Alemanha proíbe entrada de 18 sauditas envolvidos na morte de Jamal Khashoggi

Por: SentiLecto

O governo da Alemanha proibiu nesta segunda-feira a entrada no país de 18 cidadãos sauditas supostamente envolvidos no homicídio do jornalista Jamal Khashoggi e pediu novamente à Arábia Saudita que eelucidetotalmente o caso.

O porta-voz do governo da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert declarou: “se elucidaram as circunstâncias em que ocorreu esse terrível crime ainda não de modo satisfatório”.

Em entrevista coletiva em Riad, o procurador alegou que ao todo há 11 acusados pelo crime e que espera mais informações das autoridades de Turquia.

Na segunda-feira 29 de outubro o governo de Alemania havia dito sua vontade de conservar a “boa colaboração” com o Brasil após o triunfo eleitoral de Jair Bolsonaro, mas havia declarado que uma vez que ele assumir a chefia do Estado de um país de “grande protagonismo” para a Alemanha, isto seria “avaliado” em função da atuação do presidente eleito.

O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha emitiu a interdição , informaram fontes de este setor.

A lista inclui os 15 agentes sauditas identificados que integraram o comando que assassinou Khashoggi, além de outros três suspeitos de terem participado na organização, explicou um porta-voz da Chancelaria.

Na sua vez, porém, Mojeb declarou que se informou o príncipe sobre o caso através de relatórios ” falsos ” exibidos por os agentes responsáveis de a operação e “pelos veículos de jornalismo”.Riad ofereceu várias explicações contraditórias para o desaparecimento de Khashoggi até admitir que ele faleceu durante uma operação ilegal, o que provocou motim mundial, expôs o reino a possíveis sanções e maculou a imagem do príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman.O procurador explico: “Depois de assassiná-lo,oshomicidass cortaram em pedaços o corpos e levado para fora do consulado..

O Ministério das Relações Exteriores reiterou que a Alemanha exige um “esclarecimento transparente” do acontecido “segundo as normas de um Estado de direito”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Saudi Arabia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Alemanha proíbe entrada de 18 sauditas envolvidos na morte de Jamal Khashoggi
>>>>>Procuradoria saudita pede pena de morte para suspeitos da morte de jornalista – (EfeGeneric)
>>>>>Procurador saudita quer pena de morte para 5 dos 11 suspeitos do assassinato de Khashoggi – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Turquia considera “insatisfatórias” as explicações sauditas sobre Khashoggi – November 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Turquia compartilha gravações de assassinato de Khashoggi com outros países – November 10, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Turquia afirma ter provas do caso Khashoggi que ainda não foram divulgadas – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Al Sisi diz que ninguém pode desestabilizar Arábia Saudita por caso Khashoggi – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Erdogan diz que fitas de Khashoggi foram entregues a importantes países estrangeiros – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Turquia enviou gravações do assassinato de jornalista a vários governos – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Áudio de assassinato de Khashoggi horrorizou oficial saudita, diz Erdogan – November 13, 2018 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 crime 0 330 NONE 3 o crime: 2, esse horrível crime: 1
2 Riad 0 7 PERSON 3 ele (referent: Riad): 1, Riad: 2
3 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
4 a Alemanha 0 0 PLACE 2 a Alemanha: 2
5 a Arábia_Saudita 0 0 PLACE 2 a Arábia_Saudita: 2
6 agentes 0 0 NONE 2 os 15 agentes sauditas: 2
7 caso 0 0 NONE 2 o caso: 2
8 circunstâncias 0 0 NONE 2 As circunstâncias: 2
9 comando 0 0 NONE 2 o comando: 2
10 procurador 0 0 NONE 2 o procurador: 2