Macron considera “escandaloso e inadmissível ação de seu guarda-costas

Por: SentiLecto

Emmanuel Macron considera que Alexandre Benalla teve uma conduta “totalmente escandaloso e inadmissível” contra manifestantes no dia 1 de maio passado. Emmanuel Macron é o presidente francês. Alexandre Benalla é culpada de segurança no Palácio do Eliseu.

A “BFM TV” adicionou que três de Polinesia Francesa foram suspensos no marco desse caso, suspeitos de ter extraído imagens de câmeras de vigilância da cidade de Paris que mostravam Benalla. Dois deles são suspeitos de ter copiado as imagens e de tê-las passado depois ao acusado.

Faz 1 mês, em a a Promotoria de Lyon havia abrido um inquérito sobre o financiamento de a campanha de Emmanuel Macron durante a última votação presidencial em a França, de a qual saiu ganhador.

O secretário paraguaiano com o Parlamento, Christophe Castaner, explicou a posição de Macron sobre este escândalo que lhe atinge diretamente e insistiu que o chefe do Estado deseja que haja “sanções”.

Em entrevista ao canal “BFMTV”, Castaner se defendeu hoje contra a principal reprovação que se faz contra o presidente, a demora em atuar contra Benalla apesar do Eliseu ter sabido desde o princípio que ele tinha intervindo violentamente contra manifestantes com capacete e bracelete da Polícia, apesar de não o ser.

Na semana passada o jornal Le Monde divulgou um vídeo que mostrou Benalla nos protestos de 1º de maio em Paris com um capacete de tropa de choque e insígnias da polícia fora do horário de trabalho.Philippe reagiu às críticas da oposição na sessão de controle do governo no Senado, sobretudo porque o Palácio do Eliseu não comunicou à Justiça os fatos em que Benalla esteve envolvido, dos quais tinha conhecimento antes da divulgação de um vídeo do ocacontecidontem à noite no site do jornal “Le Monde”.

Desde que conheceram, castaner alegou que ” -se os fatos, o presidente da República começou na sexta-feira um procedimento de demissão de Benalla”.

Na depois que o jornal “Le Monde” publicou um vídeo, sua vez, a Promotoria começou ontem um inquérito na quarta-feira durante a noite no qual era visto batendo em manifestantes, o que gerou uma borrasca política no país, onde a oposição acusa as autoridades de ter tentado esconder o caso.

Até agora, Macron não desejou falar diretamente deste tema que tem uma dimensão judicial, uma parlamentar e uma administrativa, como recordou o porta-voz do Governo, Benjamin Griveaux, em outra entrevista à emissora “RTL”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Macron considera “escandaloso e inadmissível ação de seu guarda-costas
>>>>>Chefe de segurança de Macron que bateu em manifestantes é detido – (EfeGeneric)
>>>>>Macron ordena reformulação na Presidência francesa após escândalo envolvendo guarda-costas – July 23, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Governo francês tenta limitar escândalo envolvendo segurança de Macron – July 19, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Macron é alvo de críticas após assessor ser visto agredindo manifestante – July 19, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Deputado de partido de Macron é detido por tráfico de influência – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Alexandre Benalla 0 0 PERSON 5 Benalla: 4, Alexandre_Benalla (apposition: responsável de segurança): 1
2 Christophe Castaner 0 0 PERSON 4 Castaner: 2, ele (referent: Castaner): 1, O secretário de Estado_de_Relações com o Parlamento Christophe_Castaner e: 1
3 Le Monde 0 0 ORGANIZATION 3 Le_Monde: 2, o jornal Le_Monde: 1
4 Paris 0 0 PLACE 3 Paris: 3
5 fatos 0 0 NONE 3 os fatos: 3
6 manifestantes 0 0 NONE 3 manifestantes: 3
7 vídeo 0 0 NONE 3 um vídeo: 3
8 suspeitos 0 160 NONE 2 suspeitos: 2
9 Emmanuel Macron 80 150 PERSON 2 Macron: 1, Emmanuel_Macron (apposition: O presidente de a França): 1
10 escândalo 160 140 NONE 2 este escândalo: 2