Rússia declara que EUA planejam agredi Damasco e promete resposta militar

Por: SentiLecto

A Rússia informou nesta terça-feira que tem informações de que os Estados Unidos planejavam bombardear o quarteirão do governo em Damasco sob um pretexto inventado, e declarou que caso sentir, irá responder militarmente que se ameaçaram vidas de Rusia por um ataque de tal espécie.

Valery Gerasimov alegou que Moscou tinha informações que rebeldes no enclave de Ghouta Oriental estavam planejando falsificar um ataque a armas químicas contra civis e colocar a culpa no Exército sírio. Valery Gerasimov é chefe do Estado-Maior da Rússia.

Ainda que os soldados, que contam com o suporte da Rússia, conseguiram cortar as comunicações entre Duma e Harasta, o Observatório declarou após tomarem de forma efetiva grande parte do território que separa as cidades. Com isso, as duas estão isoladas entre si e do resto do enclave rebelde.As forças pró-governo da Síria dividiram em duas Ghouta Oriental, o principal reduto dos insurgentes nos arredores damascenos, e isolaram a cidade de Duma, a maior cidade sob controle dos rebeldes, informou neste sábado a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos.UNIDAS/AMÃ – A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas , Nikki Haley, advertiu nesta segunda-feira que Washington “continua pronta para comportar-se se precisarmos” se o Conselho de Segurança da ONU se omitir sobre a Síria, cujo ataque militar a Ghouta Oriental continua sem descanso. Os EUA pediram ao Conselho de Segurança que exija um armistício imediato de 30 dias em Damasco e em Ghouta Oriental, região do leste dominada por rebeldes onde as forças do presidente sírio, Bashar al-Assad, apoiadas pela Rússia e pelo Irã, declaram estar visando grupos “terroristas” que estão bombardeando a capital. A ofensiva do Exército em Ghouta Oriental, ajudada por ataques aéreos e de artilharia, matou cerca de 1.160 pessoas desde 18 de fevereiro, declarou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos num momento em que Assad está tentando esmagar o último grande baluarte rebelde perto da capital Damasco. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos é um grupo de monitoramento do combate. “Não é o percurso que preferimos, mas é um percurso que provamo que vamo seguir, e estamos preparados para seguir novamente”, declarou Haley ao conselho de 15 membros. “Há ocasiões, quando a comunidade internacional deixa de comportar-se constantemente em que Estados são compelidos a comportar-se por conta própria”. Os EUA bombardearam uma base aérea do governo sírio no ano passado em vingança a um suposto ataque letal com armas químicas. Faz 1 mês, o Conselho de Segurança exigiu uma trégua de 30 dias em toda a Síria em uma determinação aprovada por unanimidade. Moscou e Damasco declaram que o armistício exigido não protege os combatentes em Ghouta Oriental, argumentando que são membros de grupos terroristas proscritos. António Guterres nesta segunda-feira alegou: “Não houve uma cessação das animosidades”. António Guterres é o secretário-geral da ONU. “A violência continua em Ghouta Oriental e além – inclusive em Afrin, partes de Idlib e dentro de Damasco e seus subúrbios”. “Nenhum cerco foi suspenso… até onde sabemos, nem sequer uma pessoa criticamente doente ou ferida já foi retirada”. O enviado de Rusia na ONU, Vassily Nebenzia, declarou que alguns países estão acusando o governo sírio de realizar ataques com armas químicas na tentativa de “preparar o terreno para a utilização unilateral da força contra a Síria soberana”. O ataque a Ghouta Oriental é um dos mais violentos já testemunhados no combate, que entrou em seu oitavo ano nesta semana. O Observatório declarou nesta segunda-feira que o saldo de mortos do combate civil já ultrapassou meio milhão de pessoas – cerca de 85 por cento delas mortas por forças do governo e seus aliados. O Exército sírio intensificou seu ataque à Ghouta Oriental neste sábado com aprogressõesque um observatório daogcombatee a mmbora uma autoridade rebelde tenha, ídia estatal ddeclararamter dividido o enclave, enegado.

Na quarta-feira 28 de fevereiro a Rússia havia descuidado sua tarefa de garantir a devastação das armas químicas da Síria e evitar que Bashar al-Assad utilize gases venenosos proibidos, haviam declarado os Estados Unidos nesta quarta-feira. Bashar al-Assad é o governo do presidente sírio.

Ele declarou que os EUA tinham intenção de utilizar o ataque falso como um pretexto para bombardear o quarteirão do governo em Damasco, onde ele declarou que assessores militares, policiais militares e monitores russos de armistício estavam acolhidos.

Erasimov em comunicado isse: “No acontecimento de uma ameaça às vidas de nossos militares, as Forças Armadas da Rússia irão tomar medidas retaliatórias contra os mísseis e lançadores uutilizados,.Quando o suposto ataque iria ocorrer, ele não alegou ou forneceu evidências detalhadas para apoiar suas afirmações. Em Washington, o Pentágono informou que a Rússia, que é moralmente cúmplice e responsável pelas barbaridades de Assad”, adicionou Pahon, teria que focar em impedir que Bashar al-Assad mire civis inocentes. Bashar al-Assad é o presidente sírio. O porta-voz do Pentágono, Eric Pahon declarou: “Nós pedimos para a Rússia parar de instituir distrações e forçar o regime Assad a parar de brutalizar cidadãos sírios inocentes e permitir que assistência necessária chegue ao povo de Ghouta Oriental e outras áreas remotas”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United States, Russian Federation, Syria

Cities: Washington, Damascus

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Rússia declara que EUA planejam agredi Damasco e promete resposta militar
>>>>>Regime sírio isola principal cidade sob controle rebelde próxima de Damasco – (EfeGeneric)
>>>>>EUA dizem que podem agir na Síria por continuação de ataques a Ghouta Oriental – March 12, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Exército Sírio ganha território em ataque intensificado à Ghouta Oriental – March 10, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Forças governamentais sírias avançam por Guta Oriental perto de Damasco – March 07, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bombardeio em Guta Oriental deixa pelo menos seis civis mortos – March 03, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Aviões e helicópteros bombardeiam pontos de Ghouta Oriental, segundo ativistas – February 27, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Suposto bombardeio da coalizão mata 25 civis na Síria – February 26, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Rússia denuncia ataques dos rebeldes durante trégua em Guta Oriental – February 27, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bombardeios em Guta Oriental coincidem com entrada de comboio humanitário – March 05, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Terceiro dia de pausa humanitária em Ghouta Oriental começa após bombardeios – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Casal de idosos do Paquistão é o único a ser evacuado de Ghouta Oriental – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ONU diz que plano de ajuda russa para Ghouta Oriental não é suficiente – March 01, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bombardeios contra Guta Oriental deixam cinco mortos e 42 feridos – March 06, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Primeiro comboio de ajuda desde aumento de ataques entra em Guta Oriental – March 05, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Forças da Síria se preparam para dividir Ghouta Oriental em duas, diz comandante – March 08, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Síria retira 70% do material médico de comboio que entrou em Ghouta, diz OMS – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Comissão da ONU acusa coalizão ocidental e Rússia de crimes na Síria – March 06, 2018 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ghouta Oriental 0 50 PERSON 8 Ghouta_Oriental: 5, (tacit) ele/ela (referent: Ghouta_Oriental): 1, duas Ghouta_Oriental: 1, a Ghouta_Oriental: 1
2 nós 0 70 NONE 6 Nós: 1, (tacit) nós: 5
3 a Rússia 240 0 PLACE 6 A Rússia: 1, a Rússia: 5
4 ataque 0 320 NONE 5 um ataque: 1, o suposto ataque: 1, O ataque: 1, seu ataque: 1, um suposto ataque fatal: 1
5 Bashar 0 0 PERSON 5 Ele (referent: Bashar al-Assad): 1, Bashar al-Assad (apposition: o presidente sírio): 1, Bashar al-Assad: 1, Bashar al-Assad (apposition: o governo de o presidente sírio): 1, ele (referent: Bashar al-Assad): 1
6 Valery Gerasimov 0 0 PERSON 5 Ele (referent: Gerasimov): 1, (tacit) ele/ela (referent: Valery_Gerasimov): 1, (tacit) ele/ela (referent: Gerasimov): 1, Valery_Gerasimov (apposition: chefe de o Estado-Maior_da_Rússia): 1, Gerasimov: 1
7 esta 0 0 NONE 5 esta: 5
8 informações 0 100 NONE 4 informações: 4
9 eu 0 50 NONE 4 (tacit) eu: 4
10 caminho 0 0 NONE 4 um caminho: 2, o caminho: 2