42 pessoas – March 16, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Bombardeios no norte da Síria deixam ao menos 25 mortos – March 15, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Sobe para 44 o número de mortos em duplo atentado em Damasco – March 11, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Damasco pede que ONU obrigue Turquia a retirar suas tropas da Síria – March 10, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Exército sírio recupera controle de campo de petróleo em poder do EI – March 07, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Pelo menos 4 mortos em choque de trem com ônibus no Mississippi – March 08, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Maioria dos mortos em atentado em Damasco é de peregrinos iraquianos – March 11, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Sobe para 74 o número de mortos em duplo atentado em Damasco, segundo OSDH – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Pentágono diz ter matado vários membros da Al Qaeda na Síria – March 17, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Frente da Conquista do Levante reivindica autoria de atentado em Damasco – March 12, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ex-facção da rede Al Qaeda reivindica duplo atentado em Damasco – (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>ONG contabiliza mais de 321 mil mortos em 6 anos de conflito na Síria – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 48 0 NONE 9 nos: 1, (tacit) nós: 8
2 Al-Assad 110 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Al-Assad): 1, Al-Assad: 5
3 a Genebra 0 0 PLACE 4 a Genebra: 1, Genebra: 3
4 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
5 coalizão 60 40 NONE 2 a coalizão liderada: 1, a coalizão: 1
6 apoio 0 15 NONE 2 o apoio militar: 1, apoio: 1
7 A constituição 0 0 OTHER 2 A constituição: 1, (tacit) ele/ela (referent: A constituição): 1
8 Ahrar 0 0 ORGANIZATION 2 O Ahrar: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Ahrar): 1
9 Assad 0 0 PERSON 2 al Assad: 2
10 Bashar 0 0 PERSON 2 Bashar (apposition: O presidente de a Síria): 1, Bashar (apposition: o presidente de a Síria): 1