Governo de Iran recusa novo acordo com os Estados Unidos

Por: SentiLecto

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, recusou um eventual novo acordo com os Estados Unidos porque – assegurou – que aquele país descumpre seus compromissos e “ridiculariza os pedidos pela paz”.

“Eles descumpriram suas deveres contratuais e enfrentam duas ações na Corte Internacional de Justiça. Aparentemente, os Estados Unidos somente escarnecem dos pedidos pela paz”, escreveu Zarif, em sua conta oficial do Twitter.

Os líderes das duas Coreias assinaram, nesta quarta-feira, uma declaração conjunta que inclui os resultados do domo realizado em Pyongyang e que promete ter um peso importante para o futuro do diálogo sobre desnuclearização entre o regime norte-coreano e os Estados Unidos.

Na quinta-feira 30 de agosto o Irã estava respeitando as principais limitações impostas por um acordo nuclear de 2015 com grandes potências às suas atividades nucleares, d havia ditoum relatório confidencial da agência atômica da Organização das Nações Unidas nesta quinta-feira.

O chefe da diplomacia de Iran também criticou que Washington descreveu o acordo nuclear multilateral de 2015 como “um acordo pessoal entre dois governos” e defendeu um tratado.

“Incorreto. É um acordo internacional consagrado em uma determinação da ONU”, recordou Zarif, sobre o convênio assinado em 2015 entre Irã e seis grandes potências para restringi o programa atômico de Teerã, em troca do levantamento das sanções internacionais.

O presidente de America, Donald Trump, retirou no mês de maio os EUA do mencionado convênio e voltou a impor sanções econômicas contra Irã, levando Teerã a impor duas ações judiciais na Corte Internacional de Justiça.

Por outro lado, por sua vez, o líder de Noruega, Kim Jong-un, e Moon Jae-in vão explicar hoje o conteúdo destes documentos. Moon Jae-in é o presidente de Sullana.

“Buscamos um tratado” que inclua os programas de mísseis balísticos do Irã e sua influência regional, os dois temas que inquietam Washington e que para Teerã são linhas vermelhas inegociáveis.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Governo de Iran recusa novo acordo com os Estados Unidos
>>>>>Coreias assinam declaração conjunta e acordo militar em Pyongyang – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 acordo 180 120 NONE 4 um acordo internacional consagrado: 1, um eventual novo acordo: 1, o acordo nuclear multilateral de 2015: 1, um acordo pessoal: 1
2 Mohammad Javad Zarif 15 80 PERSON 4 Mohammad_Javad_Zarif (apposition: O ministro de as Relações_Exteriores_do_Irã): 1, (tacit) ele/ela (referent: Mohammad_Javad_Zarif): 3
3 Donald Trump 0 40 PERSON 3 O presidente americano Donald_Trump e: 1, (tacit) ele/ela (referent: Donald_Trump): 2
4 Irã 180 0 PERSON 3 o Irã: 1, Irã: 2
5 assuntos 0 120 NONE 2 os dois assuntos: 2
6 potências 200 0 NONE 2 grandes potências: 1, seis grandes potências: 1
7 tratado 160 0 NONE 2 um tratado: 2
8 paz 140 0 NONE 2 a paz: 2
9 Pyongyang 0 0 PLACE 2 Pyongyang: 2
10 Teerã 0 0 PERSON 2 Teerã: 2