Guaidó alega que assistência começa a entrar na Venezuela em 23 de fevereiro

Por: SentiLecto

Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente em exercício em 23 de janeiro anunciou nesta terça-feira que a assistência humanitária começará a entrar no país a partir do próximo dia 23 de fevereiro. Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente em exercício em 23 de janeiro é o líder da Assembleia Nacional da Venezuela.

Juan Guaidó declarou nesta terça-feira que a assistência humanitária entrará no país no dia 23 de fevereiro para trazer alívio na população que padece com uma carência generalizada de alimentos e remédios. Juan Guaidó é o autoproclamado presidente interino da Venezuela.raújo, de visita esta semana na capital de America, conversou sobre a Venezuela com o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton; o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo; o senador Marco Rubio e o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos , Luis Almagro.Faz 1 dia, vários caminhões com assistência humanitária chegaram em a cidade de Colombia de Cúcuta que faz fronteira com o estado de Venezuela de Táchira,.Guaidó chamou o suporte de “histórico” e alegou que os produtos serão entregues às pessoas em situação mais vulnerável.

Na quinta-feira 24 de janeiro a ONG Observatório Venezuelano de Conflito Social havia informado, na quarta-feira, que pelo menos 13 pessoas haviam falecido nas últimas horas em meio aos protestos contra o governo que haviam abalado o país nos últimos dias.

Guaidó ao final de uma manifestação em Caracas declarou: “Anunciamos então que 23 de fevereiro vai ser o dia para que ingresse a assistência humanitária, portanto a partir de hoje vamo acompanhar todos os setores: transportadoras e enfermeiras “.

Faz 1 dia, por outro lado, Guaidó havia garantido que já havia sido, ontem entregue a primeira carga da assistência humanitária que o governo de Nicolás Maduro recusa e está bloqueando.

Falando em um comício em Caracas, Guaidó declarou que as Forças Armadas, que seguem leais ao presidente Nicolás Maduro, têm que permitir que a assistência entre no país. Enquanto Maduro alega haver uma tentativa de golpe de Estado patrocinada pelos Estados Unidos para derrubá-l, guaidó delata o governo Maduro como ilegítimo o.

Uaidó a sua conta do Twitter nesta segunda-feira. screveu: “Satisfazendo com as nossas proficiências, hoje entregamos a primeira carga de insumos da assistência humanitária à Associação de Centros de Saúde com 85 mil suplementos que se traduzem em 1.700.000 rações nutricionais para crianças e 4.500 suplementos para grávidas”,.Caso as Forças Armadas não permitam seu ingresso, hoje, o líder inimigo mencionou que no próximo final de semana serão realizadas assembleias e “acampamentos humanitários” a fim de coordenar e preparar todas as pessoas que têm se adicionado ao voluntariado promovido pela oposição para buscar a assistência humanitária nas fronteiras.

Guaidó, adicionando de maneira contundente que “a assistência humanitária entrará sim ou sim”. disse: “Teremos que ir em caravanas, em protestos, em mobilização, em acompanhamento”.

Guaidó insistiu, nesse sentido, em ordenar às Forças Armadas para que permitam a entrada deste asuporteao rlembrarlhes que, ppossivelmente muitos de seus familiares também necessitam dele.

Desde a semana passada a cidade de Colombia de Cúcuta, na fronteira com o estado de Táchira, armazena doações feitas por esse país e pelos Estados Unidos para a Venezuela, onde, segundo números de Guaidó, há cerca de 300.000 cidadãos em risco de morte e dois milhões em crise por enfermidades.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Venezuela, Colombia

Cities: Cucuta, Caracas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Guaidó alega que assistência começa a entrar na Venezuela em 23 de fevereiro
>>>>>Guaidó diz que ajuda humanitária chegará à Venezuela em 23 de fevereiro – February 12, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Guaidó pede que militares permitam entrada de ajuda humanitária na Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Primeira carga da ajuda humanitária para entrega na Venezuela chega a cidade de Cúcuta – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Romênia reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela – February 08, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>França reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Reino Unido reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Suécia reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>Ernesto Araújo afirma que Maduro teria deixado o poder se não fosse por Cuba – February 08, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump diz que Maduro pediu uma reunião há alguns meses e ele recusou a oferta – February 03, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Maduro diz que está pronto para dialogar com oposição venezuelana – January 30, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Venezuela precisa de eleições livres e justas, diz Alemanha – January 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>BID aprova Guaidó na Venezuela e mostra interesse em “trabalhar” com ele – January 24, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Petroleira italiana Eni diz estar monitorando situação na Venezuela com muito cuidado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ministro da Defesa da Venezuela diz que Maduro é ‘presidente legítimo’ – January 24, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Proposta de Maduro para dialogar com os EUA se mantém, diz ministro venezuelano – January 26, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>“Hola, sou Mike Pence”: vice-presidente dos EUA manda mensagem de apoio a venezuelanos – January 22, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA consideram impor sanções sobre petróleo da Venezuela em breve, dizem fontes – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro afirma que Justiça deve agir após autoproclamação de Guaidó – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Rússia denuncia que EUA e seus aliados querem derrubar Maduro – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Trump atribui disposição de Maduro a “negociar” às sanções dos EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Após protestos na Venezuela, Trump diz que “começou a luta pela liberdade” – January 31, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro afirma que tomará ações legais para defender filial da PDVSA nos EUA – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Em entrevista à TV, Maduro se recusa a deixar o poder e convocar eleições – February 04, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Enviado de Guaidó nos EUA rejeita oferta de diálogo de Maduro – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Moscou rejeita “ultimato” da União Europeia a Maduro – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Juan Guaidó 0 75 PERSON 14 Juan_Guaidó (apposition: O líder de a Assembleia_Nacional_da_Venezuela): 2, (tacit) ele/ela (referent: Guaidó): 1, (tacit) ele/ela (referent: Juan_Guaidó): 1, Guaidó: 8, Juan_Guaidó (apposition: O autoproclamado presidente interino de a Venezuela): 1, ele (referent: Guaidó): 1
2 ajuda 300 0 NONE 6 a ajuda: 1, a ajuda humanitária: 4, ajuda humanitária: 1
3 Forças Armadas 0 0 ORGANIZATION 4 as Forças_Armadas: 3, (tacit) eles/elas (referent: as Forças_Armadas): 1
4 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
5 país 0 0 NONE 4 o país: 3, esse país: 1
6 pessoas 0 70 NONE 3 13 pessoas: 1, as pessoas: 1, pessoas: 1
7 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
8 suplementos 0 0 NONE 3 4.500 suplementos: 1, 85_mil suplementos: 2
9 Caracas 0 0 PLACE 2 Caracas: 2
10 Nicolás Maduro 0 0 PERSON 2 o presidente Nicolás_Maduro: 1, Maduro: 1