Democratas pedem que demissão de procurador-geral seja investigada

Por: SentiLecto

Os democratas do Congresso dos Estados Unidos pediram um inquérito legislativo urgente para elucidar os motivos por trás da demissão do até agora procurador-geral do governo de Donald Trump, Jeff Sessions.

Em carta divulgada nBob Goodlatte que convide audiências para investigar a demissão de Sessions a pedido de Trump por considerar que pode se tratar de um esforço para minar o inquérito independente sobre a suposta interferência de Rusia nas votações presidenciais estadunidense de 2016. Bob Goodlatte é o presidente do Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes. Bob Goodlatte é o presidente do Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes.

Sessions abdicou aa posição na quarta-feira, um dia depois das votações legislativas, após meses de nervosismo e de Trump se queixar que o procurador-geral foi afastado de o inquérito sobre a interferência de Rusia devido a os contatos que conservou durante a campanha eleitoral com representantes de Moscou.

Em sua carta, os democratas membros do Comitê Judiciário alegam que a saída de Sessions e sua substituição por Matthew Whitaker, um crítico do inquérito conduzido pelo procurador especial Robert Mueller, levam o país a uma “crise constitucional”.

Na sua vez, – O secretário da Justiça dos Estados Unidos, Jeff Sessions, foi demitido nesta quarta-feira após críticas incessantes do presidente Donald Trump sobre inquéritos sobre o papel da Rússia na votação presidencial de 2016. A saída de Sessions era amplamente esperada após as votações parlamentares de terça-feira, em que os republicanos detiveram sua maioria no Senado, mas perderam controle da Câmara dos Deputados. Jamais na história contemporânea um presidente agrediu tão frequentemente e duramente um membro de sua salinha como Trump fez contra Sessions, de 71 anos, que foi um dos primeiros membros do Congresso a apoiar sua campanha presidencial em 2015. Trump anunciou a saída de Sessions no Twitter e o agradeceu por seus serviços. Sessions declarou em uma carta a Trump que abdicou a pedido do presidente. O chefe de salinha de Sessions, Matthew Whitaker, assume interinamente como advogado-geral, declarou Trump no Twitter. Sessions deixa a posição de principal agente garantidor da lei da país enquanto o assessor especial Robert Mueller, operando sob o Departamento de Justiça, busca um extensa inquérito sobre a Rússia que já rendeu uma série de denúncias criminais contra diversos aliados de Trump e atrapalhou sua presidência. Republicanos haviam pedido repetidamente a Trump que não tirasse Sessions, um ex-senador conservador republicano do Alabama, antes que as votações instituíssem um efeito político.

Na segunda-feira 22 de outubro John Bolton havia declarado que a interferência de Rusia nas votações dos EUA haviam atingido resultados insignificantes John Bolton é o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos., mas havia insistido que tal conduta não devia ser tolerado.

A Casa Branca negou nesta quinta-feira que o país tenha entrado em uma “crise constitucional” após a demissão de Sessions e declarou que o presidente Trump não ainda requereu que o Departamento de Justiça restrinja o inquérito sobre a interferência de Rusia.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Democratas pedem que demissão de procurador-geral seja investigada
>>>>>Alvo de Trump por investigação sobre Rússia, Sessions deixa cargo de secretário da Justiça – November 07, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Trump diz que deputada democrata Pelosi merece ser presidente da Câmara – November 07, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Hillary Clinton pede voto contra “radicalismo e corrupção” de Trump – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Trump diz que teria preferido tom mais ‘suave’ como presidente, mas que não teve escolha – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Líder democrata na Câmara diz que “amanhã será um novo dia para os EUA” – November 07, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump acusa imprensa de “criar” violência nos EUA com “fake news” – November 03, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Porta-voz da Casa Branca comenta comparações com Bolsonaro: “Só há um Trump” – October 30, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump considera porta-voz do Departamento de Estado para cargo de embaixadora da ONU – November 02, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump planeja decreto para negar cidadania a filhos de ilegais nascidos nos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Irã diz que EUA “se arrependerão” de sanções e mudarão de política – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bernie Sanders e Tim Kaine são reeleitos para o Senado dos EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump enaltece resultado “histórico” no Senado durante eleições legislativas – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 60 60 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Trump): 1, Trump: 7, o presidente Trump: 1
2 Jeff Sessions 0 80 PERSON 7 Jeff_Sessions (apposition: O secretário de a Justiça_dos_Estados_Unidos): 1, Sessions: 6
3 investigação 0 50 NONE 4 uma investigação legislativa urgente: 1, a investigação: 2, uma ampla investigação: 1
4 interferência 0 105 NONE 3 a interferência russa: 3
5 Bob Goodlatte 0 0 PERSON 3 Bob_Goodlatte (apposition: o presidente de o Comitê_Judiciário_da_Câmara_dos_Representantes): 2, (tacit) ele/ela (referent: Bob_Goodlatte): 1
6 carta 0 0 NONE 3 uma carta: 1, sua carta: 1, carta divulgada: 1
7 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
8 o Twitter 0 0 PLACE 3 o (referent: o Twitter): 1, o Twitter: 2
9 Departamento de Justiça 0 0 ORGANIZATION 2 o Departamento_de_Justiça: 2
10 John Bolton 0 0 PERSON 2 John_Bolton (apposition: o conselheiro de Segurança_Nacional_dos_Estados_Unidos): 1, (tacit) ele/ela (referent: John_Bolton): 1